A EA faz 2x mais dinheiro em conteúdo adicional do que na venda de jogos digitais.

O hábito de se vender jogos incompletos e DLC posterior, pegou. E agora já não volta atrás sem uma medida radical pois a EA já faz 2x mais dinheiro com o conteúdo extra do que com a venda de jogos digitais.

Obrigadinha! É só isso que se pode dizer a todos os “carneirinhos” que correm a comprar todos os DLC que as empresas nos impingem!

A consequência da adesão, muitas vezes cega por parte de alguns, ao conteúdo DLC, tem sido mais do que notória. Conteúdos retirados do jogo, algum deles até presente no BD desde o primeiro dia, mas que só fica acessível mediante pagamento adicional.

Este foi o hábito que as empresas ganharam… ao ponto de Star Wars Battlefront ir custar tanto como dois jogos quando estiver com o jogo + DLC completo. E tudo pago em duas vezes por conteúdo que deveria estar no jogo desde o dia 1.

Infelizmente, e devido à enorme falta de consciência daqueles que aderem de forma sistemática a este tipo de coisas de forma relativamente cega, atualmente este é o cancro dos videojogos. E arrisca-se a ser a medida que os irá acabar por matar! Aqui na PCManias sempre fomos contra ele, e tentamos sempre desincentivar as compras dos mesmos, mas somos apenas uma voz… E a situação pegou! Pegou de tal forma que será muito, mas mesmo muito difícil acabar com a modalidade, especialmente quando empresas como a EA comprovam nos seus relatórios que fazem fortunas com estas vendas.

O último relatório e contas da EA mostra 195 milhões em vendas para conteúdos adicionais no segundo quarto de 2016. E nesse período, em jogos digitais a empresa vendeu 89 milhões! Apesar de os jogos digitais ainda não serem a maior parte das vendas, torna-se já chocante perceber-se que há ganhos maiores na venda de DLC do que nessa parcela de venda de jogos.  E mais ainda, quando as receitas… são em dobro!


DLCvsDigital

Com resultados como estes, a continuação do “impingir” de DLC e o corte de conteúdo nos jogos, torna-se um incentivo. E a situação só poderá piorar! E com o crescimento destas vendas a ser constante ano após anos e com crescimentos da ordem dos 27%, como pensar em acabar com ela?

Agora aqui a EA não são aproveitadores… a EA apenas segue o que o mercado lhe dá! A culpa aqui não é da EA! É de quem a alimenta! E esses… não gostam verdadeiramente de jogos! Porque se gostassem… pensavam duas vezes antes de gastar o dinheiro neste tipo de coisas! É que nem todos estão dispostos a comprar um jogo cortado e limitado a 60 euros, para depois pagar mais 60 para obter o resto. E no dia que esses, pelo esforço financeiro requerido, se encherem e deixarem de comprar os jogos, as receitas diminuem de tal forma que a criação dos jogos deixa de ser rentável. E aí… será o seu fim!

Tal como quando se educa um filho, há hábitos que pura e simplesmente não se lhes coloca sob pena de se lhe estragar o futuro! Essa é a nossa forma de ver as coisas!

Publicidade

Posts Relacionados