CEO da Unity afirma que a arquitectura e 8 GB GDDR5 da PS4 permitem fazer coisas que até agora eram apenas ficção.

O Motor gráfico unity é uma motor multi plataforma com suporte a quase todas as tecnologias do mercado e usado por vários jogos. Agora o CEO da empresa que o fabrica e que dá pelo mesmo nome, refere que a arquitectura e 8 GB GDDR5 da PS4 permitem fazer coisas que até agora eram apenas ficção

Curiosamente ainda recentemente vos falamos do motor Unity e da sua demonstração de capacidades gráficas para a criação de personagens ultra-realistas. Mas agora este motor multi plataforma vai igualmente suportar a PS4 e a Xbox One.

Relativamente à PS4, muito tem vindo a ser referido sobre o uso de 8 GB de memória GDDR5 como memória de sistema. E foi sobre essa situação que o CEO da Unity, David Helgason, falou.

Assim, quando questionado sobre se os 8 GB de memória RAM unificada seriam uma vantagem para os criadores que usassem o Unity Engine na PS4, Helgason respondeu:



Completamente. Esta arquitectura simplifica o desenvolvimento, e faz com que técnicas que anteriormente eram apenas do reinado da ficção científica se tornam exequíveis. Pretendemos fazer isto extremamente poderoso e extremamente fácil de usar, como tudo o resto que fazemos.

Naturalmente que isso não quer dizer que a empresa vá negligenciar a Xbox One

O motor Unity é um facilitador. Queremos fazer ferramentas que permitam que seja tão simples quanto possível colocar jogos e outros produtos em frente ao maior número de olhos possível. Iremos, claro, oferecer compatibilidade completa com todas a características únicas das plataformas da Sony Computer Entertainment e da Microsoft.

Como provavelmente saberão, a filosofia da Unity é largamente acerca da inclusão. Fazemos o que podemos para colocar ferramentas poderosas e profissionais nas mãos do número máximo de criadores que conseguirmos. Queremos que cada criador, seja ele de um estúdio grande ou de uma equipa de apenas uma pessoa, tenha as mesmas hipóteses de sucesso. A Sony, e mais recentemente, a Microsoft, moveram-se para uma posição onde estão muito mais abertos para os pequenos estúdios colocarem jogos nos seus sistemas e estamos muito contentes por ver essa mudança. É algo que achamos que é bom para a industria como um todo e para os jogadores.

Como repararam a entrevista é quase toda ela promocional do produto que a Unity cria, mas é curiosa a frase relativa à PS4 onde referem que a arquitectura e memória unificada permitirão criar técnicas que anteriormente eram impossíveis, ou como referido, “do reinado da ficção”.

Sinceramente não estou a ver bem o que poderá ser, mas fico ansioso a aguardar por mais detalhes. Alguma ideia?

Fiquem entretanto com uma amostra do motor:





Posts Relacionados