Chat do Facebook poderá estar sob monitorização da CIA

facebook

Como se o Facebook não estivesse a fazer sozinho um bom trabalho ai não dar qualquer privacidade aos seus utilizadores, sabe-se agora que a rede social poderá está a ser alvo de espionagem não autorizada ou a participar na mesma de forma consciente.

facebook

Recorded Future. Uma empresa parte Americana, parte Sueca que é apoiada pela Google, mas tambem pela CIA e pela NSA. E de acordo com um relatório da Sputnik News, a empresa está a manter sob vigilância todas as conversações realizadas no Facebook.

Como o nome até deixa transparecer, esta empresa compila dados recolhidos por toda a internet e analisa-o de foma a tentar prever eventos futuros, especialmente actividades terroristas. E até aí nada de anormal, não fosse o facto de a empresa não limitar as suas pesquisas aos terroristas conhecidos e suspeitos, mas abranger basicamente tudo e todos.

A questão aqui é que o Facebook não faz parte exactamente daquilo que é a internet aberta. É no fundo uma rede fechada e onde os utilizadores acreditam poder ter um determinado nível de privacidade, especialmente no seu chat que apenas deveria ser acessível aos intervenientes.

A espionagem foi descoberta por mero acidente. Um grupo de programadores estavam a fazer um teste na aplicação de chat, e ao analisarem o pacote após o enviarem e receberem de volta o mesmo não possuia apenas os dados espectáveis mas igualmente outros endereços que não deveriam ali estar. Alguem de fora estava a interceptar e analisar a transmissão.

Mas os programadores foram mais longe. Dado que estavam a transmitir dados situados num link público, poderia ser que alguem o tivesse descoberto e estivesse no local. Daí que enviaram um link criado na altura e privado. Mas o resultado foi o mesmo. O passo seguinte foi recolher o IP que não deveria ali estar e tentar descobrir de quem era. O resultado: Recorded Future.

Naturalmente quer a empresa quer o Facebook negam conhecer a situação. O Facebook, nega qualquer parceria com essa empresa, e a Recorded Future alega que apenas analisa dados públicos do Facebook.

 

Publicidade

Posts Relacionados