Ainda sobre o dia sem Iva da Media Markt

O mais chocante da promoção Dia sem Iva, e da alteração de preço durante a mesma, que ontem vi e relatei, é que a Media Markt nem sequer tenta esconder o que fez. E hoje, sem promoções, o preço alterou outra vez para um valor semelhante ao de ontem, com 23% de desconto.

Se leram o  que postei no dia 21, leram que estes anunciavam uma TV a 1729 euros, o que com a entrada da campanha Dia Sem Iva de dia 22, a tornaria a 1405 euros, e das mais baratas do mercado.

Mas no momento em que a campanha entra em vigor, o preço sobe para 1899, o que sem IVA, ou desconto de 23%, colocou a TV a 1543 euros, algo apenas marginalmente abaixo da concorrência directa, como é o caso da Radio Popular e Worten que vendiam a 1579.

Basicamente uma subida de preço que não se entende e que se acredita mesmo estar proibida pela legislação atual em vigor.

A realidade é que o Dia sem Iva da Media Markt, pelo menos para esse televisor, não existiu verdadeiramente, com o desconto real a ser de apenas de 36 euros, algo que a Worten imediatamente compensou ao igualar esse preço.



Como não podia deixar de ser, contactei a Media Markt para me explicarem a subida do preço. A resposta foi que “até antes do início da campanha estava em vigor uma outra campanha de 15 meses sem juros, que tinha como implicação uma descida dos preços. Como as campanhas não acumulam,a mesma finalizou no momento do início do dia sem iva, e como tal a TV voltou ao seu preço normal, de 1899

Uma clara e total aldrabice. Tal era notório. A Worten, Radio Popular e Media Markt andam sempre com os preços alinhados. Isso deve-se ao facto que as suas lojas estão quase sempre ao lado umas das outras, e como tal a concorrência é muito directa.

Não sei explicar o porquê a Media Market tinha a TV a 1729 no dia 21, mas sei explicar o porquê dos 1899 na campanha. Basicamente o preço subiu para algo que com o desconto mantinha a TV dentro da gama normal de preços que a concorrência praticava, tornando o dia sem Iva uma mera campanha de Marketing chamativo onde na realidade, pelo menos para este produto, a poupança era marginal.

O que me deixou a pensar na explicação dada, é que, eventualmente esta TV não foi a única afectada por estas subidas de preços. Para os funcionários terem esta resposta pronta para dar, a coisa estava devidamente organizada, e provavelmente vários outros produtos subiram também o preço antes da campanha.

Mas porque insisto que isto tudo foi premeditado?

Porque na realidade basta ir hoje ver o preço da TV. A Media Markt nem sequer se preocupa em esconder o que fez! Hoje, sem qualquer campanha em vigor, a TV está a 1579 euros. apenas mais 36% do que ontem, o Dia onde, supostamente, fazia descontos de 23%.



Ou seja, após o alarido do dia sem IVA de ontem, a Media Markt comprova hoje, apenas uma horas depois da campanha, que na realidade o preço nunca foi 1899, e que este apareceu apenas para que o preço não descesse verdadeiramente. Eu estou a evitar usar aqui termos como burla e esquema, mas cada um julgue por si!

O mais engraçado é que hoje a Radio Popular desceu hoje o preço da TV para 1539.99. Não tenho dúvidas que a Worten vai acompanhar. A dúvida é! Será que a Media Markt vai fazer o mesmo e, sem qualquer campanha, colocar um preço ainda mais baixo que o do dia sem IVA? Vou aguardar para ver!

Mas note-se o engraçado… A Radio Popular, que ontem vendia a TV a 1579, e agora desce para 1539.88, indica que a TV custaria na realidade 1999, e que está a fazer um desconto de 23%. Curiosamente, nem se dignaram a fazer a contas, pois 23% nem se aplica aqui, e o desconto real seria na ordem dos 29,8%.

Aparentemente, numa semelhança, sempre que os 23% aparecem referenciados, parece haver tentativas de esquemas.

Notem que já nem meto links, e prefiro as capturas de ecrã, pois ao ritmo que eles mudam os preços, se visitassem os links, certamente encontrariam algo diferente.

Contactada a Samsung, esta refere apenas que os vendedores são livres de estabelecerem os seus preços. Uma postura bem diferente da da APPLE, e que choca pois no fundo a imagem de incoerência nos preços, quer se queira quer não, passa igualmente para a marca.



newest oldest
Notify of
José Galvão
Visitante
José Galvão

A promos sem IVA é uma valente treta, nos supermercados então o desconto é de uns miseros 6% em muitos dos produtos, depois quando vais a pagar percebes nem valeu o esforço.

Nos videojos então é uma comédia, e logo eu que sei os preços de cor, de futuro sugiro que planeies com alguma antecedência caso já tenhas algo em mente e aconpanhes o preço de preferência com print screens como prova, e essa resposta da Samsung também não ajuda e significa que o preço oficial de oficial não tem nada.

Penso que este e outros tipos de produtos deviam ser tabelados como os livros que têm o preço de capa que nunca podem ser ultrapassados e que ainda levam com a lei do preço fixo, tornado este sector o mais transparente do mercado.