Jun 242012
 

Com o anuncio da Nintendo 3DS de maiores dimensões veio a informação sobre a possibilidade de a consola ser vendida no Japão sem qualquer carregador. E dessa forma, as primeiras notícias informaram essa situação, informando igualmente que tal não iria acontecer no resto do mundo.

Essa situação foi noticiada por nós aqui, informando que a consola seria vendida na Europa com o tradicional carregador.

No entanto a Nintendo veio a público anunciar que tal não corresponderá à verdade, e que apenas a versão Americana da consola será vendida com o carregador incluído, sendo que no resto do mundo o carregador a usar terá de ser o de uma consola DS anterior, ou então adquirido à parte.

A Nintendo justifica esta situação com cortes nos custos.

No entanto, apesar de essa ser a posição oficial da Nintendo, e uma que está desde já referida nas pré-reservas online, não acreditamos que a mesma se mantenha, e explicamos o porque.

O que se segue são factos que nos levam a pensar desta forma:

- A 3DS de maiores dimensões, tal como acontecia com a DS e a DSi nos seus modelos maiores, será conhecida por LL no Japão, e XL na Europa e nos Estados Unidos.

- O custo actualmente anunciado para a consola é de 199 dólares nos Estados Unidos e 200 Euros na Europa.

- O valor do Euro é superior ao do Dólar, valendo um euro na data em que escrevemos esta notícia 1,2562 dólares.

- Estados Unidos e Japão são países. A Europa é uma região que engloba vários países.

- Estados Unidos e Japão possuem cada um a sua legislação. Na Europa há directivas comunitárias, mas cada país um dos países que a constituem é soberano e com legislação própria.

Ora com os factos de cima somos obrigados a pensar:

- Nintendo LL poderá ser diferente a nível de conteúdo de uma XL. A designação assim o indicia. Mas se o nome é o mesmo, a Nintendo XL terá de possuir as mesmas caracteristicas em todos os países onde é vendida. Se assim não for está a induzir o cliente em erro, e como tal a violar a legislação de muitos dos países Europeus.

- O custo da consola é o mesmo nos EUA e Europa (se considerarmos 199=200). No entanto a Nintendo afirma que o conteúdo será diferente e que a versão Europeia não trará carregador.

- Numa consola vendida nos Eua a Nintendo ganha 199 dolares. Na Europa ganha 251,24 dólares devido ao câmbio.

- No Japão é comum a venda de aparelhos móveis sem carregador. Na Europa não há esse hábito.

- A legislação Europeia é diferente em vários países da Europa, mas há directivas comunitárias a cumprir. E a venda de um produto que não pode ser utilizado sem a compra de um produto adicional coloca sérias dúvidas quanto à sua legalidade. Mas mesmo que tal não seja verdade em toda a Europa é o certamente em muitos dos seus países, como por exemplo, a Inglaterra que obriga a que todos os produtos sejam vendidos prontos a funcionar. E aqui há que distinguir os produtos. Um Joystick requer um computador para funcionar, mas é um periférico. Uma lâmpada precisa de uma instalação eléctrica para funcionar, mas é um consumível. Uma consola é um produto que não se enquadra em nenhuma dessas situações. É um aparelho vendido como portátil, autónomo, e capaz de executar jogos. Mas sem o carregador não faz nada disso, e sem o carregador… não pode funcionar.

- Será que sendo a poupança a principal razão pela qual a Nintendo não quer colocar carregadores nas consolas Europeias, a Empresa vai arriscar processos em tribunal e associações de defesa do consumidor a obrigar, no mínimo, à recolha das consolas todas, nem que seja para colocar em letras grandes na caixa que a consola requer forçosamente um carregador vendido à parte para poder funcionar?

- Será que os consumidores Europeus são tão idiotas que, mesmo que interessados na consola, vão pagar extra pelo carregador quando este deveria, como sempre aconteceu, ser fornecido com a consola?

A última questão é essencial. Se os consumidores Europeus comprarem a consola sem carregador estão a abrir o precedente para o futuro onde telemóveis e consolas serão vendidos da mesma forma. Por isso, a adquirirem esta consola desta forma, estão apenas a dizer ao mundo da electrónica que não se importam de pagar mais um bocado por carregadores à parte.

Gostávamos de ouvir a vossa opinião sobre este assunto.

Nota: É oficial, com informação da Nintendo Portugal. A 3DS XL será vendida sem carregador. Uma medida que pelos factores expostos não se entende, e que poderá trazer grandes incomodos aos utilizadores, e grandes chatices à Nintendo.

Publicidade

Sorry, the comment form is closed at this time.