Agosto deste ano foi o melhor Agosto da Xbox desde 2011

Após ter vendido mais do que a PS4 em Julho nos EUA, a Xbox venceu de novo em Agosto no mesmo país. Mas mais relevante do que estas vitória parciais é que a nível global, Agosto de 2016 foi melhor Agosto para a Xbox desde 2011, e poderá estar para vencer Setembro novamente.

No passado mês de Julho a Xbox One venceu com todo o mérito a PS4 nos EUA, o maior mercado mundial e igualmente o mais mediático. As grandes promoções realizadas pela Microsoft nesse país para escoar stocks e preparar as lojas para a Xbox One S compensaram face à expectativa desta nova consola anunciada no mês anterior durante a E3, e com data de lançamento prevista para o mês seguinte.

As promoções incluíram descidas de preços nos bundles de 1 TB, a oferta de um controlador, um jogo Ubisoft e ainda um cupão de oferta de 50 euros.

Mas a situação repetiu-se novamente em Agosto, graças à nova Xbox One s. A consola revelou-se extremamente feliz a nível estético, sendo das consolas mais bonitas alguma vez lançadas, e as suas características adicionais, como o leitor de filmes Ultra HD, uma redução de dimensões significativa face á consola original (que comparativamente à concorrência era bastante grande), a eliminação do enorme transformador externo da consola original, e a capacidade de saída de vídeo a 4K (apenas filmes ou re-escalamentos), tornaram-na numa peça bastante desejada, contribuindo assim para mais uma vitória nesse mês, nesse país (a nível mundial nada se alterou, com a PS4 a continuar a dominar a nível de vendas desde o início do ano).

Mas o mais relevante do sucedido em Agosto nem foi o facto de a Xbox One S ter ajudado a Xbox a vender mais. Essa era uma situação de certa forma esperada perante a existência de um novo produto com melhorias significativas face ao modelo anterior! O mais relevante foi o saber-se que esse volume de vendas foi tal que este Agosto foi o melhor de sempre para a Xbox One e o melhor para a marca Xbox desde Agosto de 2011.





Ao que tudo indica, o condicionalismo colocado sobre a Xbox One S pelo anuncio antecipado da Scorpio está a pesar igualmente para o lado da Playstation, que não tendo tido novidades nesses meses acabou por ficar mais condicionada que a própria Xbox One S.

A questão é que essa realidade poderá perdurar agora para Setembro. O anuncio da PS4 Slim e da PS4 Pro, com uma PS4 Slim sem novidades que não sejam alguma redução de tamanho e a remoção da saída óptica (um ponto negativo face à consola original), e o lançamento desfasado de ambas as consolas, com a Slim a aparecer em Setembro, mas a Pro a aparecer apenas em Novembro, poderá estar a levar os fans a aguardar por Novembro para a obtenção da consola superior. E tal indiciará que a Xbox poderá vir a apresentar novamente bons resultados, mas desta vez não apenas no mercado Norte Americano, mas a nível mundial, onde relatos de vendas semanais em países como o Reino Unido, o segundo maior mercado do mundo, estão a registar subidas até 1000% nas vendas da Xbox, e quebras nas vendas da PS4.

Quem sabe, Setembro não poderá ser uma surpresa inédita nesta geração a nível das vendas mundiais? Aguardemos por números.

 



Posts Relacionados