CPU da PS4 é mais potênte que o da Xbox One?

Segundo se sabe o CPu da Xbox One corre a 1,75 Ghz, e o da PS4 a 1.6 Ghz. Mas será que isso é mesmo assim?

Apesar de a Sony nunca ter revelado oficialmente as especificações do seu CPU, acredita-se que o mesmo correrá a 1.6 Ghz. Já a Xbox One sabe-se oficialmente que corre a 1.75 Ghz.

Apesar de vários rumores que referem a possibilidade de o CPU da PS4 usar a tecnologia Turbo Core da AMD, tal nunca foi confirmado. Mas se nada existe, então as performances do CPU da PS4 terão de ser inferiores às do CPu da Xbox One, particularmente se a PS4 não implementar a tecnologia hUMA, que reduz as latências da GDDR5. Caso essa tecnologia não exista, as performances do CPU sofrerão ainda mais.

Ora os dados que vos trazemos não compravam a existência da tecnologia hUMA, ou da existência da tecnologia Turbo Core. Mas no entanto comprova que, seja por A ou por B, o CPU da PS4 se revela mais potente do que o da Xbox One.

Substance-Engine_Texture-Generation



O gráfico apresentado diz respeito à criação de texturas comprimidas DXT, usando o motor gráfico Substance, e usando apenas um único CPU.

E os resultados mostram várias situações curiosas.

Não só a PS4 se mostra mais rápida que a Xbox One ao gerar 14 MB/s de texturas contra 12 MB/s da Xbox One, mas o motor mostra que a PS4 usando os seus dois CPUs bate o i7 da Intel neste tipo de operações (14*2=28 Mb/s). A Xbox One atinge os 24 MB/s, aproximando-se igualmente bastante do i7.

Mas o mais interessante de tudo é que o DXT é o formato de compressão de texturas do DirectX, um standard da Microsoft e usado pelos PCs e pela Xbox, mas não pela PS4. E mesmo assim, ao usar compatibilidades, a PS4 consegue bater a Xbox One que utiliza uma versão optimizada do DirectX.

Naturalmente as performances do i7 são inferiores às reais, e o facto de o DirectX usado pelo Windows 8 para PC não ser um API de baixo nível, rouba muita da performance do sistema.

Naturalmente este é apenas um tipo de cálculo e de forma alguma representativa das reais capacidades genéricas dos CPUs, mas não deixam de ser resultados curiosos e que deixam a pensar.



Posts Relacionados