Colaboração Asus – PCManias: Problemas com Asus RT-N10 resolvidos

Como se devem recordar, analisamos aqui o router RT-N10 da Asus.

Trata-se de uma joia de um router, equipado com quatro portas LAN + 1 porta WAN, suportando as normas 802.11 b/g e n até 150 Mbps, e capaz de funcionar como router, repetidor e ponto de acesso (3 em 1), e com todas as funcionalidades de gestão de redes que seriam de esperar em aparelhos topo de gama.

Uma preciosidade, especialmente se considerarmos que pode ser encontrado à venda a menos de 30 euros.

Publicidade

Retomando o nosso artigo

Mas devem-se igualmente recordar que, após a análise a este router, colocamos um novo artigo de aviso: O RT-N10 actualmente à venda não é o mesmo que nos foi enviado para teste, uma vez que sofreu tremendas melhorias em alguns campos, nomeadamente a alteração do numero de SSID’s que este router pode gerar. Actualmente o RT-N10 é capaz de criar não duas, mas sim 4 redes virtuais dentro da mesma rede wireless, todas elas personalizáveis de forma independente.

Esta melhoria foi conseguida com a eliminação de um outro router da gama de routers da Asus, o RT-N10+, que passou então a denominar-se RT-N10. Uma melhoria que foi oferecida aos utilizadores sem aumento do custo do produto, pois efectivamente com esta troca, e apesar dos upgrades, há um manter da designação e preço.

Infelizmente nem tudo nesta passagem foram rosas. A mudança do chipset Broadcom existente no antigo router RT-N10 para um chipset Ralink que equipava o RT-N10+  trouxeram algumas alterações internas ao firmware. Teoricamente, dado que o que conta para o bom funcionamento de um rede é o suporte dos protocolos, e esses estão inalterados, esta mudança não deveria ser problemática… mas foi.

É que uma das capacidades que mais elogiamos ao RT-N10 no nosso teste, a capacidade de bridge com o ZON HUB, um router problemático e fechado a sete chaves pela ZON, pura e simplesmente desapareceu, e o novo RT-N10 não se consegue ligar agora numa bridge com o ZON HUB.

Publicidade

Retomando o nosso artigo

Mas temos boas notícias para vocês caso tenham ficado com o olho neste router maravilha;

Se bem se recordam, referi aqui que o teste por nós efectuado de conexão em bridge com o ZON HUB só foi dado como fracassado após um contacto telefónico junto de alguém da Asus. Contacto esse que se prontificou a dar toda a ajuda disponível, mas que não conseguiu ajudar a resolver o problema.

Mas eis que, passados alguns dias venho a saber que a Asus não anda a dormir como muitas outras empresas. E na sua política de agrado e satisfação do cliente a Asus anotou a falha referida e reportou-a à sua equipa de programadores para analisarem a situação. Eis o que temos então para vos comunicar:

– O problema e dificuldade experimentado pelo novo RT-N10, bem como por muitos outros routers do mercado desta e de outras marcas não se devem aos diversos routers, mas sim ao ZON HUB que lida com estes protocolos de conexão de uma forma ligeiramente diferente.

– Nesse sentido a equipa da Asus analisou a questão e alterou o firmware do RT-N10 de forma a que consiga com sucesso ligar-se ao ZON HUB.

– Esta alteração será apresentada ao público na forma de um novo firmware que será disponibilizado brevemente, mas que se encontra disponível para nós (PCManias), caso o pretendêssemos sob a forma de uma versão beta. Infelizmente, neste momento não possuímos acesso a nenhum destes routers, pelo que agradecemos à Asus a disponibilidade, mas não podemos testar o mesmo.

Desta forma resolvemos publicitar os esforços da Asus nesse sentido. A empresa revela-se mais uma vez líder de mercado, sensibilizada para a satisfação ao cliente, e de uma disponibilidade única. É pena que não possamos testar o firmware em causa pois gostaríamos certamente de garantir a resolução do problema. Não o podendo fazer, fica apenas o alerta aos nossos leitores para que se mantenham atentos ao lançamento deste firmware, bem como os agradecimentos à Asus, empresa com a qual temos o prazer de colaborar esperando manter com eles este espírito de ajuda mútua, como aconteceu neste caso. Afinal todos lucramos com isso!

Publicidade

Posts Relacionados