Conferência da Square Enix

A Square Enix, com a compra da Eidos, juntou um extenso catálogo de IPs ao já enorme catálogo da produtora. Novidades não faltaram e a filosofia de apostar em novos meios, novas plataformas e de se reiventar esteve bem presente nos anuncios que foram feitos.

A ausência mais notória foi Final Fantasy XV (um pequeno vídeo e nada mais), o que não augura nada de bom… Mas graças aos inúmeros IPs que a produtora tem no seu catálogo, até passamos bem sem ele.

Just Cause 3 – Relativamente à história nada a dizer, mas o jogo está um espetáculo. O jogo tem uma escala enorme e um detalhe primoroso. As paisagens são ricas, coloridas e enormes. Os novos movimentos e a capacidade de destruição com o gancho e corda são impressionantes. Podemos mandar tudo a baixo e o limite é a nossa imaginação. Espetacular. Vem aí um grande jogo no dia 1 de Dezembro de 2015!

Novo Nier – Afinal a Xbox não é a única a receber um exclusivo da Platinum. O próximo Nier sairá em exclusivo para a PS4, mas possivelmente só no fim de 2016 ou 2017, com sorte. O primeiro Nier foi muito criticado pelos visuais e este está no mesmo caminho…

Rise of the Tomb Raider – O jogo poderá não estar à altura de outros títulos graficamente, mas para título cross-gen está um espetáculo! E comparando com o anterior há uma evolução enorme! A escala está fantástica e não sei como deixou-me nostálgico! Houve um vídeo mostrou o detalhe na personagem, que está impressionante e muito melhor que o que tinhamos visto inicialmente no vídeo gameplay na conferência da Microsoft. E supostamente é o mesmo modelo in-game! Penso que o que vimos era a versão da ONE. estou curioso para ver o que conseguiram na 360.

Lara Croft GO – Pessoalmente Hitman Go, embora seja um bom jogo, é um degenerar de algo completamente diferente. Lara Croft Go é algo do género. Ao ver isto, acho que poderá ser um bom título mobile mas não lhe vejo piada. Talvez seja por acompanhar a série à tanto tempo, mas acho que não merecia isto. Se é para continuar assim, que voltem aos clássicos e façam remakes para as portáteis como a Vita e a 3DS. Angel of Darkness podia ser acabado…

Final Fantasy VII – O mesmo trailer que na conferência da PS4. A versão PC de Final Fantasy VII que estava para ser lançada na PS4 foi adiada mais uma vez e virá para o iOS.

Kingdom Hearts Unchained Key – Não sei se era mesmo isso que todos estavam à espera… O Kingdom Hearts anunciado é mobile. E só. Aplausos acabrunhados no fim.


Kingdom Hearts III – Depois de quase ter provocado um ataque cardíaco a todos, finalmente a Square Enix revela Kingdom Hearts III! E com um aspecto fantástico como seria de esperar de um título Next Gen, para a PS4 e Xbox ONE (versão PC não foi mencionada).

World of Final Fantasy – fazendo menção aos velhos títulos 2D, o título parece ser mais um elogio à série que outra coisa. Passa-se num universo diferente de todos os outros títulos, e parece voltar às raízes introduzindo elementos de gameplay que ajudaram a definir a série no passado. Chega em 2016, em exclusivo para a PS4 e PS Vita.

Hitman – Só não confirmou se é um reboot, mas gameplay tivemos. O suporte será continuado com a disponibilização de novas missões ao longo da vida do jogo (o que significa que o jogo poderá não ter fim). Os gráficos estão muito bons, mas parece ter herdado muito do anterior. Chega a 8 de Dezembro (o jogo ou pelo menos uma beta). Segundo os rumores o jogo será lançado digitalmente, com alguns contratos de assassinato. E posteriormente será expandido com novos contratos ao longo do tempo. Talvez ao mesmo estilo de Life is Strange ou The Walking Dead da Telltale, só que em vez de episódios, temos missões.

Star Ocean: Integrity and Faithlessness – Foi apresentada gameplay. Os gráficos não estão grande coisa, e a gameplay é o mesmo sistema a que a série já nos habituou. O produtor prometeu que os combates iriam incluir novidades. O jogo chega em 2016 à PS4, e o alvo são os 60 fps.

Deus-Ex Mankind Divided – O protagonista está a viver no geto, trabalha para uma nova equipa da Interpol, e tem a missão de impedir ataques terroristas em todo o mundo. Além disso, juntou-se hacktivistas para impedir um grupo de pessoas poderosas, que manipula eventos mundiais de grande repercussão social, de acordo com os seus próprios interesses. Novos equipamentos estão prometidos, e as nossas escolhas alteram a história e jogabilidade. A primeira gameplay foi revelada e o aspecto está fantástico. O jogo chega no ínicio de 2016, para PC, PS4 e Xbox ONE.

Project Setsuna – Sobre a tutela de um novo estúdio (Tokyo RPG Factory ) é um título completamente novo e será um RPG ao bom estilo japonês. Está em desenvolvimento e está planeado para ser lançado em 2016.

[youtube http://www.youtube.com/watch?v=aQwlJzROy38]

Publicidade

Posts Relacionados