Android vai ter API de baixo nível. E vai ser o Vulkan.

Android_Speed

Os APIs de baixo nível vieram para ficar, e agora é a vez da Google anunciar que o Android tambem vai ter um.

Vulkan_Android

Os APIs de baixo nível mostram-se vantajosos pela pouca sobrecarga ao CPU e consequentes vantagens a nível de desempenho. Se nas consolas tal já é algo comum à alguns anos, nos smartphones a Apple anunciou o ano passado, e juntamente com o iOS 8 o seu API de baixo nível denominado Metal, e que agora está prestes a ser trazido para o MAC. O Windows 10 esse tambem inclui o nosso já conhecido DirectX 12, e que virá a ser igualmente suportado pelo Windows Phone lá mais para o final do ano.

Faltava apenas o Android, o sistema operativo mais popular do mundo, e eis que a Goole anuncia que este irá suportar igualmente um API de baixo nível. nomeadamente o Vulkan, o API que o grupo Khronos está a desenvolver como sendo a nova geração do OpenGL e OpenGL ES.

Tal como todos os APIs deste tipo, o Vulkan permite acesso directo ao GPU permitindo aos criadores controlar a memória e as processos manualmente em vez de ser algo controlado pela driver. Naturalmente tal é complexo e requer mais trabalho, mas é igualmente mais flexível, e acima de tudo, com maiores performances.

A vantagem na escolha do Vulkan acaba por ser o facto que este irá ser suportado pela maior parte dos sistemas operativos existentes, o que permite uma base de trabalho comum muito grande.

Naturalmente um API de baixo nível não é exactamente um add-on. O OS precisa de estar preparado para ele, e nesse sentido o Android tem de ser preparado. A nível de suporte o Vulkan tirará proveito de todas as placas que suportem o OpenGL ES 3.1, e isso inclui a série Adreno 400 da Qualcomm e mais recentes, as PowerVr da Imagination Technologies série 6 e superiores, o Tegra K1 da Nvidiae mais recentes, bem como a série Mali ARM 600-, 700-, e 800-series.

Basicamente estamos aqui a falar da totalidade dos chips que equipam os equipamentos topo de gama desde 2014.

No entanto a Google não cortará o suporte ao OpenGL ES indo mesmo suportar o recém anunciado  OpenGL ES versão 3.2que suporta o OpenGL ES Android Extensions Pack introduzido no Android 5.0.

Publicidade

Posts Relacionados