Call of Duty 2014 quer efeitos de nova geração na X360 e PS3

Um anuncio a contratar programadores para a Sledgehammer Games mostra que a empresa tem grandes ambições para Call of Duty 2014.

Call of Duty 2014

A Sledgehammer Games está a melhorar a sua equipa para a criação de Call of Duty 2014 (o nome final é desconhecido, mas há rumores de que será uma nova versão da série Modern Warfare).

E para esse efeito a equipa publicou vários anúncios de contratação para 11 novos membros desde designers de interface, artistas gráficos, designers de níveis e artistas de personagens.

Mas o mais interessante foi a procura de artistas para efeitos visuais, e na descrição do anuncio podia-se ler os seguintes extractos devidamente traduzidos.

Publicidade

Retomando o nosso artigo

… irão trabalhar em proximidade com os principais artistas de efeitos visuais, Director de arte, Director técnico de arte, Iluminação e equipa de design para criar os efeitos de luz mais excepcionais com hiper realismo para o nosso presente projecto.

… os candidatos terão a oportunidade de contribuir em várias áreas de efeitos em jogo incluindo mas não excluindo efeitos de armas, destruição de veículos, simulação em larga escala de corpos rígidos e efeitos de ambiente como fogo, fumo, agua e efeitos meteorológicos.

… as qualificações deverão incluir pelo menos 2 a 3 anos de desenvolvimento de efeitos visuais de procima geração em hardware de consolas (360, PS3)

… experiência com, e bom conhecimento de trabalho das limitações e expectativas da actual geração de hardware (360, PS3).

O que estes anúncios parecem dar a entender é que a Sledge Hammer pretende criar um jogo para a nova geração de consolas, e incluir o máximo possível de efeitos na PS3 e Xbox 360, criando uma versão hibrida e um patamar superior ao que habitualmente a anterior geração nos habituou.

Curiosamente o CEO da Activision, Eric Hirshberg tinha já referido numa entrevista que Call of Duty 2014 “será uma produção de próxima geração e o jogo da actual geração será uma versão da mesma.

Aguardemos para ver o que sai daqui, pois o que é certo é que ano após ano COD tem sido mais e mais do mesmo, com um motor antiquado e ultrapassado. Será que é desta que efectivamente evolui?

Fonte: MP1st

Publicidade

Posts Relacionados