Como em 1983 se previa o futuro dos videojogos. Será que isso se concretizou?

Evolution

Screen Play de George Sullivan é um livro de 128 páginas publicado em 1983 e no qual o autor prevê o futuro dos video jogos. Mas será que as coisas evoluíram como previsto?

Como será que em 1983 se imaginava que os videojogos iriam evoluir?

Naturalmente há muitas teses, mas tenho de destacar o livro Screen Play de George Sullivan. É que curiosamente este autor acerta na “mouche” no que toca a ter uma noção do que seria a evolução dos videojogos para os dias de hoje.

Sem estar com muitos rodeios, acho que uma ilustração deste livro é suficiente para se ver o que este autor preconizava para o futuro. Vejam:

Future3

Reparem no que o autor refere:

No que toca a jogos de desporto de TV seremos provavelmente capazes de controlar cada um dos membros da equipa individualmente. Estes jogos terão voz electrónica sintetizada e o árbitro dirá quando estão offside ou vos é dada a marcação de um livre.

Que tal? Com excepção da voz sintetizada que já foi ultrapassada à muito tempo… é o que temos no FIFA e no PES. E isto em uma previsão com 33 anos, e onde os jogos nessa altura eram apenas sprites 2D.

Os jogos de dispositivos portáteis ainda terão cristais líquidos mas provavelmente terão todas as cores e serão tão detalhados e realistas como as imagens de um programa de TV atual.

E é aqui que o autor falha. É que na realidade a qualidade de imagem atual é bem melhor que a da TV em 1983, hehehehe.

Mas é incrível como em 1983 se consegue prever as coisas com esta clareza. Não foram todos os autores que o fizeram, muitos outros entraram por caminhos que não se verificaram, mas aqui o autor foi certeiro.

Publicidade

Posts Relacionados