Cada vez são mais os governos a pedir informação ao Facebook sobre os seus cidadãos

Os pedidos de informação, e de bloqueio de informação, feitos pelos governos ao Facebook crescem cada vez mais.

A cada 6 meses o Facebook revela detalhes sobre como os governos dos vários países lhes solicitam informação relativa a dados presentes na plataforma. E mais uma vez o relatório, denominado ‘Global Government Requests Report’ mostra que os países continuam a tirar partido deste caminho para obter informação sobre os seus cidadãos.

E vemos que só na primeira metade de 2015, os pedidos feitos por governos e forças da lei aumentaram 18%, parando de 35,051 pedidos para 41,214.

De longe quem mais dados solicita são os Estados Unidos com 26,579 pedidos de dados de contas de utilizadores nesse período. Desses pedidos o Facebook respondeu a 17,577, o que corresponde a 79.85 % do que foi pedido. A seguir temos a Índia com 6,268 pedidos e o Reino Unido com 4,489.

O relatório dá tambem conhecimento de pedidos de restrição de conteúdo feito pelos governos que aumentou 112% face à segunda metade de 2014, numa passagem de 9,707 pedidos, para 20,568.

A maioria destes pedidos surgem da Índia: Num período de 6 meses foram pedidas restrições a 15,155 pedaços de conteúdo. A Rurquia segue-se com 4,496 pedidos. A França e a Alemanha aparecem na lista com algumas centenas de pedidos.

Publicidade

Posts Relacionados