AMD (ATI) foi prejudicada em WatchDogs?

Curiosamente a AMD veio a público revelar que achava que devido ao programa Gameworks da Nvidia a empresa tinha sido prejudicada em WatchDogs, uma vez que não tinha tido acesso ao código do jogo para optimizar o mesmo. Mas será que, mesmo que tenha sido prejudicada, essa imagem passa ao público ao analisar as performances no jogo?

Apesar de não termos feito a cobertura da situação, estalou recentemente uma guerra de acusações entre a AMD e a Nvidia na qual a AMD se queixa que o programa de parcerias Gameworks da Nvidia dificulta propositadamente a vida à AMD no que toca à optimização das suas drivers para os jogos.

Apesar de não podermos e nem devermos tomar partido neste tipo de situações sem sabermos ao certo se há ou não prejudicados e beneficiados, a realidade é que esta queixa foi despoletada devido às optimizações Nvidia existente em WatchDogs.

Mas não é por uma tomada de partidos que queremos entrar. O que queremos questionar é até que ponto o utilizador comum se apercebe que a AMD foi efectivamente prejudicada em WatchDogs pelo facto de o jogo ter código optimizado para a Nvidia.

E apesar de não podermos quantificar o que seria a realidade caso a optimização tivesse sido igual para os dois lados, o facto é que reunimos uma série de dados que permitem concluir que mesmo com as optimizações da Nvidia, para Watch Dogs as placas gráficas AMD possuem melhores performances.



Eis esses dados numa comparação com texturas em modo Ultra e o Ambient Oclusion no seu máximo, em uma resolução de 2560*1600 sem Anti Aliasing:

benchmark1

Este é um gráfico do website HardOCP e que mostra a oscilação do frame rate de Watch Dpgs a correr a 2560*1600 sem qualquer tipo de anti Aliasing e em modo de detalhe Ultra.

E o que vemos é que a Geforce GTX 780 Ti (a azul) possui tremendas variações de performance, sendo muito mais instável do que a R9-290X.

Se a 780 Ti atinge mínimos de 17 fps, a 290X (a vermelho) tem como mínimo os 32 fps. e se a 780 Ti atinge como máximo os 68 fps, a 290x vai aos 77 fps.

A média é contudo algo semelhante com 46 fps na 780 Ti e 47,8 na R9-290x, mas no entanto nesta última os fps são muito mais estáveis.

Esta maior estabilidade das placas ATI é confirmada com testes em modo SLI. Vejamos como 2 Geforce GTX 780 em Sli se comportam face a uma R9-295X:

Benchmark2



O gráfico de cima mede o tempo necessário para a produção de um frame, e o que vemos é que em média a R9-295X2 ronda os 20 ms a criar um frame. A Geforce GTX 780 Ti em modo SLI chega a atingir os 240 ms para produzir um fotograma

Mais uma vez é claro que a 295X (a cinza) se revela muito estável. A 780 Ti em modo Sli tem picos impressionantes de quebras.

Esta situação é igualmente notória neste outro gráfico que traduz o anterior para fotogramas.

Benchmark3

A conclusão é que se a R9-295X se mantém estável e apenas com pequenas oscilações em volta dos seus FPS médios (50), com os valores medidos pelo FRAPS a baterem certo com os FPS reais, a GTX 780 TI em SLI possui grandes oscilações. E isso não seria mau se fossem todas para cima da média, mas infelizmente são-no maioritáriamente para baixo atingindo um pico inferior chocantemente baixo para um conjunto de placas de de mais de 2 mil euros e que iguala o mínimo obtido pela mesma placa em funcionamento único (17 fps). Curiosamente nesse ponto entre os valores reais e os medidos pelo FRAPS há uma discrepância que não se percebe bem porque motivo existe (assinalada a laranja).

Ora naturalmente a AMD pode ter razão e ter as suas performances prejudicadas. Quem sabe se com as situações de que se queixa ultrapassadas as suas placas não poderiam ter performances ainda superiores. Mas o facto é que perante estes valores o que se conclui é que, com ou sem optimizações, as performances da AMD continuam a ser melhores!

 Nota: Não queremos com esta situação negar a realidade que há vários possuidores de produtos ATI com problemas de performance, mas convêm não esquecer que WatchDogs é muito dependente da performance global do conjunto CPU/GPU/RAM e VRAM. Qualquer componente em falha levará a perdas de performance pelo que para boas performances a 1080p no nível de detalhe máximo se torna necessário um i7 poderoso, uma placa de gama alta, 8 GB de RAM e 3 GB de VRAM.



Posts Relacionados