Fans estão a atacar o Halo World Championship pelas fracas instalações do local da final do torneio.

Se dúvidas havia que a Microsoft está em desinvestimento no que toca à Xbox, basta ver a final do Campeonato do mundo de e-sports do Halo 5 realizado em 2017.

Nota: A Microsoft, na sequência destas notícias, anunciou que nem tudo foi assim, com o torneio a bater recordes de audiência, face às edições anteriores, nas visualizações streaming via Twitch.

Segue a notícia original.

——–

O ano de 2017 deixou já bem claro que a divisão Xbox está em claras poupanças. Não só os exclusivos da consola para este ano são poucos e nenhum deles exactamente considerado um vendedor de sistemas, como a Microsoft cortou no seu Stand da E3, abandonando um dos grandes pavilhões para um pavilhão meramente mediano. Essa situação foi exposta neste artigo.



Mas o que se constata é que agora os cortes chegaram ao torneio mundial de Halo, um torneio de e-sports que a Microsoft realiza à vários anos, e esta situação tem levado os fans a cair em cima do mesmo, especialmente pelas instalações fracas e mal localizadas, e que geraram pouco interesse, onde se realizou a final do torneio.

Eis algumas imagens colocadas por pessoas que ali se dirigiram e que mostram o local:

A situação reportada pelos jogadores e convidados VIP ali presentes vai mais longe, com queixas dos jogadores de topo, como esta, e que refere que estes tiveram de esperar numa fila para poderem almoçar uma vez que os bombeiros e os assistentes tiveram prioridade.

Naturalmente houve depois quem viesse em defesa do que ali se passava, alegando que as fotos em causa foram tiradas antes ou depois dos jogos e não durante os mesmos, alegando que a sala em questão até era uma sala secundária para o público e não a principal onde os jogos se realizavam. Como prova a pessoa em causa mostrava uma foto que alegava não ter sido escolhida propositadamente, e que demonstrava como o pavilhão principal estaria cheio:

No entanto, esta imagem foi imediatamente refutada por uma outra, que mostrava que a imagem em causa não seria tão isenta como referido, uma vez que não mostrava verdadeiramente a realidade da sala.

Como mostra não só do desinteresse da Microsoft, como do público em geral, referiu-se o facto de o prémio ter descido de 2,5 milhões no torneio de 2016 para 1 milhão no torneio de 2017, e foi mostrada uma foto das instalações usadas em 2016.

Uma foto que apesar de bem melhor está longe do pico obtido em 2013 nas finais do Halo 4 (foto do website oficial de Halo)

Eis agora umas fotos sobre o exterior e reais condições das instalações usadas em 2016 e as usadas em 2017:

2016



2017

Antes de qualquer análise chama-se a atenção para três factos. A escala das fotos não é a mesma como se pode ver pela dimensão das viaturas que na foto de baixo possuem basicamente o dobro do tamanho.

O segundo facto é que, segundo o autor das fotos, o pavilhão principal usado é o que na foto estava na altura com as paredes verdes, e o terceiro, ligado ao segundo é que na realidade o que vemos na foto não é tudo dedicado ao torneio, ficando-se este por uma pequena parcela da zona. A  área em causa é industrial e partilhada por várias empresas como facilmente podem ver no Google Maps.

Bem diferente, não?

Mas ainda como comparação da sala principal, foram colocadas imagens que comparam esta final mundial com o torneio de Call of Duty realizado pela Sony na semana passada. E nesse caso não era uma final, mas apenas um torneio regular.

Já quanto à final do COD de 2016, a situação é bem diferente!

Naturalmente que após perder a organização dos torneios de Call of Duty para a Sony, seria expectável que a Microsoft apostasse cada vez mais forte em Halo, especialmente quando tanto promove a sua plataforma junto dos e-sports. Mas o que se passou este ano não só gerou um claro desinteresse do público, como demonstra desinteresse da própria organização.

Vejamos ainda outras finais mundiais, como Dota 2, e Counter Strike e League of Legends

Counter Strike

DOTA 2

League of Legends

Mas recorde-se Halo 5 2017

Perante a foto de cima, não será difícil prever que o campeonato nacional de Excel que a Microsoft está a desenvolver em Portugal possa vir a ter mais espectadores.

Agora a dúvida principal é esta: Tendo a Microsoft adquirido o Nokia Theatre na compra da Nokia, agora chamado de Microsoft Theatre, e situado em Los Angeles, possuindo excelentes condições para este tipo de situações, porque motivo, sendo este um torneio mundial com as pessoas a virem de todo o mundo, usou o conjunto de espaços estilo garagens, e sem verdadeiras condições para este tipo de torneios de topo, da ESL em Burbank, e onde nem a própria ESL ali realiza torneios, em vez do mesmo, preferindo deixar este fechado?

Eis fotos do teatro em causa, vazio e a uso:

Certamente uma questão que se torna difícil de responder.

Fonte: Kotaku, Neogaf. Fotos fornecidas por convidados VIP, público, e jogadores do torneio. Destaques para Jack Frierson dono da equipa Naventic que participou, Hector Rodriguez CEO da empresa lider global em Gaming Entertainement e Ninja, jogador profissional de Halo.



Posts Relacionados