CPU do Stadia da Google ainda é um mistério

Apesar que se pensava que a situação seria esclarecida nos dias que se seguiram à apresentação, a realidade é que o CPU usado pela Google continua a ser um mistério.

Apesar de vários websites noticiarem recentemente que os processadores que a Google usa são Intel, tal não corresponde à verdade, e o mistério sobre quem fornece os CPUs à Google continua.

COmo se sabe a Google anunciou um CPU de uma forma misteriosa, com características que não permitiam saber ao certo quem era o seu fornecedor. Mais ainda, a AMD aparecia no seu quadro de parceiros, mas no mesmo não existia qualquer outro fabricante de hardware, o que leva a especular que os CPUs serão igualmente AMD, mas tal não constituiu uma prova inequívoca que tal acontece.

Atuamente vários websites afirmam que o CPU é intel, pois segundo eles a AMD confirmou que os CPUs não eram seus, o que só permite uma alternativa dada a performance necessária, a de os CPUs serem intel.

No entanto essa notícia baseia-se em princípios errados. Na realidade o que se passou foi que a revista PCGamer questionou a AMD sobre os CPUs, tendo recebido uma resposta mais ou menos nestes termos:



A Google apenas anunciou que os GPUs eram AMD.

Basicamente isto foi entendido como uma confirmação da AMD de que os CPUs não eram seus, mas tal é uma mera conclusão baseada numa resposta claramente incompleta. A realidade é que a Google quando questionada directamente sobre de quem são os CPUs responde igualmente de forma enigmática:

Nesta fase não pretendemos dar a conhecer mais nada sobre a arquitectura da Stadia.

Basicamente o que se torna claro é que a Google não quer dar a conhecer mais nada sobre a Stadia, e que a AMD nesse sentido alinha com a Google ao não revelar nada mais do que a Google anunciou. Os motivos para tal não são ainda claros, mas o que parece claro é que a AMD respeita este desejo da Google e ela própria não avança com dados. A sua resposta poderá efectivamente dar a entender que os CPUs não são seus, mas o certo é que tal não passa disso, de um dar a entender, pois na realidade, a AMD limita-se a constatar uma realidade, que a Google apenas anunciou que os GPUs eram AMD.

Daí que Intel ou AMD, tal continua a ser uma incógnita.



newest oldest
Notify of
Brunoab
Visitante
Brunoab

Se for rack com Epyc?

Um rack com 1 CPU de 32 núcleos e 4 placas gráficas? 8 núcleos para cada placa, 4 sessões de jogo por rack?

Talvez falar qual seja a CPU entregue a estrutura exata dos racks que o Google usa e isso seja informação dada para a concorrência.

Fernando
Visitante
Fernando

A CPU tanto faz, sendo Intel, que provavelmente é, ou AMD, não vai mudar nada. Ambos são equivalentes no que podem fazer em jogos e o suficiente para a estimativa de performance de até 60fps. A informação que importa mesmo é saber se a GPU é do nível Vega ou se já é algo no campo da Navi. Pois provavelmente, 10tflops Navi deve ter performance perto da Radeon 7 em games.