Confirma-se: Windows 8.1 traz o botão de start e o arranque para o ambiente de trabalho tradicional.

Pois é… Parece mesmo que a Microsoft anda a testar os limites dos utilizadores. Impinge situações que não lhes agradam, mas quando estes se queixam… vota atrás. Está a ser assim com a Xbox One, e é assim com o Windows 8.

windows81

Com o Windows 8 a Microsoft resolveu “impingir” aos utilizadores um novo interface gráfico. Mas mais do que isso, forçou o mesmo a ser o ambiente de trabalho por defeito. E para forçar mais rapidamente a sua adopção, no ambiente de trabalho clássico, a Microsoft removeu totalmente o botão de START. A ideia: Complicar o uso do ambiente de trabalho tradicional ao ponto de, a ter de se aprender a dar a volta aos limites, porque não aprender o novo interface?

Mas a coisa caiu mal! O Metro pode ser muito bom para tablets, mas não o é certamente para computadores de secretária. E falando por mim a primeira coisa que fiz foi colocar o meu computador com Windows 8 a arrancar para o ambiente de trabalho, e acrescentar-lhe o botão de Start. Era incompreensível, e mesmo inaceitável para mim que tal não acontecesse, sendo que preferia instalar o Windows 7 caso tal não fosse possível.

No entanto estas alterações não são simples. E sem o uso de software de terceiros não estão acessíveis de forma facilitada a todos.



Seja como for, a situação caiu mal junto dos utilizadores que não aderiram da forma esperada ao Windows 8. E pior que os utilizadores foram as empresas que não conseguiram ver qualquer interesse no novo interface, nem nas limitações impostas ao antigo.

Mas agora a confirmação surge da parte de um respeitado Blogger Paul Thurrott que teve acesso a esta versão do Windows: O windows 8.1 trará de volta o botão de Start e a opção para arranque directo para o ambiente de trabalho clássico (apesar de esta opção estar desligada por defeito).

Outras novidades incluem a possibilidade de se colocar o mesmo fundo usado no ambiente de trabalho a ser partilhado pelo Start Menu (interface Metro).

Com esta medida, o Windows 8 pode agora começar a ganhar o mercado que merece. É efectivamente um excelente OS, mas que, devido às teimosias da Microsoft que são agora corrigidas, se viu limitado, caindo assim em desgraça junto dos utilizadores.

Fonte: Winsupersite



Posts Relacionados