E se ao ligares a tua PS4 Pro a uma TV 4K só tivesses um ecrã negro – Atualizado com dados da LG

ps4-pro

O problema acontece com mais frequência do que o que seria de esperar e deve-se a incompatibilidades entre a consola e os televisores. O problema é que a Sony diz que a culpa é dos fabricantes de TV e estes dizem que é da Sony. E entretanto o utilizador não pode usar a sua consola!

NOTA: A LG reconheceu entretanto que o problema é nas suas TVs e vai disponibilizar um patch no final de Novembro. A notícia pode ser lida aqui.

A situação não é nova e já aconteceu no passado quando a Xbox One S foi lançada. A questão é que na Xbox One S a situação resolveu-se com uma actualização do firmware da consola. Mas aqui a Sony tem optado por chutar as responsabilidades para os fabricantes de TVs. E estes não a aceitam pelo mesmo motivo porque não aceitaram a mesma com a Xbox One S, exigindo à Sony que corrija o firmware da consola.

A questão é que a PS4 Pro tem-se revelado decepcionante, começando por questões de performance que até poderão vir a ser resolvidas, mas que neste momento não a tornam mais desejável do que a PS4 base, e agora incompatibilidades com TVs.

As marcas abrangidas são das mais variadas incluindo a LG, Samsung, Philips, Vizio e muitas outras, incluindo TVs da própria Sony. Os amplificadores AV de diversas marcas são também afectados por esta questão do ecrã negro.

Mas a questão do ecrã preto nem é a única, com muitos utilizadores a reportarem problemas algo diferentes como o facto de a sua TV 4K HDR não lhes mostrar o HDR a 4K, limitando o sinal a 2K HDR. E isto em TVs que já demonstraram reproduzir filmes UHD com HDR a 4K com HDR sem problemas!

A piorar tudo isto temos o facto que nem mesmo perante o facto de uma TV especifica mostrar funcionar correctamente se pode dizer que outras TVs iguais o farão. Há casos de pessoas com TVs iguais, onde uma funciona sem problemas, mas a outra não!

O problema tornou-se tão comum que já mereceu uma resposta oficial da Sony com uma solução temporária que passa pelo arranque da consola em modo de segurança, mudando a versão do HDCP do 2.2 para 1.4.


Mas o pior é que esta solução da Sony não é, na prática, solução nenhuma. Com o HDCP em 1.4 a maior parte das fontes recusa-se a mostrar imagem 4K e/ou HDR, o que quer dizer que a situação apenas permite à consola funcionar, mas não lhe resolve o problema!

A resposta da Sony torna-se no entanto preocupante quando a empresa refere que o problema “se deve a limitações de compatibilidade de alguns modelos de TV com o 4K e o conteúdo HDR“, aconselhando que haja da parte das pessoas um contacto com os fabricantes das TVs.

E aqui é quando caímos no caso da Xbox One S. Uma consola que teve os mesmos problemas (mas não nesta escala), mas que não acusou os fabricantes de TVs de problemas, resolvendo-os ela com uma atualização de firmware.

E essa é a resposta que quem está a contactar os fabricantes de TVs está a receber. Um possuidor de uma PS4 Pro contactando a LG recebeu a resposta de que que as suas TVs já demonstraram estar aptas, tendo tido problemas similares com a S, onde o problema se encontrava do lado da Microsoft que o resolveu com uma atualização, e que como tal o problema aqui é igualmente da Sony que o terá de resolver com uma atualização na consola.

Basicamente está a ocorrer aquilo que o o utilizador menos deseja. Um chutar de responsabilidades de um lado para o outro, com o utilizador apanhado no meio e sem resolução para um tipo de problema que é incapacitante no uso da consola numa TV 4K.

O website da Forbes, que é nossa fonte para este notícia, analisou o problema com uma TV que funcionando sem problemas mostrou incongruências na saída de video da consola que parecem mostrar que o problema está efectivamente na mesma.

Se entretanto estás com o problema, a Forbes juntou um conjunto de 7 verificações que deves fazer e que podem estar na origem do teu problema. Não perdes nada em testar o que eles escreveram aqui.

Publicidade

Posts Relacionados

Readers Comments (44)

  1. Luciano S. Carvalho 17 de Novembro de 2016 @ 8:33

    É Mário, a situação para o lado da Sony não anda nada bem, mas o que preocupa mesmo são os donos desses consoles que na esperança de terem adquirido um aparelho premium, o melhor que há no mercado atualmente, terem que lidar com essa total falta de respeito e profissionalismo por parte da Sony.
    Jogar a culpa nos fabricantes de televisores só pode ser brincadeira, mas o que já era péssimo fica ainda pior beirando o ridículo, uma situação caricata e vergonhosa quando as próprias tv’s Sony apresentam o problema.
    A piada de tudo isso, é que ainda vão aparecer pessoas defendendo a Sony, como se isso fosse possível, talvez em um universo paralelo. Quem sabe!?
    Esse console é um verdadeiro tiro no pé.
    Mário, talvez aquele seu desejo que a PS4 Pro fracasse possa se concretizar, assim quem sabe, a Microsoft desista de lançar a Scorpio e as coisas voltem a ser como antes, sem consoles de meia geração. Se bem que o mais provável é que ela fique com mais vontade ainda de entrar nessa onda.

    • Sinceramente Luciano, não sei bem o que se passa. Daí que não posso dizer de quem é a culpa. A pesquisa da Forbes parece apontar para a consola mas… quem é a forbes? É um jornal e não peritos na área!

      Seja como for, apesar de te dar razão que como aparelho premium a Pro está a decepcionar, a realidade é que, como todos os aparelhos, na fase inicial há sempre problemas.

      PS4 e Xbox One já tiveram inúmeras revisões do firmware que criam estabilidade, resolvem bugs e problemas. A Pro está no seu início!
      O problema aqui é que ela aparece lado a lado com uma consola consolidada! E isso faz ressaltar os seus problemas talvez mais do que devia!

      Quanto ao desejo… talvez seja uma palavra forte! Eu não desejo mal a ninguem! Mas que gostaria que as consolas de meio de geração não fossem uma realidade. Isso gostava!

      Compraria com gosto uma Xbox One +1 ou uma PS5 em 2018 sendo elas 6 ou mais vezes mais potentes e destinadas a criar jogos para 1080p com super gráficos do que para consolas com 2, 3 ou 4 x mais performances e criadas apenas para chegarem aos 4K!

      • Luciano S. Carvalho 17 de Novembro de 2016 @ 9:38

        Mário, concordo totalmente com você nessa questão de não querer consoles de meio de geração.
        Também preferia muito mais esperar até 2018 ou 2019 para comprar uma nova geração inteira e não esses remendos que estão querendo empurrar para nós.
        Não consigo entender essa insistência pelo 4K, imagina se isso vira moda e daqui para frente começam a usar todo poder dos consoles para resoluções cada vez maiores.
        Lamentável!

        • E não virou moda? A maioria das notícias do Scorpio são sobre o 4K.

          MS desistir? Vai sonhando.

          • Luciano S. Carvalho 17 de Novembro de 2016 @ 15:35

            Não leu direito o comentário?
            É um desejo e não um sonho, sei que a realidade é outra.

          • Você que não entendeu o “vai sonhando” que no significado popular é o mesmo que: “o que você quer não irá acontecer / situação que já é real e você não pode mudar / decisão já tomada e que não será alterada” ou seja seu desejo por uma desistência da MS não irá acontecer, pois o Scorpio já é algo concreto para a MS. Se a Sony com 6 meses lançou o Pro mesmo com a negativa de boa parte dos gamers, imagine a MS com uma janela de 1 ano pela frente.

            Mas no final desejo e o sentido colocado para sonho se equivalem

        • Eu respeito a opinião de vocês sobre a resolução e que os jogos poderiam ser 1080p mesmo na próxima geração, mas eu sinto que vocês nunca experimentaram um jogo de alto perfil em 4K.
          Eu tive uma experiencia com Star Wars Battlefront rodando em um PC de configuração estelar em 4K 60fps, a um ano atrás na BGS, e mesmo num monitor de 26 Polegadas posso garantir a todos vocês que a diferença é visível como o dia e noite. Não acreditem nessa história de que tanto faz, não é verdade. A diferença é muito mais acentuada do que a de dois jogos onde um é 720p e outro é 1080p. É um aumento de 4x sobre a resolução 1080p, e podem acreditar, é absurdo. Esse salto perde apenas para a diferença entre ir de uma imagem SD para Full HD.
          É totalmente compreensível que manter 1080p é melhor para o avanço dos efeitos gráficos. Eu mesmo defendo jogos em 720p ainda hoje na geração atual, mas um game em 4K tem uma qualidade de imagem incomparável com qualquer coisa que já experimentaram. E não é a toa que muitas pessoas ficaram rendidas ao PS4 Pro, mesmo que não seja 4K real.

      • atualize ai:

        Here’s LG’s response in all its magnificent brevity:

        “LG will provide a solution via a software upgrade at the end of November.”

        a LG já admitiu que o problema é nas TVs dela.

        no site da forbes a fonte.

  2. Bom dia
    Passo por aqui regularmente já algum tempo e esta é a primeira participação.
    De seguida fica a minha experiencia com a situação acima descrita.
    Recentemente (2/3 semanas) troquei a minha Tv FHD por uma Tv 4K LG e aproveitei o andamento e a PS4 normal pela PRO.
    Sem ter conhecimento da anomalia liguei os aparelhos normalmente e apareceu 1 imagem preta. Experimentei trocar de cabos e de portas hdmi e continuava tudo igual.
    Passo seguinte foi pesquisar na internet e verifiquei que havia outras situações iguais. Existia incompatibilidades entre a consola e diversas marcas de tv’s.
    Solução encontrada:
    Entrei em modo segurança na ps4 (carregar no botão ON/OFF +- 8 seg. até ouvir 2 bips).
    Aparecem varias opções entre elas alterar resolução, hdcp, etc.
    Não mexi no hdcp (tem 1.4 e pré- definido para auto) mas alterei a resolução para 720p.
    A consola entrou no menu normal. Fui depois as definições desativei o HDCP e coloquei na Tv a opção HDMI ULTRA HD DEEP COLOUR (em LG) e associei ao hdmi da ps4.
    Mudei depois a resolução para 2160p RGB na consola e ativei novamente o HDCP na consola.
    Verifiquei nas informações de saída de vídeo e ficou resolvido.
    Mas ……
    Ao desligar a consola voltou quase tudo ao mesmo (imagem preta).
    Depois de várias tentativas a solução encontrada para ter o mínimo de trabalho possível em voltar a configurar tudo de novo foi:
    Antes de desligar a ps4 PRO mudo a resolução para 720p. Quando a ligo novamente, desativo o HDCP e volto a colocar em 2160p RGB e ativo novamente o hdcp e fica tudo bem.
    Entretanto a escrever este texto verifiquei que existe uma nova versão de firmware da ps4 (4.06).
    Pode ser que resolva a situação…

    • Antes do mais Paulo, bem vindo e muito obrigado pela tua contribuição. Espero que ela possa ajudar alguem com problemas a desenrascar-se!
      Apesar de como referido o problema ser estranho ao ponto de dar numa TV e em outra idêntica não dar, o ideal era se partilhasses a marca e modelo da TV!

      De resto, digo-te já que desactivar o HDCP não é uma solução! O conteúdo protegido não pode ser executado sem ele! As aplicações de video não reproduzem sem ele!
      A opção para o desligar existe para permitir que possas capturar video da consola usando dispositivos externos, e curiosamente é algo que na Xbox a situação está melhor implementada pois ele é dinâmico e activa-se e desactiva-se sozinho.

      Mas seja como for, a tua solução ao menos permite que se use a consola! E agradeço imenso por a partilhares com outras pessoas!

      • Provavelmente me expliquei mal.
        Apenas desativo no menu normal da ps4 o hdcp primeiro, depois mudo para 2160p rgb e depois volto a ativar o hdcp. Se por acaso mudar de 720p para 2160p sem desativar o hdcp primeiro,fica a imagem com ecra negro.
        Exemplo: A jogar Ratchet and Clank nos videos aparece logo que é uma imagem protegida, por isso tenho de ter o hdcp ligado. A atualizaçao 4.06 (de hoje) da ps4 nao resolveu o problema.
        Ja agora o modelo Lg 49UH770V.

        • Ahhh…OK… O HDCP fica activado!
          Isso quer dizer que o problema reside, pelo menos parcialmente, algures na negociação (Handshaking) do HDCP nas resoluções mais altas quando a consola está em boot!
          Se for assim, isso é algo que, a ser apenas problema da consola, pode ser facilmente resolvido. Mas mesmo que não seja, essa tua solução pode eventualmente ser replicada de forma automática no boot, passando o problema à frente.
          Falta é saber se essa solução consegue ser universal a todos os televisores. Caso algum outro leitor possa confirmar que esta solução funciona com outra TV, isso seria optimo!

          • Resumindo e para facilitar:
            Se definir no boot da consola manualmente para HDCP 1.4 – a ps4 vai SEMPRE arrancar normalmente qualquer que seja a resolucao escolhida. Esta é a solucao para quem nao pretende estar sempre a mudar as definicoes mas ficando limitado as caracteristicas dessa versao de HDCP.
            Se escolher automatico – arranca em 720p,1080i e 1080p e nao funciona em 2160p yuv420 e 2160p rgb.
            Para tirar o proveito maximo tera de alterar SEMPRE as definicoes manualmente como referi em 1 post em cima.

  3. PS4 com nova atualização, não sei se corrige o problema acima.

  4. Eu simplesmente não consigo entender as pessoas que correram para comprar esse pro. ( pessoas que já possuíam o fat no caso)

    eu participo de um grupo de ps4 no facebook que tem umas 90 mil pessoas nesse grupo e puts….. A quantidade de pessoas que eu vi correndo para trocar o ps4 normal pelo pro foi grande. Sem falar que tiveram que trocar de TV também. pra mim é simplesmente loucura dar 2.5k no pro + 4k em uma tv de uma vez só.
    Sem falar que todo produto em seu lançamento tem seus problemas.

    • Luciano S. Carvalho 17 de Novembro de 2016 @ 15:53

      Devem estar arrancando os cabelos agora de tanta raiva.

      • Normal, todos sabem que ao comprar um console no lançamento ele irá passar por problemas.
        Vc acha que xone n passou? E que o scorpio não vai passar?

    • Essa é uma das minhas suspeitas. A de que existem milhões de possuidores do PS4 Fat que correriam para adquirir o PS4 Pro assim que fosse lançado. E por incrível que pareça, é mais difícil achar alguém que não tinha o PS4 e comprou esse pro, do que achar uma pessoa que está fazendo a troca.
      Isso já era esperado, é a fidelidade dos clientes que comprariam Playstation independente de como fosse o console.

      • Mas todas as empresas tem seus clientes fiéis Fernando.
        Senão a MS não teria vendido xbox one depois de todo aquele início desastroso. Mesma coisa a sony na época do ps3.

        Eu tenho o meu FAT e irei continuar com ele, confesso que as vezes vendo o povo comentar dizendo que está melhor me dá vontade de ter, mas também fico com raiva por saber que o meu FAT era para ser aproveitado ao máximo nessa geração.

        Esse ano sony está fazendo isso, ano que vem vai ser a vez da microsoft com o scorpio, quando chegar a E3 e ela começar a soltar os trailers do Scorpio todo mundo vai esquecer do xone Slim.

        • O problema desses clientes fiéis que compram console no lançamento, é que eles mostraram que a Sony pode lançar um PS4.5 em 3 anos que eles compram novamente pra jogar os mesmos jogos e se precisar compram até novas TVs.
          Isso vai abrir a possibilidade de ter um PS5 Pro no futuro.

          Mas quando passar a euforia dos mais entusiastas, eu quero ver como consumidores comuns vão reagir perante um console de 300 dolares e outro de 400 dolares que rodam os mesmos jogos mas o console mais caro necessita de uma TV de 600 dolares para ser plenamente aproveitado.

          Isso também é válido para o Scorpio, mas eu acho que o console da Microsoft vai ser melhor aceito pelo mercado por causa do lançamento um ano mais tarde. No fim de 2017, a Microsoft já terá lançado todos os games exclusivos que já estão anunciados para Xbox One, na verdade, só Crackdown e Scalebound estão pendentes desde 2015 e já estão confirmados para 2017.
          A Sony, ao contrário, lançou o PS4 Pro com uma porrada de jogos anunciados e ainda não entregues ou até sem data de lançamento.
          Mesmo que o Xbox One não vá acabar, vai ficar a impressão de que os 4 anos valeram a vida do console e a possibilidade de adquirir um novo se torna razoável com um lançamento próximo de 2018.
          Já do lado da Sony, principalmente com os meus amigos que possuem PS4 e estão sempre jogando multiplataforma, eu vejo que há um sentimento de que o Playstation tá devendo nessa geração.
          O Sonysta é o cara que passou a geração passada inteira dizendo que o Xbox 360 só tinha Call of Duty e hoje são os que mais compram Call of Duty por que não tem jogos de final de ano.

          • Entendo sua resposta mas não vejo a diferença para o lado do Scorpio, pois segundo o comentário de um leitor da Eurogamer que tem a palavra One em seu id diz: “De início o Scorpio servirá de suporte ao One, principalmente o 4K”.

            Situação parecida com o Pro e a Ms até deixa mais confuso o que seja realmente o Scorpio, é um meia geração? É uma geração nova? Desapontando uns que acreditavam em uma geração que durasse mais de 5 anos e alegrando outros com parte de uma base composta de público fiel que quer ver seu aparelho o mais forte da geração.

            E esse papo de jogos de final de ano é a mesma questão das pilhas/HD. Se a MS lança tudo no final do ano, a Sony lança no 1° semestre, se agora o PS4 não tem jogos a MS não teve no começo do ano e 2017 tende a se repetir novamente, pois há títulos Sony previstos para o 1° semestre enquanto os da MS irão sair no final do ano p/ coincidir com o Scorpio.

            Sobre o Scorpio gostaria de dar uma sugestão ao Mário e ver se é possível um artigo opinativo a exemplo do que foi feito entre PS4/One. Pois eu não sei o que realmente o Scorpio é, o Mário tem suas dúvidas, outros deverão ter também. O objetivo seria ver o que cada um acha que será o próximo sistema, debatendo questões como geração, upgrade de hardware, preço, compatibilidade. e quem saiba com um tempo o Mário fazer um apanhado geral de como seria o aparelho de acordo com as opiniões.

            Estava esperando um artigo sobre o Scorpio para propor isso, mas já que foi citado por aqui eu aproveitei o embalo.

          • Não se sabe o que será a Scorpio. E infelizmente tudo aponta no sentido de ser uma consola que facilmente poderá ser ultrapassada por uma nova consola da Sony.
            Ao que tudo aponta o GPU será um Polaris, mesmo que já traga algo da Vega, e a grande revolução será no CPU que serão os novos núcleos Zen.
            Isto permite uma excelente consola, especialmente a nível de CPU.
            Mas tambem abre caminho a uma consola de 12 ou mais Tflops com um GPU Vega e 16 núcleos Zen por parte da Sony.
            Eu reconheço que a Scorpio será bem melhor que a Pro. Não há muito a dizer sobre isso pois as evidências dos números são claras. Mas tenho pena que a Microsoft se tenha, tal como a Sony, precipitado com estas consolas de meia geração. É que analisando o hardware que a AMD tem previsto sair para depois da Scorpio, vemos que estas consolas pecam claramente.
            Os Vega atingirão em inícios de 2018 os 12Tflops, e em finais desse ano os 24 Tflops. Mas mais ainda, esse GPU de 24 Tflops está previsto ter baixos consumos e ser adequado a uma consola. Pelo menos é o que está no Roadmap da AMD.
            E isso abre claramente caminho a uma nova geração. E se ela não sair em 2018 ou 2019, a culpa é destas consolas intermédias, que por muito potentes que pareçam agora, irão ter um fosso tão grande para o hardware PC de 2018 que, comparativamente, parecerão na altura bem mais fracas que as atuais.

          • Não tem no final do ano, mas tiveram no resto do ano. Por aí não ia!
            De resto, mesmo 4 anos é apertado na vida da One para ter concorrência. O mínimo seria 5 anos, e aliás todos percebemos que a Microsoft até lançaria mais cedo se pudesse. Só que não o pode fazer pois o hardware que quer usar ainda está em desenvolvimento.
            Mas isso ficou claro quando quis anunciar a consola tão cedo.
            Agora onde concordo é que, apesar disto tudo, a Pro limpa-lhes a imagem! Mostra que ela é pouco, e abre o apetite por mais, e assim sendo para o ano a Scorpio será algo muito mais interessante para quem desejava aquilo que a Pro deveria trazer.
            Esse ponto sempre o reconheci. A Scorpio será mais interessante que a Pro, falta saber é o preço, pois por muito boa que seja, se for muito mais cara, isso vai limita-la.
            E sim… infelizmente tens razão na questão das consolas de meia geração. Esta Pro abriu caminho a tudo isso. E independentemente da vontade ou falta dela da Microsoft em ter feito o mesmo na mesma altura, para a história ficará sempre que a Sony foi a responsável por isso.

          • Então Mario, é fácil e viavél pra Sony anunciar em 2019 o PS5 para lança-lo no fim do deste mesmo ano com os seus 20TF ou seja, 5x Pro e 11 PS4, o que seria o ideal e real pulo geracional. Pois já que ela colocou o Pro a exatos 3 anos do PS4 podemos assim deduzir que em nov/19 também 3 ano do Pro é uma boa data para lançar o novo console, durando assim a geração do PS4 6 anos. Até lá e com uma média de 18 milhões de consoles vendidos por ano já teriam uma base rondando os 100 milhões isso se não tiverem acima disso, mas o que me traz grande duvida é sobre o conteudo caso isso que concretize, poderei jogar nativamente os jogos do PS4/Pro? ou será preciso emular assim como o Xone faz com o X360.

          • Não olhes para a Pro… ignora a Pro pois a meu ver isso vai acontecer!
            A Pro não tem de ter 3 anos. Ela é uma PS4! E mais ainda, ninguem me tira da cabeça que ela é uma PS4 criada para o VR, nem sequer foi para os 4K!
            A questão aqui é que eu não vejo a Sony a deixar a Scorpio ficar no mercado sem anunciar uma PS5. Isso implicaria que as pessoas comprariam a Scorpio, e como tal, dado que o dinheiro ainda não nasce em árvores, mesmo que quisessem, depois não mudariam logo para a 5.
            Por isso eu continuo a apontar para 2018! Uma consola que limite as vendas da Scorpio com um anuncio que condiciona as suas vendas como a Scorpio o está a fazer agora!
            Acredito que com dois anos pela frente a Sony ainda pode conseguir esse GPU para finais de 2018!

            Mas pá… isto sou eu a analisar o mercado. O que vai haver e o que acredito serem as necessidades da Sony. E nessa perspectiva acho que a PS5 sairá em 2018!
            Se isso é bom??? Não! Não é! Vai haver muita gente lixada! Mas a consola será de tal maneira potente que isso rapidamente será esquecido!

          • Pra mim seria interessante também que saisse em 2018 pois dessa forma eu mantenho meu console Playstation e espero por mais um ano, agora o ideal seria o PS5 ter os seus 20TF mesmo em 2018 pois isso representaria um salto interessantissimo em relação ao PS4, mas mais que isso se o novo console tiver retro ai seria full win. Penso que o Scorpio vai vender bem em 2017/18 até o lançamento do PS5, porém esta busca por especificações talvez faça com que a Microsoft não demore tanto tempo e já em 2019 anuncie ou quem sabe até lance sua plataforma, e esta mais poderosa que o PS5, e ai começa essa briga sem precedentes a qual pode arruinar o mercado gamer.

    • Eu tenho uma TV 4K,estou pensando seriamente em adquirir o Scorpio,eu já tenho ps4 padrão,não vou gastar mais 2k pelo mesmo aparelho com jogos com um pouco a mais de efeitos visuais,pra minha situação que já tenho uma TV 4K nativo compensa mais comprar o scorpio doq investir em um pczaço,pois o console é muito mais otimizavel,terei 4K até morrer o scorpio.Claro não estou com 100% de certeza que vou adquirir o Scorpio,primeiro terei que ver se o preço é viavel,se ele cumpre oque promete

  5. Pessoal é muito fácil generalizar, mas de certeza quem jogou merda no ventilador foi a dona Sony!!! Podem dizer que tem uma coparticipação da Microsoft, mas não acredito, até porque fizeram a One para vender 200 mil. SQN! Eles não vão conseguir essa meta! Se A Sony lançar algo em 2018 podem se matar Sonistas!!!! kkkkkkk

    • Uhum, A microsoft resolveu inventar o scorpio 1 hora antes de começar a E3……

      • Sim Andrio, com certeza esses caras não brincam no ponto… Mal eles lançam um produto e já tem outro na manga! Isso é chamado de obsolescência programada, todos fazem isso, aliais, eles inventam que lançaram um produto de ponta, SQN! Eles ainda vão lançar!!! Não estou dizendo que a Microsoft é santa porque todas são orientadas pelos lucros e dividendos altos, mas a Sony fragmentou o mercado de tal monta que quem tem o PS4 já está em desvantagem no multi!

  6. Pá, se a Sony fizer isso! Como diz meus irmão de Portugal: espero que a Play Pro da Pro dessa vez tenha retro com os jogos atuais, se não, ai o bicho pega!

    • A retro compatibilidade é algo fácil de se garantir mantendo a arquitectura. No fundo as consolas são PCs, mas fechados e com software próprio. Daí que tal como nos PCs, a retro-compatibilidade é fácil de garantir.

  7. Concordo com o que se esta a dizer sobre estes consoles de meia Geracao.
    Porem não acho que a MS esteja preocupada com um eventual PS5 como se especula se , pois a Pro já estava no radar da MS.
    O mercado vai apontar se o consumidor esta preparado para tantos TF, a grande fa tia dos consumidores ainda não possuem TVs preparadas para esta tecnologias e isso não me refiro apenas no Brasil.
    È uma tecnologia cara ainda e poe na balanca que muitos vao gastar com TV + console em seu lançamento é complicado.
    Para mim tudo vai depender de valores em caixa e Gordura referente a vendas destas tais consolas em meia geração, MS errou no lançamento do One provavelmente deve estar muito mais experta com o mercado agora, porem esta briga por especificações esta a ficar patética, elas estão ouvindo uma parcela pequena de seu publico e jogando dinheiro na merda, Porem a Sony não vai arriscar gastar dinheiro e gordura com PS4 atoa, vai analisar bem o novo console da MS e ai sim pensar na PS5 porem já deve saber que lancando um console +potente abre margem para MS logo em seguida fazer o mesmo.

    • Janaina… Deixa-me dizer-te o que penso!
      – Há um hardware que pode (ou não) revolucionar o mercado no futuro. A realidade virtual e, daqui a mais alguma tempo, a realidade aumentada.
      – A Sony investiu milhões no desenvolvimento de uns óculos de realidade virtual.
      – A Sony quer garantir o sucesso da realidade virtual!
      – A PS4, e a Xbox One não possuem verdadeiramente performance para uma experiência de realidade virtual digna desse nome. Podem ir desenrrascando, criando umas experiencias muito porreiras aqui e ali, mas longe de poderem garantir jogos com toda a qualidade no VR.
      – A Sony resolve então criar uma consola que lidasse com o VR. Essa é a opinião do Bruno, e a minha tambem! A PS4 surgiu por causa do VR, e o resto… foi acessório!
      – A PS4 Pro possui mais potência gráfica… e vai daí a Sony resolve aproveitar a mesma. Como ela não dá verdadeiramente para 4K, cria o checkerboard rendering que aliás está a ser usado no VR, e implementa-o na consola de forma a atingir os 4K. Alternativamente a performance pode melhorar os jogos 1080p.
      – A Microsoft percebe as potêncialidades do VR, e tambem quer uma fatia. Tanto que esteve a desenvolver em segredo uns óculos que revelou recentemente.
      – A Microsoft sabe que se a PS4 não se dá com o VR, a One muito menos. E então, tal como a Sony, cria uma consola melhor, a Scorpio.
      – No entanto a Microsoft tem uma visão que vai mais longe que a da Sony. Se vamos lançar algo que tem mais performance, e que vai atingir os 4K, porque não algo decente e que vá aos 4K reais? E a Scorpio nasce!

      Resumindo, estas consolas de meio de geração nunca foram criadas com esse intuito de serem algo melhorado de meio de geração, mas sim de suportar o VR. A questão é que os mais fanáticos foram logo todos a correr comprar a Pro, e irão fazer o mesmo na Scorpio. E isso vai, tal como o Fernando diz e bem, dizer às empresas que é ok lançar estas consolas pois a malta até as compra. E no futuro vamos ter consolas de meio de geração!

      Ou seja, as consolas não caíram na loucura de suportar um mercado 4K que nem sequer está definido. Elas são criadas para o VR, mas pelo caminho, já que a performance está lá, aproveitam e vão promovendo os 4K.

      Agora a questão é que não houve dinheiro gasto à toa. A meu ver estas consolas foram criadas para aproveitar o VR, algo que pode mudar o mercado (ou não), e que as empresas não querem deixar de suportar sob pena de ficarem para trás!
      Infelizmente o mercado é que lixou e vai lixar tudo! E quando há estas situações em que o consumidor é lixado, há que pensar em de quem é realmente a culpa. E ela é do próprio consumidor… que alimenta estas coisas!

      Olha os smartphones! Antes saiam modelos espaçados no tempo. A Apple veio com a ideia de os renovar todos os anos. E mesmo sendo sempre todos os anos mais do mesmo, os carneirinhos lá estavam para comprar. E o que aconteceu? Os outros fizeram o mesmo! E agora… somos todos carneirinhos! Porque o mercado nos levou a isso… e nós deixamos, sendo que agora, por no fundo sermos todos amantes da tecnologia, somos arrastados.

      • O objetivo da ps4 pro, nunca foi dar os 4k nativos!
        Não o é capaz, tal como a scorpio…
        Mark Cerni foi o próprio que disse!
        Para se conseguir os 4k nativos, é necessário uma consola com um mínimo de 8tflops!
        Se isto é propositado por causa do VR, tenho as minhas dúvidas!!!
        Uma coisa é certa, a ps4 e a Xbone foram lançadas obsuletas!
        (Muitos jogos lançados a 900p e a 720p)
        E a sony viu uma oportunidade no mercado, e aproveitou a!
        Como foi dito, tudo o que irá para a ps4 pro irá também para a ps4 normal!
        Agora, como é normal a qualidade não será a mesma!
        Eu também acredito que irá ser o mesmo para o VR…
        Eu consegui vender a minha ps4 “normal” a um bom preço a dias(melhor do que estava à espera)
        E se houver uma boa promoção na black Friday, irei comprar a Pro!
        Eu ainda não tenho tv 4k, nem espero vir a ter tão cedo!
        Mas espero futuramente ver melhorias gráficas na minha 1080p, como foi dito!
        Porque, ainda há muita gente sem Tvs 4k

  8. Eu quando vi aquelas Steam Machines já disse:essas máquinas não vão ter futuro,pois quem compra um console é porque não quer ficar trocando de hardware,quer otimização extrema,dito e feito,as steam machines fracassaram monstruosamente.Agora será que com o Pro e o Scorpio será assim também?Acho que não pois essas versões “turbinadas” dos consoles tem exclusivos e essas sim podem durar pois ESSE hardware mais robusto é fechado,ao contrario das steams

  9. Mario, fez algum artigo a explicar como é que a pro consegue chegar aos 4k?
    Tenho estado ausente…
    Estou bastante curioso para saber a metodologia dada pela sony!

  10. Mário seria bom você atualizar o título do artigo informando que a LG reconheceu que o erro foi dela. Eu nem sabia disso e só vi a atualização no texto pq deu um F5 na página.

    Agora esperar a respostas das outras companhias, principalmente Sony.

    • Não sei se adianta mudar o título, porque se o problema é cache, o título também deve ser afectado! Mas vou mudar e vemos pois eu tenho algumas configurações adicionais para evitar a cache da página principal!

  11. Hoje(1 Dez) saiu uma atualizacao da LG. Depois de testar, aparentemente resolveu a anomalia. Aproveitei e alterei a resolucao de 2160p rgb para auto, depois de ler um dos excelentes artigos aqui publicados sobre 4k/hdr. Obrigado pela dica

Os comentarios estao fechados.