EA Access disponível na PS4 a partir de Julho

Ao fim de 5 anos a Sony finalmente entende que o EA Access pode ser uma mais valia para os seus utilizadores.

Antes do avançarmos com a notícia deixemos bem claro que a nossa opinião sobre estes serviços de subscrição não se alterou. Somos contra eles pelo potencial destes serviços fragmentarem o mercado, caso outros serviços do género avancem.

Mas a realidade é que a luta contra este tipo de serviços é inglória. As suas vantagens, pelo menos nesta fase, são reais, e tal como lemmings, as pessoas avançam inconscientes para os mesmos, não se apercebendo do precedente que poderão estar a criar.

Há quem se recuse a aderir, quem lute contra estas situações, mas a luta é inglória. A maior parte do mercado não tem consciência, e como tal, quer se goste ou não, estas situações vão-se implementar, e o máximo que se pode fazer é alertar e, eventualmente, um dia ter-se a satisfação de se poder dizer: Eu bem avisei!

Mas a Sony também acaba por ser vítima do mercado. E necessita de ceder! Serviços como o EA Access, são, nesta fase, onde ainda não há concorrência, mais valias. Podem trazer um custo acrescido, mas ele justifica-se. E perante a adesão da concorrência a estes serviços, o máximo que a Sony pode fazer é não aderir aos mesmos numa fase inicial, e ver que adesão os mesmos acabam por ter. E isso foi o que terá feito… até agora!



Mas o EA Access aparecerá agora na PS4 em Julho!

Entretanto passaram-se 5 anos, e a realidade é que apesar de o serviço ser o mesmo que apareceu originalmente, o seu conteúdo não tem nada a ver com o originalmente existente. O PSNow que aparecerá na PS4 em Julho de 2019 terá 5 anos de jogos adicionais face ao que era proposto em Agosto de 2014, sendo assim uma mais valia muito superior pelo custo.

Recorde-se que as consolas actuais foram lançadas em Novembro de 2013, pelo que em Agosto de 2014, o EA Access não oferecia, de forma alguma, o mesmo valor pelo dinheiro que oferece agora!

Ora era exactamente a falta de valor pelo dinheiro que se revelou o argumento da Sony para recusar o EA Access. Recordemos as palavras da Sony:

We evaluated the EA Access subscription offering and decided that it does not bring the kind of value PlayStation customers have come to expect,

Traduzindo

Avaliamos a oferta da susbscrição EA Access e decidimos que ele não traz o tipo de valor que os clientes Playstation estão habituados a esperar.

No entanto a resposta da Sony foi algo maior. Vamos analisar o resto:

PlayStation Plus memberships are up more than 200% since the launch of PlayStation 4, which shows that gamers are looking for memberships that offer a multitude of services, across various devices, for one low price,” the representative said. “We don’t think asking our fans to pay an additional $5 a month for this EA-specific program represents good value to the PlayStation gamer.



Traduzindo:

Os serviços de assinatura PlayStation Plus subiram mais de 200% desde o lançamento da Playstation, o que mostra que os gamers procuram assinaturas que ofereçam uma multitude de serviços, em vários aparelhos, por um preço baixo. Não nos parece que pedir aos nossos fans 5$ mensais a mais, por este serviço específico da EA seja um valor acrescidos ao gamer Playstation.

O que mudou aqui, nesta segunda parte da resposta que possa justificar a mudança de posição da Sony?

Bem, muita coisa, especialmente o que diz respeito a esta parte: “…os gamers procuram assinaturas que ofereçam uma multitude de serviços, em vários aparelhos…”

Como sabemos, a PSN+ perdeu a mais valia de suportar vários aparelhos desde o início de Abril. A PS3 e a PS Vita perderam o suporte, pelo que actualmente a PSN+ apenas dá suporte à PS4. E nesse sentido, este argumento deixa de ter lógica. Quando o  próprio serviço da Sony deixou de ter essa valência, não se pode criticar os serviços dos outros por não a terem. E esse terá sido igualmente um ponto que terá pesado nesta mudança de opinião!

Fica apenas por explicar a questão do custo adicional de 5 euros por um serviço específico da EA, mas mesmo tal pode ser explicado agora pelo sucesso que o serviço poderá ter conseguido na consola concorrente e os valores de adesão que a EA terá apresentado à Sony e que em 2014 não estava em posição de disponibilizar, e que poderão mostrar o interesse que a Sony desconhece, dos utilizadores na adesão.

Mas diga-se que esta última parte da argumentação tem apenas grande valor quando associada ao resto, pois uma vez que a adesão não é de forma alguma obrigatória, sem que os restantes pontos a manterem-se válidos, este último só por si não tem grande peso.

Seja como for, o EA Access estará acessível na PS4 a partir de Julho… O preço será de$4.99 por mês ou $29.99 por ano! Quem aderir terá direito a 10 horas sem restrições nos jogos mais recentes da empresa, antes do seu lançamento, bem como acesso aos jogos do EA Vault, tais como BattlefieldFIFAMaddenStar Wars Battlefront, e 10% de descontos nos jogos EA digitais ou expansões e compras in-game.



Posts Relacionados

4
Deixe um comentário

avatar
4 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
4 Comment authors
José GalvãoBrunoabbrunoBy-mission Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest
Notify of
By-mission
Visitante
By-mission

Vindo da EA, nem de graça… Alguém aí se lembra de Batlefront, Mass Efect, Batlefield V e Anthem é uma treta atrás da outra até a porcaria do Apex foi exposed com a EA a pagar largos milhões aos streamers….

bruno
Visitante
bruno

A mim parece-me mais uma questao, nao de popularidade, mas de campanha de eleicoes.

Que efeito teve ate hoje o EA access exclusivo da Xbox? Nenhum.
A PS4 continuou a ser lider de vendas e os lucros crescem de ano para ano.

A unica explicacao que encontro e que apos 5 anos, e com o PS Now ja estabelecido, esteja confortavel para permitir o EA Access nas consolas diminuindo os argumentos de fanboys para a proxima geracao.

Seja como for, e triste: eu tinha respeito pela posicao anterior, nao tenho respeito por esta.

Brunoab
Visitante
Brunoab

A Sony sequer fez um twitte sobre o EA Acess.

Acho que ela liberou apenas para ver no que vai dar e pq sabe que o serviço hoje em dia é um lixo.

José Galvão
Visitante
José Galvão

Não obrigado.