As bicicletas não poluem. Mas eis uma que até despolui.

As bicicletas são amigas do ambiente uma vez que não causam poluição. Mas agora há uma nova que é ainda mais amiga, e chega mesmo a consumir o dióxido de carbono, produzindo oxigénio.

As bicicletas não poluem, e o exercício derivado do seu uso faz bem à saúde e aos pulmões. Mas infelizmente nem todos estão nas mesmas condições para tirar todo o partido das bicicletas, e aqueles que vivem em maiores cidades e particularmente quem vive em cidades extremamente poluídas, pedalar obriga à absorção de uma grande quantidade de gases poluídos que de bom para a saúde nada tem.

Foi com essa situação em mente que a Lightfog, uma empresa de bicicletas sediada em Banguecoque planeia criar a sua bicicleta amiga do ambiente e que inclusive purifica o ar.

A ideia passa por colocar um purificador de ar na guiador da bicicleta. Este purificador absorve o ar que vem de frente para a bicicleta que faz passar por uma série de filtros, expelindo para a cara do ciclista ar puro. Mas mais ainda o sistema possui um processo que imita a fotossíntese, alimentado por uma bateria de iões de lítio, e que produz oxigénio que é atirado para a cara do ciclista.

bicicleta-fotossintese



Temos assim uma bicicleta que não só não polui, mas ajuda igualmente a reduzir a poluição, mas mais importante que isso, reduz a quantidade de gases emitidos pelos veículos que o ciclista absorve durante a sua viagem e que podem prejudicar não só os pulmões, como inclusive causar problemas de coração. E ironicamente, são aqueles que usam os meios de transporte menos poluentes, como é o caso da bicicleta, que estão mais sujeitos a absorver esses gases.



Posts Relacionados