Funcionários da Google não usam Chromebooks e nem sistemas Windows. Na Google o MAC é rei e senhor.

Pode parecer irónico para uma empresa que possui o seu próprio sistema operativo e que se tornou no que é devido ao Windows. Mas na realidade, na Google o MAC é que mais ordena.

vs-apple-google

43 mil computadores Mac. Este é o número de computadores da Apple que foram registados no último levantamento da Google junto dos seus funcionários.

Quer isto dizer que o Windows é relegado para um plano secundário, e o mesmo acontece com os Chromebooks que usam o sistema operativo da própria Google.

O engenheiro de sistemas da Google, Clay Caviness afirmou quanto a esse assunto:

Publicidade

Retomando o nosso artigo

Havia um tempo em que os Macs eram uma pequena porção da frota da Google, mas agora se queres começar a trabalhar na Google queres usar uma plataforma que não seja um Mac tens de criar um caso de trabalho (you have to make a business case).

Basicamente o que estas palavras dão a entender é que as vantagens do Mac são reconhecidas de tal forma que quem não o quiser usar terá de justificar o pedido de outro tipo de sistema.

Daí que este engenheiro recomende que quem quiser procurar trabalho na Google com experiência de Mac terá vantagem.

No entanto não se julgue que os Macs da Google são inalterados. De acordo com algumas referências dadas na conferência LISA’13, a Google referiu que devido a alguma estagnação da Apple no desenvolvimento da plataforma Mac a empresa criou ou mandou criar situações que tornam os seus Macs mais poderosos.

Mas curiosamente, com tanta conversa sobre a Apple na Google, o Chairman da Google, Eric Schmidt, aproveitou para usar esta situação a favor da sua empresa, referindo no Google+:

Tal como as pessoas que mudaram de PC para Mac e nunca mais voltaram para trás, se mudarem do iPhone para o Android nunca mais voltarás para trás.

Sim senhor, gostei. 🙂 Bem metida!

Publicidade

Posts Relacionados