Blackberry não está bem. E as vendas do Z10 tem sido essenciais para aguentar a empresa.

As vendas do Z10 são boas em alguns locais, mas globalmente são más.  No somatório a empresa está a perder mais clientes do que os que ganha aproxima-se rapidamente do vermelho.

As vendas do Blackberry Z10 no Reino Unido mostram bons números com mais de 1 milhão de unidades despachadas. No entanto quando analisamos as vendas globais da empresa no resto do mundo vemos que só se venderam 5 milhões adicionais de telefones nos mesmos 90 dias em que o Z10está disponível, atirando os valores globais de vendas para valores preocupantes. Há que salvaguardar no entanto que os valores das vendas do Z10 e Q10 nos EUA não estão ainda contabilizados.

Mas pior são os resultados dos Playbooks, com as vendas a não passarem das 370 mil unidades vendidas. Valores realmente baixos.

Quer isto dizer que apesar de o Z10 e o seu novo sistema operativo serem interessantes a empresa ainda tem muito que fazer para conseguir sair do mau estado em que se encontra.

As vendas no Reino unido acabaram por ser 45,8% das receitas da BlackBerry com o mercado Norte Americano, tradicionalmente o seu maior, a obter uma fatia de apenas 21,9%, a América Latina nos 19,1% e a Asia e Pacífico com 14,1%.



No ultimo quarto do ano a Blackberry perdeu 3 milhões de clientes, o triplo do perdido no quarto anterior.

No global a companhia teve lucros de 94 milhões num total de 2,9 mil milhões de dólares vendidos. Ou seja a Blackberry ainda dá lucro, mas a percentagem do mesmo face ao que necessita de vender começa a tornar-se preocupante. E com a quebra do seu mercado a continuar, rapidamente entrará nos prejuízos.



Posts Relacionados