Arquitectura VISC é 40% mais rápida que o Haswell da Intel

Antigos engenheiros da Intel desenvolvem nova arquitectura VISC, 40% mais rápida que o Haswell.

VISC

Na luta pela performance tudo conta. Velocidade de relógio é a forma mais simples, mas as verdadeiras melhorias surgem nas novas arquitecturas.

Ora dois ex engenheiros da Intel que sairam da empresa em 2006 e 2008 ciraram uma nova empresa chamada Soft Machiones e trabalharam numa nova arquitectura de processador

E agora mostraram a sua arquitectura Virtual Instruction Set Computing (VISC) na “Linley Processor Conference”, bem como um protótipo 32 bits para testes.



A acreditar-se nos testes realizados pelos próprios, a performance é 40% superior aos Haswell 64 bits da Intel.

O protótipo arrancou o Linux, usou uma BIOS UEFI e correu os benchmarks no Linux. A empresa afirma que tambem pode correr o Android “Ice Cream Sandwich”.

A empresa quer agora incluir uma placa 3D e um controlador de memória no CPU.

O conceito do CPU baseia-se nos núcleos virtuais e nas tarefas hardware igualmente virtuais. É um desvio do conceito tradicional usado nos processadores e pode desta forma usar mais do que um único núcleo para calcular uma única tarefa. E com compiladores optimizados este tipo de vantagem pode melhorar ainda mais a nível de performances, e onde os antigos processadores com código não optimizado sobrecarregariam um único núcleo, aqui há uma divisão automática de TODAS as tarefas pelos vários núcleos.

Os representantes da Soft Machines garantem compatibilidade com o software actual.

Por detrás do projecto estão suportes de gigantes como a Samsung,  GlobalFoundries, AMD e alguns gestores de alto nível da Intel.



Posts Relacionados