Da morte do 3D nas TVs só fico com pena de se acabar a possibilidade de jogar jogos co-op em ecrã total!

A partilha de ecrãs foi algo que produtoras de video jogos e que tambem produzem TVs, como é o caso da Sony, poderiam ter publicitado para vender Tvs, e que poderia ter salvo o 3D… Mas no entanto isso não aconteceu! E assim perdeu-se com o 3D uma tecnologia que para jogos co-op numa mesma consola, era fantástica..

O 3D é uma caracteristica que está em decadência e que irá eventualmente desaparecer dos nossos televisores. Mas é algo que na realidade poderia ter sido muito mais explorado pelos jogos, particularmente por empresas como a Sony que fabrica não só consolas, como TVs.

Do que falamos?

Bem, como sabem existem duas tecnologias 3D para TV, as baseadas em óculos activos e as baseadas em óculos passivos. Se a primeira é controlada por um sensor de infravermelhos colocados em óculos dotados de baterias e que mecanicamente controlam o bloqueio da vista esquerda e a direita de forma alternada, a um ritmo de 60 vezes por segundo, os óculos passivos funcionam recebendo polaridades de imagem diferentes do ecrã, sem necessitarem de qualquer tecnologia nos oculos em si, mas apenas de lentes polarizadas com cargas diferentes: Uma positiva, uma negativa!

Esta é a tecnologia que a REAL 3D utiliza atualmente nos cinemas e cujos ocúlos podemos adquirir a 1 euro!



Dado que no caso de uso de óculos passivos a tecnologia está no ecrã e não nos óculos, estes são apenas uma armação com dois pedaços de plástico como lentes, e com polaridades diferentes. Um dos olhos só vê os fotogramas enviados com polaridade positiva, e o outro só vê os fotogramas enviados com polaridade negativa!

Ora nestes óculos era possível fazer-se uma pequena brincadeira que se denomina DUAL PLAY. Basicamente precisamos de dois pares de óculos iguais daqueles que arranjamos no cinema e nos quais vamos extrair uma das lentes.

Em um retiramos a lente da esquerda e no outro retiramos a lente da direita. Como estes óculos não possuem grande design e possuem lentes basicamente ovais ou retangulares, podemos colocar a lente extraída do lado direito no lado esquerdo do outro óculo, e vice versa. E assim ficamos com dois pares de óculos, um todo ele polarizado positivo, e o outro todo ele polarizado negativo (fiz isso com pleno sucesso).

E isto quer dizer que um par de óculos irá apenas ver os fotogramas pares e o outro, apenas os fotogramas ímpares! Ou seja, num filme 3D, ambas as pessoas com estes óculos vão ver o filme a 2D pois um só vê as imagens destinadas a um dos olhos, e o outro a destinada ao outro.

E é aqui que reside a virtude desta situação. E se em vez de termos aqui um filme com a mesma coisa apenas filmada de uma perspectiva diferente, tivéssemos duas imagens completamente diferentes?

O Dual Play é exactamente isso! Num jogo como Star Wars: Battlefront que nos apresenta ecrã dividido lado a lado (side-by-side ou SBS) para dois jogadores, se enganarmos o televisor dizendo-lhe que estamos perante um filme 3D SBS, ele vai colocar as duas metades em ecrã total. O mesmo pode ser feito no Call of Duty Ghosts mas dado que aqui o ecrã é dividido com um jogador em cima e outro em baixo (Top e Bottom, ou TB), aqui teriamos de escolher 3D TB.



O resultado a olho nú será terrível. Aqui não teremos a imagem desfocada de um filme 3D onde ambas as imagens são iguais mas apenas filmadas de uma perspectiva diferente, e dado que ambas as imagens podem ser radicalmente diferentes, o que vamos ver no ecrã será uma salgalhada total e quase imperceptível.

Mas metendo na cara um dos óculos… vamos apenas ver em ecrã total aquilo que antes apenas uma das metades do ecrã estava a mostrar. E colocando os outros… o que mostrava a outra metade!

Ou seja, duas pessoas podem estar a jogar em ecrã inteiro, e a verem coisas completamente diferentes!

A LG suportava esta tecnologia, vendendo mesmo óculos Dual Play (já com as duas lentes com a mesma polarização), e tendo mesmo nos menus a opção DUAL PLAY. Mas qualquer televisor o pode fazer desde que suporte 3D.

A diferença no suporte deste modo Dual PLay face à escolha de um modo 3D SBS standard passava apenas pela optimização do refrescamento da TV. É que se num filme 3D normalmente contamos com uma taxa de fotogramas mais baixa e fixa, nos jogos eles não só não são fixos como podem ser mais ou menos. Para além do mais, num filme 3D um olho verá uma imagem próxima do que o outro vê, mas neste modo, o ecrã pode ter de alterar totalmente entre fotogramas.

Isto quer dizer que o tempo que o ecrã demora a limpar-se é relevante e o suporte à tecnologia Dual Play garante que os pixels da TV foram concebidos para tentarem responder mais rapidamente a mudanças radicais entre fotogramas.

Caso o ecrã não seja rápido o suficiente, vamos ter ligeiros fantasmas no ecrã pois ainda vamos captar os pixels a apagar da imagem anterior, algo que piora quando maior for a taxa de fotogramas.

Mas suporte ou não a tecnologia Dual Play, qualquer televisor 3D podia suportar este modo, e caso fosse rápido o suficiente, com bons resultados!

E da tecnologia 3D nas TVs é desta tecnologia que mais tenho pena que não tenha sido devidamente explorada!

Eis o resultado comprovado num video Youtube:



Posts Relacionados

  Subscribe  
newest oldest
Notify of
Antonio Lucas
Visitante
Antonio Lucas

(Off-topic) Mário, nunca imaginei que teríamos esses gráficos no ps4 e Xbox one e aqui tem muitos artigos sobre tecnologia mas não vi nenhum desse jogo e é muito impressionante, chega a ser fotorealista (E o trailer estava rodando em um ps4 base)

https://m.youtube.com/watch?v=gmA6MrX81z4