Afinal Tomb Raider na Xbox One não é uma evolução tão grande como se pensava face à 360

Ontem, vendo um video comparativo entre as versões Xbox 360 e Xbox One de Rise of The Tomb Raider escrevi um artigo no qual destacava a boa optimização para ambas as consolas. Mas o conhecimento de mais realidades sobre a versão Xbox One e uma atualização de ultima hora na Xbox 360, vem deitar sombras sobre a versão da Xbox One.

Na comparação de ontem que fizemos a Rise of The Tomb Raider entre as versões Xbox One e Xbox 360 verificamos uma evolução enorme entre as duas versões. Mas afinal as coisas não são bem o que pareciam.

A versão Xbox One, ao contrário do que se pensava não é uma evolução face ao anterior título da saga. O jogo corre a 1080p 30 fps, mas a 1440×1080 30 fps durante as cutscenes (8% acima de 900p). Basicamente o mesmo que em Tomb Raider: Definitive Edition, lançado à já quase 2 anos!

Ora todo o paleio de dedicação à versão Xbox One que a equipa foi deixando ao longo dos tempos dava a entender que essas situações teriam sido superadas e que o jogo estaria agora plenamente a 1080p. E nesse aspeto não posso deixar de ficar decepcionado (com a equipa, e não com a qualidade do jogo que essa é extraordinária).

Como comparação, a Xbox 360, agora com 10 anos de idade, corre o jogo a 720p 30 fps (as cutscenes são pré-rendidas).

Mas se na comparação em video que vimos ontem, a versão XBox One mostrava um salto geracional face à Xbox 360, com luz volumétrica, ambient oclusion, efeitos nos materiais, Tress Fx nos cabelos e neve deformável, algo inexistente na versão para a consola mais antiga.

Até que o patch de dia 1 foi disponibilizado! E a versão da Xbox 360 dá um salto tremendo na qualidade gráfica!

Vejam as fotos que se seguem e que ilustram o antes e o depois do patch:

Melhorias na luz – Mais raios e intensidade, em tudo semelhante à versão da One:

Melhorias no Ambiente Oclusion – AO acrescentado tal como na versão da One

Melhorias nos efeitos dos materiais – Efeitos de humidade acrescentados

Resumidamente, agora as melhorias da One Face à X360 tornam-se muito menos merecedoras de destaque. Há mais resolução, uma neve deformável, o Tress Fx, e alguma melhoria adicional na luz, texturas de maior qualidade (aqui não é mérito, é memória), e pouco mais. Face a uma performance 5.5 vezes superior, as diferenças que restam parecem deixar muito a desejar, parecendo que fica claro que a Nixxes conseguiu tirar mais partido do hardware da 360 do que a Crystal Dynamics do da Xbox One.
Publicidade

Posts Relacionados