A consola de jogos da Apple

Há quem defenda que a Apple deveria criar uma consola de jogos acreditando que tal, como aconteceu com o iPhone, certamente tomaria o mercado de assalto. O que se calhar muitos não sabem é que essa ideia não é nova para a Apple.

Será que uma consola Apple era um sucesso?

Os tempos mudam, as realidades mudam, o hardware muda, e nada do que foi verdade numa época é necessariamente verdade em outra. Mas a verdade é que a ideia de uma consola Apple é algo que já esteve na cabeça dos responsáveis da empresa.

pippinAliás, a consola chegou mesmo a ser produzida e colocada à venda nos anos 90. A consola resultou de uma colaboração entre a Apple e a Bandai e chamava-se PIPPIN, possuia um processador bastante bom para a época, um PowerPC 603 a 66 Mhz, e com arquitectura RISC, 5 MB de memória expansível um modem 14,4 Kbit/s, e corria uma versão ligeira do Sistema operativo 7.5.2 da Apple (no fundo um Macintosh). Era simultâneamente uma consola com drive de CD 4x, mas igualmente um pequeno computador que podia ser ligado a uma televisão.

pippin2No entanto a consola vendeu pouco e poucas unidades foram produzidas. O motivos motivos prenderam-se com o grande número de consolas defeituosas que saiam de fábrica e o pouco suporte que obteve. No global fizeram-se cerca de 100 mil consolas, com 42 mil a serem vendidas.



Em 2006, a PC World Magazine colocou a PIPPIN em 22º lugar da sua lista de “piores produtos de todos os tempos”, e em 2010 a ScrewAttack.com classificou-o em 10º no seu Top 10º das “Piores consolas”.

Mas e se fosse hoje? Será que a realidade era a mesma? O que achas?