Arma totalmente em plástico estará disponível para impressoras 3D daqui a 2 semanas.

Ainda as impressoras 3D não estão verdadeiramente massificadas e graves problemas já se colocam à sua existência. E a criação de armas de fogo caseira são talvez o principal.

Arma lego

Cody Wilson, é o fundador da Defense Distributed uma empresa de armamento, e refere que daqui a 2 semanas será possível imprimir numa impressora 3D que use plástico ABS uma arma de mão. Mas pior ainda a arma será open source e distribuída gratuitamente na internet, sendo perfeitamente funcional e capaz de passar nos detectores de metal sem ser detectada.

Esta arma faz parte de um projecto criado por Cody Wilson em meados de 2012 com o intuito deturpado de obedecer à segunda emenda Americana que confere aos seus cidadãos o direito de porte de armas. Mas se até agora apenas partes da arma eram possíveis de ser criadas numa impressora 3D e que aguentavam apenas com 30 tiros  (30 a mais do que o que devia), Cody refere que agora apresentará um projecto de uma arma completa.

Curiosamente as autoridades parecem pactuar com a situação ao terem-lhe fornecido em Março deste ano uma licença federal que lhe permite fazer e vender armas.



A arma será constituída por 12 peças, todas em plástico ABS, um plástico robusto o suficiente para o efeito, possuindo apenas uma única peça metálica, o pino metálico necessário para furar a câmara da bala, mas tudo o resto será plástico.

Felizmente para todos nós não há ainda garantias de que a arma funcione uma vez que ela ainda não foi testada, mas seja como for, este tipo de situações deveria ser desde já algo de pesada legislação penalizadora, sob pena de qualquer um poder ter em casa uma arma de fogo capaz de tirar a vida a um terceiro.

Curiosamente os EUA possuem desde 1988 uma legislação que proíbe a criação e venda de armas indetectáveis, e apesar de aqui a arma ainda poder ser detectada pelo seu pino e munições, a arma certamente enquadra-se nessa situação. E curiosamente Cody sabe-o e está consciente que vai quebrar a lei. No entanto dado que a mesma nada refere sobre a colocação da arma na internet Cody diz que está curioso por ver o que vai acontecer.

E assim das duas uma. Ou futuramente as impressoras 3D terão DRMs pesados, e métodos de funcionamento restritivos que as impedirão de construir peças com determinadas resistências, ou então a sua compra terá de ser licenciada ou proibida.

 



Posts Relacionados