Apple patenteia um “flash de câmara social”.

Foi revelada uma patente da Apple que permite usar um aparelho iOS a controlar remotamente outros aparelhos como flashes secundários para a sua câmara.

A Apple registou no U.S. Patent and Trademark Office um sistema de iluminação no qual um determinado número de aparelhos podem servir como luzes remotamente controladas para uma câmara de um smartphone.

A ideia, considerada como um “flash de câmara social” permite a um aparelho com câmara o controlo de unidades secundárias que podem ser iguais ou mesmo diferentes, para criação de pontos de iluminação adicionais. Estas unidades adicionais podem ser outros smartphones ou tablets, ou ainda unidades de flash dedicadas presentes no carregador ou em cabos.

socialflash1

O sistema toma controlo dos aparelhos secundários, e testa a imagem para verificar as necessidades de iluminação e envia um sinal de controlo para determinar a posição a intensidade necessária da luz e a temporização da mesma. Algo semelhante ao que acontece em estúdios profissionais com flashes dedicados.

Publicidade

Retomando o nosso artigo

A grande diferença face a esses sistemas é que a inveção da Apple permite ao smartphone dar as instruções sobre onde colocar a iluminação, e ângulos de posicionamento da mesma, podendo enviar directamente instruções para os aparelhos remotos para indicação de para onde e como estes se devem mover.

Da mesma forma o aparelho principal recebe informações sobre a posição dos secundários, permitindo-lhe saber a sua posição exacta e calcular pequenas e subtis diferença de velocidade no disparo dos flashs de forma a obter o efeito perfeito.

O sistema permite a obtenção de imagens de teste e controlo de grão, regulando o tempo de exposição dos flashes remotos, possuindo várias possibilidades de optimização da iluminação.

socialflash2

A patente data de Novembro de 2011 com créditos para Richard L. Baer como inventor.

Fonte: Appleinsider

Publicidade

Posts Relacionados