Como as notícias são…

É impressionante como para manter certos egos se deturpa uma notícia.

ghosts

Call of Duty foi durante anos o jogo que mais receitas obteve no seu lançamento.

No entanto, recentemente foi batido por Grand Theft Auto que fez 800 milhões de dólares em vendas no primeiro dia e passou os mil milhões em três dias.

Agora o desejo da Activision é bater novamente Grand Theft Auto, o que poderá vir a acontecer, apesar de na parte que nos toca considerarmos o Call Of Duty, tecnológicamente,  um jogo 10 anos atrás de Battlefield 4.

Publicidade

Retomando o nosso artigo

Mas o engraçado é como as notícias são, e a forma como os fanboys, mais uma vez, distorcem todo o tipo de notícias para conseguirem levar a água ao seu moinho.

Mas felizmente aqui na PCManias essa coisa de fanboys é algo que nos passa ao lado. Somos consumidores, o dinheiro custa-nos a ganhar e queremos o melhor produto, e o resto são fait divers” que passam ao lado. Daí que a nossa informação se baseie nesse princípio.

O problema com esta “fanboyice” é que aquilo que não é verdade acaba por ser noticiado como sendo verdade. Eis o que se passou:

A Activision (e isto não foi inocente), comunicou que enviou para os retalhistas cópias de Call of Duty: Ghosts em valor que supera os mil milhões de euros.

Ora isto não quer dizer que a Activision fez mil milhões de euros de lucro no primeiro dia de vendas. Apenas que caso tudo o que existe nas lojas fosse escoado, essa seria a receita obtida.

Mas as notícias que circulam pela internet já são claras. Call of Duty bate Grand Theft Auto ao vender mil milhões de euros no primeiro dia.

A notícia original, e dada de forma clara, foi referida pelo Gamespot, mas tudo o que se seguiu a isso, deturpou a notícia ao máximo.

Isso não quer dizer que Ghosts não venha a vender os mil milhões. Apenas que as notícias que circulam actualmente são pura e simplesmente FALSAS e estão a conduzir muitos orgãos de informação credíveis em erro.

Naturalmente, quanto a isso, e sendo a Activision uma empresa cotada em bolsa, nada como ir directamente ao Nasdaq para tirar a limpo a situação e confirmar a falsidade das notícias.

Publicidade

Posts Relacionados