2017 será o ano do carregador de telemóvel universal (pelo menos na Europa)

Já desde à vários anos que falamos nisto, mas finalmente a UE avançou com as linhas mestras de regulamentações para a criação de um carregador de telemóvel universal. E será para 2017.

lei

Um carregador universal é algo que todos nós consumidores desejamos. Ter centenas de pessoas ao lado e nenhuma possuir um carregador adequado ao nosso telefone é certamente uma grande frustração.

Nesse sentido a União Europeia criou uma regulamentação para forçar os criadores de telefones para o mercado europeu a chegarem a um acordo para um tipo único de carregador. E essa regulamentação já foi aprovada por vasta maioria.

Segundo a UE esta nova regulamentação será boa não só para os consumidores, mas igualmente para o ambiente e porá fim a mais de 51 mil toneladas de lixo electrónico criado anualmente só com estes aparelhos que se tornam obsoletos.



O inconveniente é que, apesar de tudo isto estar a ser discutido desde 2009, mesmo a actual legislação é apenas um esboço e terá ainda de ser aprovado pelo conselho de ministros Europeu. No entanto este quadro já deu apoio informal à legislação, o que sugere que a ida a este conselho será apenas um pro-forma.

Com a regulamentação aprovada os países terão até 2016 para transferir as mesmas em leis nacionais e os criadores terão 12 meses para mudar para o design universal. Mas apesar do pouco tempo que parece ser dado aos produtores de telefones móveis, a realidade é que estes estão a par desta exigência desde 2009, motivo pelo qual dizer que são apanhados de surpresa é algo que não poderá acontecer.

O formato mais lógico parece ser o Micro USB, mas no entanto o acordo poderá não ser tão fácil de se obter como isso. A Apple por exemplo ainda não respondeu a nenhuma das propostas, apesar de ter já assinado um pré-acordo com a europa de que aderirá a esta exigência. Falta saber como a empresa compensará a lacuna da ausência do pequeno processador existente nos seus actuais carregadores, algo que com um formato universal não poderá existir.