Cientistas descobrem fóssil de pássaro de 4 asas que aterrava como… um avião.

Um fóssil de um pássaro de 4 asas foi descoberto. E aterrava como um avião.

A provincia de Liaoning no norte da China é já famosa por ser fonte dos fosseis melhor preservados do mundo. E foi uma série de fósseis de dinossauros com penas descobertas aqui que cimentaram a ideia que os pássaros são descendentes de dinossauros terapodes que evoluíram ao longo de milhões de anos.

Mas a nova descoberta que bem de Liaoning não é apenas um dinossauro com penas, é um dinossauro com penas… e quatro asas.

O animal foi chamado de Changyuraptor yangi, não tem membros extras. Na realidade tal como qualquer animal vertebrado apenas possui 4m mas todos eles evoluiram para asas com penas longas para voo. E o comprimento das penas é igualmente assinalável pois nunca nenhum dinossauro alguma vez foi descoberto com penas tão longas. As penas possuem 30 cm  e a criatura tinha cerca 1,2 metros de comprimento.

changyuraptor



Este Changyuraptor yangi poderia planar distancias consideráveis com as suas quatro asas, mas a chave do voo desde dinossauro eram as suas penas de cauda. Equipada com penas, a causa seriam quem equilibrava o animal em voo e quem desceria a sua velocidade para aterrar. Basicamente ele teria de abrandar com a cauda e levantar o nariz, tal como um avião. ainda há debate sobre se ele apenas planaria, ou se poderia bater as asas e levantar voo à vontade. O investigador principal, Luis Chiappe mo museu de história natural de Los Angeles acredita que ele poderia levantar voo pois não vê o animal devidamente equipado para subir às árvores.



Posts Relacionados