Afinal as diferenças entre as versões de The Division da Xbox One e da PS4 são semelhantes às dos outros jogos.

the_division

As primeiras análises pareciam mostrar uma paridade entre as versões, mas uma análise mais cuidada revela que a coisa não é bem assim!

Não foi à muito tempo eu próprio fiz uma contagem de pixels para o Beyond3D de umas imagens da versão Xbox One de The Division, e os valores obtidos foram uns perfeitos 1080p. Tal foi posteriormente confirmado pela equipa de programação que referiu que o jogo correria a 1080p na Xbox One.

Comparando o jogo lado a lado, as versões pareciam em tudo idênticas, e como tal, a paridade parecia estar implementada. Mas na realidade não é bem assim!

Uma análise mais cuidada revela as seguintes diferenças entre as versões:

Fotogramas incompletos (Screen Tearing)

Xbox One

  • Screen Tearing ocasional (especialmente na Dark Zone)

PS4

  • Sem qualquer problema

Fotogramas por segundo

Xbox One

  • Quebras ocasionais abaixo dos 30 fps (especialmente na Dark Zone)

PS4

  • 30 fotogramas bloqueados

Resolução

Xbox One

  • Resolução dinâmica variando entre os 1728×972 e os 1920x1080p

PS4

  • 1080p

De notar que o jogo ainda é Beta e que as performances podem variar na versão final. No entanto, mesmo com estas diferenças, continua a ser notório que a equipa procurou implementar a paridade entre as consolas de todas as formas possíveis.

 

Publicidade

Posts Relacionados

Readers Comments (7)

  1. Nao adianta,jogos com paridade no ps4 e no xone soh fazendo downgrade na versao ps4

    • Existem algumas formas de ter paridade com o PS4 em 1080p, uma é limitando o PS4 para que a performance não exceda o que o Xbox One consegue, outra é descendo a resolução do Xbox One para 900p, mas dessa forma quem acaba sendo podado é o proprio Xbox pois nessa resolução a GPU dele tem folga para alcançar gráficos melhores desde que tenha um bom codigo, como mostrou alguns jogos com vantagens nítidas de AF e confirmado por um desenvolvedor à Eurogamer, e a outra forma que é mais garantia de paridade é utilizar o conversor de resolução dinâmica que escala a resolução com base na sobrecarga de GPU.
      O interessante, é que os que dizem ver e se sentir incomodados com a menor resolução só souberam dessa por que a Digital Foundry fez um vídeo com zoom e sinalizando os momentos em que a resolução muda.
      Se no PS4 não houvesse uma forte tendência a não mexer em resolução, o uso de soluções de conversão dinâmica fariam a diferença entre os consoles parecer mais nítida sem precisar de digital foundry.

      • Se muitos não vêem a diferença entre 900p e 1080p, com uma resolução dinâmica muito menos. Como referi eu próprio fiz a contagem de pixels e tinha 1080p na Xbox One. Não tendo jogado nada lá era impossível perceber que havia alterações e não seria certamente com os vídeos comprimidos do YouTube que chegaria lá.
        Seja como for a paridade pode existir sem nada do que dizes.
        A PS4 não é mais potente em todos os campos, apenas no GPU, e sem o uso do GPGPU a diferença dilui-se em resolução e FPS extras.
        Por exemplo, como já demonstrei aqui, as larguras de banda efectivas de ambas as consolas, em muitas situações acabam por ser semelhantes. Isso quer dizer que se ficares limitado por aí terás paridade.
        Se ficares limitado pelo CPU, atualmente a diferença tendo voltado a ser basicamente a inicial, poderás ter também paridade.
        Diga-se que a conversão dinâmica é um grande trunfo. Halo 5 cai de resolução e sendo muito picuinhas com essas coisas, tendo-o jogado confesso que nem notei.
        Desde que, tal como em Halo e em The Division, o jogo apenas caia de resolução pontualmente, diga-se que as diferenças são quase impossíveis de se verem com a pessoa absorvida no jogo.
        Seja como for, notar estas diferenças acaba sempre por ser relevante pois para quem joga em 47 ou mais polegadas as coisas vão saltar à vista mais facilmente.
        Quanto ao AF só posso dizer isto. São já muitos os casos de jogos da PS4 com problemas de AF que viram os mesmos resolvidos posteriormente por meio de patch e sem penalizar performances.
        Há qualquer dificuldade no API da PS4 com o AF e com a qual os developers esbarram.

  2. Em pleno 2016, as pessoas ainda acham que o PS4 é uma super maquina da Nasa!

Os comentarios estao fechados.