Errar é humano. Errar duas vezes seguidas é pouco inteligente. Errar três vezes é… na Microsoft.

Errar é humano… mas errar três vezes e sempre para proveito próprio é no mínimo suspeito. Mas aparentemente tal parece ser tomado como normal na Microsoft.

Como consumidor sempre considerei que a imagem de profissionalismo que uma empresa transmite é essencial para tal se reflectir na imagem de qualidade dos seus produtos.

Mas na Microsoft verificando o historial de notícias que tem sido divulgadas, percebe-se que são mais as notícias sobre situações embaraçosas do que realmente aquelas que são de relevo para a melhoria da imagem da empresa.

Tudo começou quando as consolas foram apresentadas, e no facebook da Xbox One a Microsoft publicitou a sua consola com imagens de Killzone: Shadowfall, um exclusivo PS4.

Um erro? É algo que acontece a qualquer um, mas que vindo de uma das maiores empresas do mundo, uma empresa profissional e onde supostamente existem departamentos inteiros de marketing, conjuntos de profissionais de imagem e várias pessoas que necessitam de aprovar aquilo que a empresa faz, a coisa não é tão normal.

Publicidade

Retomando o nosso artigo

Mais mais recentemente publicamos aqui que a Microsoft tinha feito publicidade a um evento Xbox One e que no video usado teria usado imagens PC.

Errar duas vezes ao mostrar-se um vídeo que utiliza imagem de um sistema superior, o PC, com uma resolução 2,25 vezes superior, a um número de fotogramas impressionante e com um nível de detalhe que a consola não consegue atingir, deixa um bocado a pensar.

Como é que no meio de uma equipa tão grande e profissional a situação passa despercebida?

Para justificação, a Microsoft refere que tudo se tratou de uma necessidade uma vez que o video tinha sido criado antes da autorização da Dice para a libertação de imagens da Xbox One, e que nunca tinha havido qualquer intenção.

Publicidade

Retomando o nosso artigo

Mas o certo, independentemente de ter havido intenção ou não, a situação se revelou favorável à Microsoft, e à imagem da consola, e independentemente de possíveis desculpas, se revelou uma situação de publicidade enganosa. Algo que possui mesmo legislação própria em quase todos os países do mundo.

Mas eis que agora surge nova situação. A publicidade a Watch Dogs existente no canal oficial da XBox no Youtube, é afinal uma filmagem de conteúdo da Playstation 4.

Apesar de não se saber até que ponto esta situação é ou não enganadora, uma vez que se desconhece as eventuais diferenças que podem existir entre as versões, esta é mais uma vez uma situação que poderá levar muitos ao engano. E acima de tudo que não deveria acontecer.

Mas como sempre há uma desculpa extra empresa e Microsoft alega que a ter havido troca nas imagens a culpa seria da Ubisoft uma vez que teria sido ela a fornecer as imagens.

Mas aqui entre nós fica a questão. Porque motivo isto só acontece com a Microsoft? Alguem tem conhecimento de situações do género com outras empresas? E porque motivo a versão mostrada tem vindo a ser de plataformas que, no mínimo, estão mais desenvolvidas e/ou estão a mostrar maior qualidade?

O video entretanto foi removido, mas fica a imagem de cima como prova da sua existência.

 
Nota: a ASUS usou em tempos imagens de Kilzone 2 em um video de promoção de uma placa gráfica.
A Sony usou igualmente em tempos uma imagem de Gotham Racer da XBox 360 numa promoção de Gran Turismo HD.
Essas situações ocorreram apenas uma única vez com cada uma das empresas.

Publicidade

Posts Relacionados