1080p, 60 fps… fazem a diferença? Bons tempos onde não faziam!

Não, este não é o artigo que o nome pode fazer sugerir… Na realidade o artigo é uma viagem pelas nossas memórias, e pelos tempos onde nada disso importava para nada!

Spectrum

Hoje em dia censuramos os jogos por aquilo que eles não são. Criticamos os jogos por eles não atingirem certos patamares, e chegamos a ser picuinhas por um pixel ter uma tonalidade diferente da apresentada em outras consolas.

Essa, infelizmente, é a realidade actual. Uma sobre a qual não temos controlo, e à qual não podemos fugir. Mas a coisa nem sempre foi assim. E alturas houve onde o interessante era a diversão. E apesar de diferenças radicais entre os sistemas dessa época, elas pouco ou nada pareciam importar. A diversão era o mais importante.

Porque resolvi escrever estas linhas? Porque vi o vídeo que vos deixo de seguida. E que mostra como em 1988, mesmo com sprites, animações e jogos considerados maus demais pelos standards actuais, todos éramos felizes.

 


Publicidade

Posts Relacionados