Como tirar fotos a um buraco negro?

O problema de se tirar uma foto a um buraco negro é que a foto é nada mais, nada menos, do que a captura de luz. E haverá algo menos fotogénico no universo do que algo que absorve toda a luz?

O problema de tirar uma foto a um buraco negro é que não há nada para fotografar. O buraco consome toda a luz à sua volta!

Mas os cientistas pensaram numa forma, e o que pretendem é obter uma imagem usando a terra como um telescópio gigante. E para isso precisam de todos os telescópios do mundo a olhar para a borda do buraco.

GIF simulating Einstein rings around a black hole (via Wikimedia)

Apesar de a maioria dos astrofísicos acreditarem na existência de buracos negros, na realidade nunca ninguém viu nenhum. Mas a tecnologia está agora suficientemente avançada que podemos capturar imagens de buracos negros e ver se eles existem tal como revisto: Se não há um “event horizon” (horizonte de eventos), não há buracos negros.



Para esclarecer, o “event horizon” é a borda onde tudo se torna em nada (ver foto teórica). A teoria refere que há um grande buraco negro no centro da nossa Via Lactea e será esse buraco que o projecto pretende fotografar.

Desta forma é preciso um conjunto enorme de telescópios, todos com os dados recolhidos a serem tratados por supercomputadores. Ou nas palavras do Space.com, um método que permite a criação de um telescópio virtual do tamanho do planeta terra.



Posts Relacionados