Blizzard teve os seus servidores de WOW debaixo de ataques DDoS constantes. E mostrou competência!

Numa semana que deveria ser excitante para os jogadores de World of Warcraft, ataques DDoS estragaram a festa. Mas a Blizzard respondeu ao melhor nível.

wow

A expansão para WOW, Warlords of Draenor, lançada na semana passada e trouxe uma série de novidades que poderão vir a reactivar contas de antigos jogadores, trazendo a velha glória de WOW de novo para a ribalta. No entanto o lançamento foi assombrado por ataques DDoS maçicos aos servidores na América do Norte.

Os problemas associados foram os habituais a este tipo de ataques. Jogadores com problemas a fazer o login, e respectiva frustração pelo falhanço.

Os ataques parecem ter começado com origem na China e foram em dimensão tal que os servidores deixaram de responder, os jogadores viram-se desconectados e os servidores foram mesmo tirados do ar por 4 horas para a Blizzard tentar resolver problemas relacionados com a carga de jogadores a tentarem entrar e o ataque simultâneo. Uma combinação rara, mas aqui levada ao extremo com o lançamento da expansão.



O ataque foi confirmado pela Blizzard em um post na Battle Net, dizendo o seguinte:

A Europa foi a 1ª região onde lançamos e tivemos alguns problemas devido ao elevado número de jogadores a entrar em Draenor de uma única localização. Trabalhamos para acrescentar formas de se entrar em Draenor de forma a acalmar as entradas na nova expansão, permitindo aos jogadores que pudessem entrar desde as suas capitais bem como de alguns altares em Pandaria.

Apesar que essas soluções ajudaram imenso no lançamento na América do Norte, tivemos outros problemas, como um ataque DDoS que aumentou a latência.

Apesar de todos os problemas associados a um novo lançamento, é de louvar a forma como a Blizzard resolveu os mesmos. Vários jogos foram lançados nos últimos tempos com complicações de conectividade aos servidores. Exemplos são Driveclub, Halo: The Master Chief Collection, e Assassin’s Creed: Unity (aqui a situação está relacionada com performance que aumenta se o jogo for jogado offline). E esses jogos ainda estão a trabalhar para resolver todas essas falhas.
Ora a Blizzard não só resolveu os problemas no jogo bastante rapidamente, como ainda foi prejudicada por uma ataque DDoS. Mesmo assim localizou as causas das situações e deu a volta por cima graças a uma série de pequenos patches enviados de rajada, mostrando que a sua experiência no mundo do online é um valor inestimável.
Fossem todos assim e estaríamos bem melhor. Veja-se o caso de Driveclub, lançado à mês e meio e ainda sem os problemas resolvidos.


Posts Relacionados