As previsões do Torrent Freak relativas a pirataria para 2016

piracy

Tendo lido as previsões do Torrent Freak relativamente a questões de pirataria para 2016, e analisando o que tem vindo a acontecer ao longo dos anos, achei as mesmas perfeitamente possíveis. Daí que resolvi publicar!

O Torrent Freak fez um artigo com algumas previsões para 2016, todas elas relacionadas com acontecimentos recentes reais, e prevê que em 2016 a situação possa passar a um nível superior. Eis três das previsões que achamos mais chocantes, mas que vemos como possíveis de poderem acontecer:

Previsão 1

O que se viu em 2015 foi uma série de empresas, quer directamente, quer através de entidades que defendem os direitos de autos a processar centenas de milhares de pessoas, operadores de websites, criadores de software, e mesmo um dos grandes fornecedores de internet dos Estados Unidos. Daí que para a previsão do TF, vai apenas um pequeno passo:

OS POSSUIDORES DE DIREITOS DE AUTORES IRÃO PROCESSAR O CHROME E O FIREFOX

Como é sabido, a RIAA e outros consideraram a hipotesse de processar o BitTorrent Inc., mas a verdade é que web browsers como o Chrome e o FireFox são na realidade a maior ameaça. É afinal graças ao seu uso que os piratas encontram a pirataria e as ferramentas para a mesma. É a partir deles que tudo se inicia, pelo que… é apenas um passo lógico.

Previsão 2

Mais uma vez, coerente. A COX COMMUNICATIONS perdeu um processo contra a BMG. E como resultado, este fornecedor de serviços de internet, um dos grandes dos EUA foi considerado responsável  pela violação da lei dos seus utilizadores. O resultado foi o pagamento de 25 milhões de dólares por danos!

A situação lançou o alerta junto de outros fornecedores de serviços que não querendo desconectar os seus clientes estão agora a correr o risco de pagar elevadas multas e estão sob pressão dos detentores de direitos de autor que possuem agora jurisprudência a seu favor.


COMO RESULTADO OS ISPS PODERÂO VIR A DESCONECTAR MILHÕES DE SUBSCRITORES QUE SE ENVOLVEM EM PIRATARIA

Naturalmente os detentores de direitos de autor irão, pelo menos inicialmente, ver isto como uma vitória, até que se vão aperceber que sem internet estes subscritores não vão pagar serviços legais com o Netflix, Spotify, e outros que acarretam receitas de milhões.

Previsão 3

Já não é novidade que nos últimos anos a MPAA, RIAA e outros, tem vindo a submeter intimações à Google. Os mesmos acusam a Google de facilitar a pirataria e acreditam mesmo que a empresa não faz o suficiente para resolver o problema. A MPAA até chegou ao ponto de contratar um famoso advogado para levar a Google a tribunal e os forçar a impor restrições aos utilizadores.

Assim a previsão é:

A GOOGLE BANE EM 2016 TUDO O QUE É PIRATA

Segundo o TF a Google deverá atirar a tolha ao chão em 2016 para evitar processos de valores elevados e evitar combater a MPAA e associados. O resultado será o desaparecimento completo do mapa de websites e links para sites como o The Pirate Bay, KickassTorrents e muitos outros. A situação poderá mesmo arrastar-se para outros websites que recebem frequentemente avisos para a retirada de conteúdos com o Netflix, IMDb, The Hollywood Reporter, Rotten Tomatoes, Spotify e o Pandora.

 

 

Publicidade

Posts Relacionados