Exclusivos para esperar em 2018.

2018 será um ano muito bom para exclusivos. Eis o que podemos esperar desse ano, dentro do que é já conhecido!

Por ordem alfabética de consolas, e excluindo jogos Indie vamos destacar alguns  dos mais esperados:

PS4

Dissidia Final Fantasy NT

Shadow of the Colossus

Ni No Kuni II: Revenant Kingdom

God of War

Detroit: Become Human

Spider Man

Days Gone

Xbox One

Crackdown 3

Sea of Thieves

State of Decay 2

Switch

Kirby

Nota: Artigo alterado com remoção de títulos erradamente colocados na lista.



Posts Relacionados

Readers Comments (54)

  1. Mário, se me permita, há alguns erros aí pelo lado da Nintendo, a começar que Mário +Rabbids: kingdom Battle já saiu e inclusive foi premiado como melhor game de estratégia no The game Awards desse ano, e depois, vc colocou The last of us parte 2, game que nunca foi mencionado que sairá em 2018, mas esqueceu de games como Pokémon, Metroid e Bayonetta 3 que foram anunciados, onde pelo menos esses 2 últimos citados foram anunciados para 2018. Abraços e feliz Natal adiantado pra vc, sua família e todos aqui do PC manias!

    • Edson… Agradeço todas essas dicas e vou corrigir o que efectivamente está mal (mario+rabbids e The Last of Us 2). O resto ficou de fora pois como refiro só indico os mais esperados, e isso, sendo subjectivo, não inclui tudo.
      Obrigado.

      • Só uma pergunta, Mário: Mais esperados por quem? Se for por vc, tudo bem por ser gosto pessoal, mas se for Pelo público da Nintendo a nível global, sinceramente acho difícil games como Bayonetta 3, Metroid prime e Pokémon serem menos esperados do que Kirby e Yoshi, com todo respeito! É a msm coisa de dizer que ratchet e clank é mais esperado do que God of War por ex.

        • Edson… Arranjar-me videos desses jogos que falas!
          Como facilmente se percebe, todos os títulos são acompanhados de vídeos, logo excluí-se os que não foram ainda mostrados (eu pelo menos não conheço esses vídeos). São os mais esperados dentro dos que são plenamente conhecidos.
          Alterei o texto para “alguns dos”. Espero que fique melhor.

          • Mário, não tenho vídeos pq ainda não há videos desses jogos pelo que sei. Desculpa se vc referia a games que possuem vídeos, pois entendi que eram games esperados para 2018, independente de possuírem vídeos ou não, pois os jogos que citei foram citados pela própria Nintendo como lançamentos para 2018, mas sinceramente não sabia que era tendo vídeos. Mil desculpas e feliz natal!

          • A ideia do artigo não era falar de jogos que vão sair. Era mostrar jogos que se sabe que vão sair. Não fui claro, logo também tenho culpas.

  2. Bom dia

    Dos que foram citados tenho interesse em;
    – God of War
    – Detroit Became Human
    – Spiderman
    – State of Decay 2

    E “a se estudar”, Ni no Kuni e Days Gone, esse último não me empolgou muito até agora.

    • O Ni no Kuni é muito bom,joguei no PS3 e adorei agora to no mesmo que tu referente a Days Gone o primeiro trailer em 2016 foi animador,mas em 2017 o que foi mostrado na E3 foi decepcionante em termos de história(meio batido)acho que este jogo vai ser igual o Horizon Z Daw(muito repetitivo)e entediante(vai ali e volta aqui,vai lá e volta aqui)isso me incomoda deveras.
      Feliz Natal a todos.

      • Pois é, o Ni no Kuni não é meu estilo de jogo preferido mas, acompanhando alguns gameplays senti alguma coisa que não sei explicar, não sei se é aquela trilha sonora que é tão bacana, enfim, deu vontade de experimentar.

        O Days Gone achei o mesmo que você exceto pelo que toca ao Horizon, que foi um game que gostei muito, achei a história boa, tanto que pra mim foi o melhor do ano (!) enfim, mas achei que o Days Gone não mostrou nada que dê alguma empolgação, pareceu muito sem objetivo. Só um jogo com um monte de zumbi genérico sem uma história que interesse.
        Enfim, espero estar errado.

        Feliz Natal pra vc também e toda a família.

  3. Mario, Kingdom Hearts 3 sera lançado para Xbox One também.

    • Bolas… e eu a julgar que esta era um notícia onde só tinha de linkar uns videos…
      O website por onde me guiei tinha uma boa lista de jogos a sairem e que já tinham videos de apresentação. Eu retirei alguns que sabia estarem mal, mas estou a ver que errei e falhei alguns…
      Eis a fonte para os jogos PS4:
      http://gameranx.com/features/id/123734/article/top-upcoming-playstation-4-exclusives-of-2018/

      Neste jogo sei o que falhou. O jogo andou uns tempos a ser referido como exclusivo PS4 pois o logo da Sony era o único no site.
      Mas depois a Square veio referir que se tinha tratado de uma lacuna da parte deles. E que o jogo sairia para a Xbox tambem. E nunca mais me lembrei disso. Vou ter de o retirar.

  4. Feliz Natal Mário e a todos os gamers!

  5. Para aqueles que acham que o Xbox está morrendo e é um fracasso total, PUBG é um tapa na cara.

    http://www.eurogamer.pt/articles/2017-12-23-pubg-vende-perto-de-4-milhoes-na-xbox-one

    Mostrem aí sequer um jogo que vendeu tanto e em tão pouco tempo no PS4, e isto levando em consideração uma diferença de 50% na base instalada.😱💥

    Feliz Natal a todos!

    • Feliz Natal para ti tambem. Com os mesmissimos desejos para ti.

      Tenho de dizer que essa da Xbox a morrer deve ser um desejo. Vocês passam a vida a falar disso! Curiosamente nunca viste aqui neste website qualquer artigo que dissesse isso, pelo que trazer esse assunto aqui só pode ser mesmo qualquer desejo secreto teu.

      Quanto a PUBG, da minha parte custa-me a perceber que se adopte um jogo neste estado. Eu nunca o faria. Acho uma prática terrivel e uma mensagem de que se aceita um produto nestes termos. Isso acontece no PC, mas nunca foi uma prática de consola uma vez que estas sempre primaram por elevados padrões de qualidade, não permitindo jogos nesse estado.

      Seja como for essa é uma notícia da Eurogamer PT, e exclusiva deles.
      Eles foram ao steamspy, viram as cópias PC e fizeram a diferença para a Xbox.
      Ou seja, especularam, o que se percebe pelo título com um ponto de interrogação no final.
      Não é uma certeza, não tem fontes, é apenas uma questão baseada nos números do steamspy.

      Seja como for, 1, 2, 3 ou outros milhões que sejam são bons números de venda, e é de se felicitar os produtores. O jogo tem potencial inegável e está a vender ao nível de um COD dos melhores (herr só em número pois convêm não esquecer que este é um jogo de 30 euros)

      Mas no estado que está, acompanhando as consolas desde sempre, lamento que se tenha descido tanto os padrões de qualidade que normalmente as consolas possuem e se tenha admitido um jogo no estado que PUBG está e que requer não só pagamento como Live Gold.
      O jogo em consolas sim. Neste estado… não!

      Mas já diz o ditado… quem não tem cão, caça com gato.

      Pessoalmente não pretendo para já adquirir esse jogo pois não pago um centimo por algo nesse estado, seja na versão PC ou Xbox.

      PS: Para quem está na dúvida, este é o antigo Igor, não o mais recente!

      • @Mario tens que colocar um diferenciador entre os 2 Igors, se bem que ambos tem os mesmos pensamentos e o mesmo tipo de resposta!

        Querer que o XBox morra? Sou nem doido para torcer em ter um prejuízo de mais de R$2 mil, valor gasto na compra do 360 e do One, fora as assinaturas e alguns jogos.

    • Pbug virou a muleta caixista, um jogo em acesso antecipado que no momento está cheio de problemas, mas que vem sendo defendido pelos caixistas nesta geração unicamente pois foi o único jogo que ali tem feito sucesso estrondoso, seus principais IPs nesta geração não trouxeram consigo o sucesso de outrora, Halo 5 Gears 4 e os inúmeros forzas motorsport estão aí pra ninguém me desmentir, venderam menos, tiraram notas medianas e assim o que sobrou? PBUG, SIM UM JOGO QUE SE PODE COMPRAR NO STEAM A UM PREÇO MUITO INFERIOR E QUE NESTE MOMENTO ESTA DEMASIADO MELHOR QUE NO ONE. Um jogo multiplaforma virou a corda de salvação, o que na verdade não trouxe até este momento qualquer alteração no rumo que está geraçao tomou.

      Pra finalizar,
      “Antigamente as Devs contratavam uma pessoa e as pagava pra testar seus jogos antes de lançar, hj é diferente, o consumidore tem de pagar pra testar os jogos até seu lançamento, e ainda por cima estes mesmos consumidores ao invés de reclamar dos problemas destes mesmos games, não, o que fazem é somente defender eles somente para que suas plataformas do coração não possam ficar em maus lençóis por lançamento pífios como este que PBUG foi no One”

      Parafraseando

      • Se há algo que desde à muitos anos define as consolas é o controlo de qualidade. Não basta a um editor querer publicar, ele tem de cumprir com os parâmetros de qualidade da consolas.
        Tem sido isso que define as marcas, saber-se o que esperar do seu software.
        Aqui não se fala de parâmetros gráficos, ou de qualidade do jogo. Isso há melhores e piores. Fala-se de se apresentar um jogo jogável, sem problemas, e com bugs menores.
        PUBG quebra com todos esses parâmetros, o que poderia ser aceitável se o jogo fosse gratuito.
        Mas pagar por um jogo em alpha e que ainda requer live gold não é algo que se adeque aos padrões de uma consola.
        PUBG pode ser o melhor jogo de sempre. Nem quero discutir se é ou não é, é irrelevante para o que vou dizer. A realidade é que a Microsoft deveria ter colocado as suas equipas a ajudar no jogo e só o lançar dentro de alguns meses quando estivesse ok.
        Eu não sei e nem adivinho a postura da Sony se pudesse ter agora mesmo PUBG. Mas digo que se o aceitasse e fosse a pagar, diria o mesmo. Apenas extenderia era a crítica à Sony tambem!

        • É óbvio que eu discordo.
          Todo game preview tem um aviso bem grande antes de comprar dizendo algo desse tipo:

          “Este é um trabalho em desenvolvimento que pode apresentar bugs e instabilidade. Compre apenas se você estiver bem com isso.”

          Eu não gosto de ter babá, não gosto de ter pessoas decidindo o que eu devo fazer e como eu devo fazer. Se as pessoas estão bem jogando aquilo da forma que está, qual o problema? Muitos, assim como eu, não acham que vale a pena gastar nesse jogo, e estamos muito bem com isso, e mais felizes ainda por termos a opção de escolher.
          Pior é o bando de gente que só tem PlayStation 4 e está louco pra jogar esse game e não pode assumir na Internet pra manter o discurso de sempre.
          Até petição já fizeram.

          • Fernando, é óbvio que fazes o que queres. Assim como é óbvio que vários milhões de compradores de PUBG fazem o que querem.
            Mas isso não invalida o que eu disse. Aceitar-se um jogo assim implica duas coisas:
            – Uma quebra do controlo de qualidade das consolas a um nível nunca antes existente.
            – Um aceitar a venda de produtos inacabados.
            Digas lá o que disseres isso é verdade. Não tem nada a ver com Xbox! Diz-me um outro jogo, um qualquer, nos 40 anos de história das consolas, que tenha sido entregue assim? Só quero mais um!
            Isto é uma prática comum no PC. A equipa financia-se conforme vai fazendo o jogo. Nada tenho contra essa prática e quem a suporta.
            Já nas consolas é diferente. O controlo de qualidade nas consolas sempre existiu. Não é uma máquina aberta, requer aprovação do fabricante, e eles sempre prestaram por entregar produtos sem problemas.
            PUBG nas consolas é muito bem vindo. Posso-o comprar no PC ou na Xbox. Tenho os dois pelo que não é uma questão de não poder aceder ao jogo. O que me choca é ver que o jogo foi lançado assim. Pensei que as equipas da Microsoft tinham ajudado a colocar o jogo num estado melhor.
            Mas cada qual compra o que quer! Queres jogos assim… Óptimo para ti! A Microsoft autoriza, aproveita.
            Agora eu não alinho em jogos assim nas consolas. São consolas, não são PCs! É espero nas consolas controlo de qualidade!
            É um direito que me assiste! Assim como é o teu adquirir o jogo neste estado se assim o entendes.

          • É sério que vocês estão brigando por causa disso?!

            Alguns falam que o Xbox irá morrer, acabar…
            Bom, se olharmos pro caso do PUGB (e todo o resto) por exemplo, vamos concluir que na verdade, a plataforma já acabou.
            Pois se você pode joga-lo com performance melhor no PC (como andam dizendo) e se pode joga-lo mais barato no PC (também é o que dizem) e sem mensalidade, então não há sentido algum em se ter um Xbox.
            Só o que restou foram alguns poucos fãs leais aos quais se tem respeito, e uma multidão de trolls que vive nos sites a plantar treta só por zoeira, pois sabem que serão respondidos, é uma piada pa eles.
            Assim como o Windows Phone que haviam tantos que o defendiam até os 45 mais acréscimos do segundo tempo, que era um produto muito bom, muito forte… Onde estão agora? Não os vejo mais nos comentários. Assim vai acabar acontecendo com o Xbox.

            Sinto muito.

            Feliz dos que tem PlayStation, PC e Switch, ou algum desses ou mesmo dois deles.
            Esses sim, tem o que comemorar.

            Mário, admiro sua dedicação em responder com tanta paciência aos fanboys fake.

            Feliz Natal a todos!

          • Carlos…como não podia deixar de ser, não concordo minimamente com o que disseste sobre a Xbox.
            Vejo a plataforma em mudança, a tentar encontrar um espaço próprio, e com isso a distanciar-se do conceito classico de consola. Mas sinceramente se isso significa estar mal é que não sei dizer.
            A pergunta é: Imaginemos que não tinha mais nenhuma plataforma. Que para mim o que sai para o resto não importava. Será que se tivesse uma Xbox estava mal?
            Claro que não! Nessa perspectiva percebo o que os fans dizem. A consola tem muitos e bons jogos.
            Agora voltando à minha posição onde detenho várias plataformas, aí sim. A consola é a que decepciona mais.
            Isso quer dizer que se tivesse de escolher apenas uma, certamente não seria a Xbox, mas daí à consola estar morta ou a morrer vai uma grande diferença. E quem é fan da marca e apenas tem essa consola, certamente não está mal.

      • Os tais jogos sem o sucesso de outrora e com notas medianas são alguns dos games mais jogados da xbox live e com notas acima dos 80, o que significa ser bem acima de mediano.
        Tenho evitado entrar em comentários de sites ultimamente por que tá difícil demais ler tanta groselha sobre Xbox de gente que não gosta dos jogos que tem no xbox.
        Eu não acho que PUBG seja desculpa de caixista. É desculpa de quem entra nessa onda de exclusivos acima de tudo onde multiplataforma não serve e game tem prazo de validade, já que a maioria virá peso de papel após término da campanha.
        Eu diria que criticar a qualidade de PUBG em game preview é muito mais desculpa de sonysta irritado com o fato de que tudo que ele defende e fala na Internet é merda pra quem gosta de jogar video game e ta pouco se ferrando pra história sentimental sem gameplay.
        O Sonysta vive falando que o gamer quer exclusivos com campanha single player, foco em narrativa e etc. Vem uma parte da midia e levanta essa bandeira, como os bonzinhos salvadores da era de ouro dos vídeo games. Aí vem PUBG bugado em acesso antecipado e vende em uma semana no Xbox One, com metade do mercado de consoles, mais do que todos os exclusivos PlayStation no ano.

        Obs: eu não tenho PUBG e não me interessei pelo game, e estou muito bem com isso e como sempre tendo muito mais o que jogar no Xbox do que no PlayStation.

        • Fernando, só não sei como vc tem muito mais para jogar no Xbox como no PlayStation, sendo que no PlayStation tem-se mais games, a não ser que esteja contando com os games retrocompativeis. Porém com o resto que falou, tenho que concordar com algumas coisas Tb! percebo às vezes que muitos aqui estão com tamanha raiva do PUGB não por o game estar ainda em preview, mas pelo fato de estar sendo um sucesso na plataforma da Microsoft, deixando muitos fãs da Sony com raiva. Espero da Microsoft que deixem de fato o game jogável no Xbox one, principalmente no primeiro one e no slim onde se tem os piores resultados pelo que li! Quanto a games de história sentimental e sem gameplay, já é conversa de caixista com inveja da qualidade dos games da Sony, pois dizer que games como The Last of us, Uncharted, God of War, dentre outros não ter gameplay, putz… Mas o que é injustificável ao meu ver é o preço do PUGB, pois msm sendo mais barato, ainda sim é um preço abusivo ao meu ver e não há como não concordar com Mário nisso.

          • Edson… O preço, o jogo ou a marca da consola são irrelevantes aqui. O que estou a criticar é um lançamento pago de um jogo ainda em alpha numa consola, um sistema fechado e que normalmente preza pelo controlo de qualidade.
            Se o mercado aceita isso… Que bom para ele. Mas as microtransações também começaram com a primeira, e depois foi o abuso. Se começamos a dizer que é ok venderem jogos inacabados que eles venderão bem na mesma, sei lá o que aí vem no futuro.

          • Custa alguma coisa se prever desde logo o que pode ser bom e o que pode ser mau é separar logo as águas. A indústria é o que a deixarmos ser, e acho que o mínimo que se devia estar a exigir era que a Microsoft deslocasse recursos para colocar o jogo decente. Ninguém está a pedir que o eliminem, ninguém está a dizer que o jogo é mau, ou que não deveria existir. Apenas se está a dizer que abrir um precedente destes, sem queixas claras é um mostrar que não se desejam mais jogos assim é algo muito mau. É inédito nas consolas. Nas consolas o único aviso de que é um trabalho em curso que conheci até hoje foi nas demos. E essas eram gratuitas e não tinham tanta bug.
            Convenhamos, o que o jogo mostra é algo relativamente básico. O grafismo é relativamente simples, o mundo é pequeno. O único motivo porque está assim é porque a equipa é pequena e não tem grandes recursos. Mas a Microsoft tem… Daí que se o jogo está assim e continua assim, tendo sido pago um exclusivo, é também sua culpa. O mínimo que eu exigia era que a versão consola estivesse ao nível da dos PCs, mas nunca abaixo. É perante as exigências do jogo, a One base correr aquilo em Very Low… Por amor de Deus! A One tem capacidade para correr um Halo 5, um Gears of War, um Forza 7 com a qualidade que lhe conhecemos, e tudo a 60 fps. Naquele jogo com aquele grafismo corre em Very Low, com popups, com bits e problemas de streaming. E a X em Médium? Porque? Se a equipa não conhece a Xbox a Microsoft conhece, e eu esperava que tendo várias equipas já colaborado no jogo, a coisa estivesse muito, mas muito melhor. Era de se exigir melhor!
            Eu penso assim, e isto não tem a ver com Microsoft ou Xbox, tem a ver com uma realidade que me custa a aceitar por não ser normal face ao habitual controlo de qualidade das consolas.

            Cito a Digital Foundry que pensa como eu e cujas palavras subscrevo a 100%:

            Having played both the initial release and the updated version now, we’re conflicted about this title. There’s no doubt that the concept and many aspects of the execution are excellent – and despite the array of issues, every time we play it, we have a great deal of fun. However, the mass of technical problems makes the concept of paying £25/$30 for the game difficult to swallow. Yes, it’s early access, but at the same time, it’s difficult to understand why the game didn’t receive any kind of public access beta when it so obviously needed it. It could have provided the developer with useful information in optimising the game before launch, while users would get a chance to sample the current state of the game before forking out the money for what is obviously very early code.

            And at the same time, with Microsoft so closely involved with the title, we do have to wonder where the threshold is now with quality control. Is slapping ‘Game Preview Edition’ on a retail box enough to justify shipping out a game that’s poor in so many respects and surely wouldn’t make it past the QA procedures required of a standard game? Are the micro-teleporting and ‘rubber-banding’ issues acceptable when an Xbox Live Gold subscription is still required to play the game? Optimistically, there’s months of work required on the Xbox One version of PUBG, so as brilliant as the concept is, our advice for now is to hold fire until its many teething issues are more comprehensively addressed.

        • Até que enfim alguém falou alguma coisa coerente neste Website nestes dias.
          Só tenho visto comentes de pessoas fora da atualidade e sem informação alguma.
          Ta difícil mesmo Fernando.
          Lamentável mais tem muito puxa saco da Sony que não enxerga nada,mas nada mesmo.
          DIFICIL.

          • @Ewerton

            Coerência, do user que criticou tanto a PS4PRO, mas fez um carnaval com caixa porn, como ele disse na altura eu te lembro…

            “Nunca mais a Sony terá um console mais poderoso que a Xbox”

            De se referir que este também nunca via as diferenças entre, a One base e a PS4… Mas agora é TruePower…

            Esse mesmo user que critcava The Whitcher na PS4…

            “por que a Sony não abre mão dos 1080p pela performance …”

            Ora aqui tens um jogo a correr à incríveis 1fps. Mas adivinhem lá para quem é a crítica… Mas uma vez o problema é a PS… Pois não possui o jogo… Eita me esqueci exclusivos não vendem… Mas ora este é um que vende… Estou um pouco confuso exclusivos não vendem ou só não contam os da PS…

            Só mais uma coisa…

            Pergunte ao user coerente se este comprou a Xbox One X, ora e a console mais poderosa e nunca mais a Sony vai ultrapassar, mais que no fundo não tem importância pois a diferença não se nota..

            COERENTE NÃO ACHAS?

          • By Mission,peço que não entre por este caminho,pois não foi ai que entrei,volte a alguns dias e veja coments em matérias diferentes aqui passados e veja o que eu quis dizer.
            Obrigado.Sem mais.
            E os jogos que espero são Ni No kuni,Homem Aranha,State of Decay(não sei como ficara no One base)pois o video esta rodando na X,mas fico de olho e o Yoshi(apesar de não ter a Switch),acho os jogos do Yoshi bem criativos.

          • Quando as consolas de meio de geração apareceram uma das coisas que se referiu logo foi exactamente algo que referes aqui. Ver um video do jogo na consola deixa de ser aplicável se ele for no modelo superior (algo que por questões de marketing e publicidade acontece). E quanto maior a diferença entre modelos pior.

          • @Ewerton
            Concordas te com ele… Ou não…????
            Se concordas e diz ser coerente vai mal, porque como disse no meu comentário este já soltou muitas pérolas por aqui.. Como disse não é diretamente a ti, mas se concordas, vais junto.

        • Falou tudo Fernando!
          Acho muito engraçado falarem de notas medianas no Xbox quando o exclusivo da franquia de maior sucesso do Playstation Gran Turismo Sport recebeu uma nota 75 enquanto Forza 7 tem 86. LOL!!!
          Levando em consideração que o jogo foi lançado somente quatro anos após o lançamento do PS4 e mesmo assim não deixou de ser uma decepção.😱😄😂
          Por favor Xbox, continue com essas notas medianas. Apesar de que, estou me lixando pra isso.😉

          • Falando em coerencia, a media para isto já é imparcial?
            Será que para esta tua comparação já tem Gamerscores e Trofeus suficientes? É que quando a coisa não é favoravel esse é o argumento.
            Just asking.
            Seja como for muito do criticado em GTS foi a ausencia do modo GT single player. Isso foi acrescentado agora com o patch 1.10.
            Just saying…

          • Não fui eu quem comecou com esta de notas e muito menos coloquei isso como parâmetro para definir a qualidade de um jogo. Reclame com quem o fez!
            Segundo, se reclamam de um jogo ser lançado inacabado, porque no caso de GTS comemoram!? Just asking.
            Um modo que já deveria fazer parte do jogo e ter vindo no lançamento em um jogo que levou pelo menos quatro anos para ser produzido e é o primeiro da franquia nessa geração não deveria ser motivo de comemoração. Just saying!

          • E não é! O jogo teve de ser lançado quando foi devido ao inicio do campeonato da FIA do qual o jogo é o único licenciado.
            Agora o resto do jogo está entregue e sem ser dlc pago.
            Concordo. Deveria ter vindo completo. Tal como PUBG deveria vir acabado.
            Mas tu que não comemorei com o GTA tu é que comemoraste com o PUBG, aliás a conversa começou por aí.

          • Sabes o problema de se falar sem saber? Faz-se figura de parvo.

            GT Sport, teve a nota que teve não por causa da qualidade – nesse aspeto, ele é, quer em simulador, quer em aspeto, superior a Forza 7.
            A implementação de HDR em GT Sport foi muito elogiada, e o rei da simulação continua a ser o rei da simulação. Mas por causa do conteúdo, que faltava (e aqui foi criticado justamente), enquanto é abundante em Forza 7.

            Basta ver que mesmo assim, o jogo vendeu quase o dobro de Forza 7 até ao momento, e que este último não virou a mesa para a Xbox. Não sei, por isso, que motivos tens para dizeres o que dizes.

          • Gran Turismo Sport não está agradando nem o pessoal do Playstation.
            Olha o que disse o diretor de Uncharted sobre o jogo.

            https://wccftech.com/uncharted-director-slams-gt-sport-online/

            The “Real” Driving Simulator. Até parece!

          • Ele está-se a queixar do always online e problemas inerentes, algo que os jogos exclusivos first party PS por norma não possuem por não serem always online ou maioritariamente multi. GTS é a excepção!
            Outros casos há onde todos os exclusivos first party são dependentes da internet.
            Daí que entendo que um possuidor de Playstation se queixe disso. Mas porque não é normal para eles.
            Ah sim, e ele não se está a queixar do jogo, ele está a queixar-se que não está a conseguir gravar a sua progressão ou a fazer jogos multi devido a um problema que está a existir com os servidores. Porque o jogo funciona na mesma na vertente single sem internet.

        • Fernando, me adiciona na Live pra jogarmos um multijogador: jairodesign

          Sabe, hoje em dia eu tenho me esquivado mais de discussões nos sites de games, só entro pra comentar brevemente e pronto (e quando eu entro). Acho mais proveitoso canalizar minha energia gamer jogando de fato, ao invés de ficar nessa conversa improdutiva de quem tem mais jogos restritos de lá ou de cá.

        • Antes de mais tens Playstation? Ou ainda te referes àquele que jogavas/vias jogar na casa do primo/vizinho/amigo?

          Não se trata de PUBG ser uma desculpa ou não… É mais a forma como certas pessoas usam o jogo como porta estandarte de que tudo está bem, de que nada do que foi dito faz sentido, de que não há o que reclamar, de que é tudo exagero de como tu dizes, “Sonystas”

          Estamos a falar de um jogo que saiu a 30€ e que, pelos videos aqui postados, está uma verdadeira piada em termos de performance. Para quem dizia que os 60 fps era algo obrigatório, que criticou Driveclub duramente, que tinha um olho sempre tão perspicaz para entender defeitos nos exclusivos PS, muito superiores graficamente àquela palhaçada, vir tentar sequer incutir o exagero nas outras pessoas – por favor, Fernando…

          Sim, é um jogo em preview – mas para isso sempre existiram as betas. Gran Turismo teve betas, Halo também as teve, Destiny 2 idem. E ninguém pagou por elas. A MS mais uma vez a introduzir um outro conceito do PC que, engraçado, passa mais uma vez por entregar menos, ganhando mais: um jogo incompleto, e praticamente injogável (ou assim o era), enquanto o vai acabando com o dinheiro que os jogadores pagam antecipadamente. Eras tão critico de jogos bugados no lançamento e agora ainda vens tentar acusar quem faz o mesmo, logo tu que atacaste jogos em muito melhor estado e por muito menos que isto?! O cúmulo das ironias.

          Eu não diria que aquilo que sempre se defendeu neste site, é, como tu dizes, “merda”. A EA incluiu campanha singleplayer em FIFA (uma série que a dispensava completamente e precisamente para, um ano depois, esses títulos ainda valerem alguma coisa no mercado) e a Star Wars Battlefront foi exigido uma campanha singleplayer, por parte dos fãs – e de resto, viu-se as reacções do mercado às recentes decisões da EA no que diz respeito aos jogos puramente singleplayer.

          PUBG

          Sabes o que eu não vi? A ONe X a ser um sucesso de vendas que tu adivinhavas que seria. Se os jogos que tanto desprezas (por pura conveniencia) tivessem realmente a importância que sempre disseste que têm, muito provavelmente, não se teria verificado o que se verificou, certo? No entanto.. isso não ocorreu – aliás a ONE X só prejudicou em vendas mesmo,se formos a pensar bem no assunto, a ONE base. À PS4, nem fez mossa.

          Ainda continuas a dizer que é tudo devido ao poder?

          Relativamente aos 4 milhões vamos com calma. reparaste que tudo não passou de uma estimativa certo? Eu acho estranho que no meio de isto tudo, a MS tenha ficado quieta e calada sobre estes números. Após todos os anúncios da Sony, a MS ficar completamente muda com um tão bom número em cima da mesa… é de espantar e muito estranho.

  6. Mário, em nenhum momento me referi a ti! O problema que há alguns aqui que não olham marcas e outros olham, mas dá a entender que só há fanboys pelo lado da Microsoft, algo que não é verdade!

    • Mas isso alguma vez esteve em causa? Eu discordo de muita coisa que algumas pessoas do lado da Sony referem aqui. Mesmo que se achem com razão, ou até tenham razão, são radicais na forma como o dizem, e isso revela as suas posturas.
      Mas o que elas dizem não pode ser confundido com o site. O site é o que eu digo, não o que os leitores dizem.
      Sim, eu sei que tenho criticado muito mais a Microsoft, mas as razões são claras. Eu já não pego na minha Xbox como deve de ser para jogar um jogo à meses. Tendo os sistemas todos que dei a conhecer, só jogo exclusivos na Xbox, e naturalmente que não jogo exclusivos só por serem exclusivos. É preciso que aprecie o estilo e queira comprar o jogo. Forza 7 por exemplo, é um jogo que reconheço como excelente, mas que não comprei porque nos últimos tempos sairam vários outros jogos de carros noutros formatos a que dei prioridade. E Forza já joguei com o 5 na Xbox e o 6 Apex no PC.
      Ora não foi para isto que comprei uma consola. Na geração passada a Sony estava na posição contrária, e eu não sofri disto! Os exclusivos eram tantos e bons que, mesmo jogando mais na 360, a PS3 nunca esteve sem jogos. Aqui está uma tristeza, e naturalmente queixo-me! Comprei a consola para jogar nela e não o estou a fazer porque a Microsoft não a suporta.
      Para além do mais, seguindo a máxima “em equipa que ganha não se mexe”, a Microsoft não estando a ganhar, está a mexer. E com isso a trazer vícios do PC para as consolas. E isso é algo que, pessoalmente, não gosto pois o PC é o PC! E as consolas são consolas. Regras diferentes, controlos de qualidade diferentes, muita coisa diferente. E que eu quero que se mantenha assim!

      • Concordo plenamento tudo referido aqui.
        O que tenho visto é alguns coments lasca pau no Xone,sem o merececido respeito a gostos ou imparcialidade de marcas e isto é ser fanboy.
        Ultimamente o que tenho jogado aqui é no Wiiu e no PS4 por destas 2 plataformas ter jogos exclusivos muito bons(minha filha largou o Mario Kart 8 para jogar o racket já a 2 meses)Fico chateado com os jogos exclusivos que sairão para meu Xbox pois quase nenhum tem relevância para mim,mas não por isso tiro mérito deste console pois jogos bons ele tem.
        O Wiiu já esta fora da equação.Mas a Sony esta muito forte com seus jogos que é praticamente impossível não agradecer a ela por pérolas que serão lançadas.Não são fanboy sou fãn desta indústria independente de marcas ou gostos.
        Abraço.

        • Desculpa lá Ewertom e alguém tem tirado méritos de coisa alguma? Aqui o que se tem criticado é precisamente o que tu dizes, o suporte que a MS dá à consola.

          E o abandono a que submete a mesma: ausência de exclusivos, ficando tudo a depender de terceiros, e até práticas vergonhosas que trouxeram do PC para a consola (pagar por um jogo que sequer está terminado). Isto é uma vergonha! Não só vos tira os exclusivos, ficando o suporte assente só em indies (por muito bons que sejam) e nesta treta do PUBG que nem terminado está.

          • Na boa amigo,sei que você é um amante de uma plataforma em questão e não entro por ai.
            Você deve ser uma pessoa bem madura para entender o que eu disse ,então ficamos assim,ok
            Pelo que vejo gostamos dos mesmos jogos ressalva que pelos seu comentes,tenho mais variações de estilos,mas isso é uma coisa sua e não me meto ai.
            Na boa amigo.

  7. ( off Topic) Mário, bom dia! Gostaria de uma opinião sobre isso :SOC Intel: M3-7Y30
    RAM: 8GB LPDDR3 @ 1866MHz
    Storage: 128GB M.2 2242 SSD card SATA 3.0. Card is user replaceable
    Screen: 6″ Sharp 1280x720p capactive touch screen with Gorilla Glass 4
    OS: Windows 10 home 64 bit
    WiFi: 802.11 a/ac/b/g/n 2.4G/5G
    WiDi: Yes
    Blutooth: 4.2
    Speakers: Stereo
    Microphone: Yes
    Ports: USB Type A 3.0, USB Type C 3.0, Micro HDMI, 3.5mm headphone jack, Micro SD
    Battery: 2 x 4900mAh batteries at 3.8v . Total of 9800mAh – 37.24W esse é o novo God Win, no caso o Gpd Win 2 que irá ser lançado, pois parece que o primeiro teve sucesso e a GPD está para lançar esse. Bem, com essas configurações, o que dá para se esperar? Consegue ser um PC portátil decente? Consegue rodar quais jogos, ou seja, o que pode esperar dele TB no quesito jogos e seus limites? Obrigado e desculpa por estar perguntando aqui!

    • Edson… isto é basicamente um i3. Aproxima-se de alguns i5, e em alguns casos até processadores i5 jeitosos, mas a média não deixa de ser i3.
      Isso quer dizer que corre jogos… mas nada demais. Conta com detalhes baixos em muitos deles, particularmente se usares o GPU embutido.
      Seja como for, um i3 corre jogos e alguns deles muito bem. Mas com o gpu embutido equivalente uma HD 515 não contes com grande coisa.

  8. Do lado PS estou esperando por:
    Shadows
    God of War
    Detroit
    Days Gone

    Testei um Switch de um amigo e gostei, não irei pegar agora porque é muito caro. Dos jogos gostei do que vi em Yoshi e o vídeo colocado no artigo lembra muito a série Little Big Planet.

    Do lado Xbox infelizmente os jogos informados não me chamam a atenção.

    PS: Sony cadê o Wild? Rumores apontavam p/ 2017

  9. Dos Exclusivos PS4
    God of War
    Days Gone
    Spiderman
    Ghost of Tsushima (não tem vídeo Mas dizem ser 2018)

    XBOX
    State of Decay 2

    Em 2018 pretendo pegar também um Switch pra jogar seus belos exclusivos.

  10. Já faz um tempo que não frequento o site, mas queria expressar o que vejo a respeito. Tenho notado que uma parcela de jogadores está muito especular mas pouco jogar, infelizmente. Fazem dessa especulação uma sentença, ou uma verdade absoluta sobre X ou Y consoles e mercado. Acho até que as discussões são extremamente viciadas em paradigmas antigos, datados, quando a sintonia de mercado hoje é outra. Até porque o mundo mudou, bem como a forma como as pessoas tem enxergado os jogos.

    Olhando a line up geral pra 2018, Ps4 e Xbox One estão bem posicionados, tem muita coisa boa pra escolher, até jogo de tênis irão lançar. Mas considerando jogos que você só pode jogar em determinado console, o ps4 tem mais desses games. Olhando de longe está bem chamativa, mas um jogo que acho altamente promissor no Xbox é Sea of Thieves, testei algumas seções do Alpha e tem potencial enorme, o conceito é sensacional.

    Estou nessa vida de jogador desde 1990, então eu pessoalmente não tenho mais disposição para projetar line ups futuras para 2, 3 e até 4 anos de forma tão fervorosa como alguns fazem, tenho sido mais prático e menos especulativo. Estou “vivendo” uma experiência de cada vez, jogando, interagindo com pessoas que amam os jogos, curtindo o dia a dia da plataforma (no meu caso o Xbox One) e o que ela tem a oferecer HOJE e AMANHÃ, pois é isso que vai me garantir entusiasmado para chegar no DEPOIS. Observo as movimentações de mercado e as novidades para os próximos meses, claro, mas de maneira saudável, natural, sem excessos e vícios.

    Parece óbvio o que vou dizer, mas como jogador, cabe a ele olhar para a line up de um console e ver quais perfis de jogo são do meu interesse NO MOMENTO, e espelha-la para a sua disponibilidade e tempo para absorver o conteúdo ofertado. Pra mim essa é a síntese do jogador moderno, direto, objetivo, e que busca entretenimento de qualidade.

    Concluindo, 2018 será um ótimo ano para os games em geral, pois pra quem é jogador antigo sabe que para cada janela supostamente fechada, outra janela de oportunidades se abre, e o jogador moderno precisa ter em mente que o mercado de games como um todo não gira só em torno dos seus anseios pessoais. É muito mais do que sua vã filosofia alcança.

    Boas festas a todos.

    • Não te tiro razão Jairo…
      Como sempre tudo continua a ser uma questão de escolha pessoal. E não discutível!

    • É isso que tenho tentado dizer neste link já faz 3 coments.Mas as vezes as pessoas são imperceptíveis de atentar.
      Não importa o videogame que tu gosta mais,ou se é o X,Y,Z ou é o mais poderoso é o que você coloca nele e se diverte é o que interessa.
      Boas festas a todos.

  11. Para mim a lista é esta:

    1. Detroit: Become Human (já o queria ter este ano!)
    2. Shadow of the Collossus
    2. Spiderman
    3. God of War
    4. Days Gone

    De resto há muitos mais nos quais gostaria de colocar as mãos mas concerteza não chegarão no próximo ano.

  12. Respondendo ao user @Fernando que comentou sobre os exclusivos da Microsoft que eu citei em meu comentário, abaixo os jogos mais jogados neste período festivo na live.

    Mais jogados Us:
    “https://abload.de/img/pubg1u6q9i.png”

    Mais jogados Uk:
    “https://abload.de/img/pubg2tspol.png”

    O user acima citado havia dito que Halo5, Gears 4 e Forzas estavam entre os mais jogados na live, parece que não em @Fe

    PS: só pra esclarecer a desinformaçao que o colega passou.

Os comentarios estao fechados.