FBI avisa que carros sem condutor podem ser transformados em armas.

A Google está bastante excitada com os seus carros sem condutor e um futuro de veiculos autónomos. Mas o FBI não partilha a mesma visão e preocupa-se com o facto de estes carros poderem ser transformados em autênticas armas.

google car

Se é certo que um carro já pode ser algo mortal, seja para quem os guia, seja para pessoas em outros veículos ou mesmo pedestres.  Mas há algo nos carros sem condutor que está a preocupar o FBI.

Um relatório revelado pelo The Guardian revela a preocupação. Um carro sem condutor pode ser tornando numa bomba maciça controlada à distância. Carregado com explosivos, com o caminho programado, é só pressionar um botão e observar a destruição. E dado que os carros até já se usam nestas situações é fácil imaginar que se possam programar um veiculo para esta função, eliminando assim a possibilidade de se remover do local carros abandonados quando se pretende alguma segurança.

Depois há a questão de as mãos do condutor serem libertadas para outras coisas. Quem conduz um veiculo autónomo não tem de segurar o volante ou manter os olhos na estrada. E desta forma podem destruir provas, recarregar uma arma, ou mesmo dispara-la de forma controlada aos agentes da lei, mantendo uma fuga controlada. Existem ainda muitas outras situações que podem acontecer com este tipo de situação e nenhuma delas favorável à segurança.



Depois há a questão do hacking. Qualquer carro pode ser hackado e usado para fins malévolo, estejam ocupantes ou não a bordo. Como o FBI afirma, os sistemas podem – e serão – hackados, e o FBI pretende alertar para estes riscos para que se pode pelo menos tentar prevenir abusos.

Mas o relatório não é só coisas más. O FBI acredita que o número de acidentes pode ser reduzido. No entanto a sua preocupação é com a segurança nacional, e não com a da estrada.



Posts Relacionados