Gears 4: As performances no PC

cpu_gears-4

Tendo adquirido Gears 4 digitalmente pude beneficiar gratuitamente da versão PC. E os benchmarks do jogo nesta máquina rapidamente a tornaram a minha preferida face à One, quanto mais não seja porque roda o jogo 1080p no modo de detalhe Ultra sem cair abaixo dos 60 fps.

Gears of War 4 na Xbox é uma proeza técnica. O jogo revela uma optimização e um cuidado que não seriam de prever face á suposta “Beta” (que depois soubemos que não era verdadeiramente Beta) lançada e onde os resultados visuais eram absolutamente terríveis.

Mas para quem tem um PC o que pode contar? Em que casos pode jogar com um detalhe superior ao da Xbox One, sem ter problemas?

Eis aqui alguns benchmarks para terem uma ideia. Os mesmos foram realizados pelo website Techspot e mostram o comportamento do jogo em vários GPUs. Recomendamos que caso queiram mais pormenores que visitem o artigo original.

A máquina de teste usava um I7-6700k com 32 BB de DDR4 3000. Daí que convem se calhar começarmos por um gráfico que mostra as possíveis variações na performance consoante diferentes CPUs para que depois possam ter uma percepção da perda percentual da performance e aplicando-a aos valores do vosso GPU terem uma ideia de como o vosso sistema se comportará.

cpu_gears-4

Vamos agora ver então os benchmarks a 1080p para os diversos GPUs.

gpus_1080p_gears

Pelo gráfico (DX 12 e computação ssincrona ligada) percebe-se que aqueles que possuam um i7 podem contar com uma experiência fluída a 60 fps em modo Ultra em placas Nvidia acima da GTX 970, inclusive. Já os possuidores de placas AMD com processadores i7 podem usufruir da mesma experiência acima da RX 470, o que inclui as R9-290 e superiores.

Já os possuidores de CPUs i5 terão de subir a fasquia para uma GTX 980 ou uma R9-390X.

Certamente estes benchmarks mostram bem a optimização mais do que conseguida da Xbox One. No entanto convêm notar que a One não corre neste nível de detalhe ficando-se pelo High.

Infelizmente os 60fps fixos a 4K não são uma realidade em nenhum sistema de placa única, nem mesmo com a Titan X, a única placa que se aproxima desse valor.

 

Publicidade

Posts Relacionados

Readers Comments (22)

  1. O jogo roda bem no PC, isso é inegável, mas a otimização no console foi ainda maior, contrariando a expectativa de que com exclusivos no PC os jogos do console seriam negligenciados a nível de otimização. O que mostra que com a chegada do Scorpio, provavelmente nada mudará. Na verdade, para a Microsoft, quanto mais houver otimização para o Xbox One, melhor será para o processo de conversão do game para 4K no Scorpio.
    Quantum Break, Forza Horizon 3, Gears of War 4 e Battlefield 1.
    O Directx 12 do Xbox One permitiu aos desenvolvedores utilizar características que não estavam expostas na API anterior e os principais jogos do console esse ano tiveram uma vantagem gráfica enorme sobre games lançados no ano passado.
    Acho que o maior exemplo foi Battlefield 1, o primeiro game lançado pós apresentação da Dice na GDC e o segundo deles ao utilizar o DX 12 do Xbox e a diferença entre PS4 e Xbox One reduzida para algo em torno de 16%. Logo a Dice, que costumava por uma diferença de 50% e que eles diziam ser impossível de ser reduzida.

    Mas segundo alguns, Directx 12 era só marketing para inflar números do Xbox One. Os mesmos que diziam isso são aqueles que estão esperando um milagre dos “8.4 Tflops” do PS4 Neo.

    • Kkkkk Está colocando fogo!rsrsrs Concordo contigo! A MS mostrou que tem grandes profissionais, pois estão tirando ” leite de pedra” no hardware do xbox one. Se continuarem com este msm ímpeto no Scorpio, poderão fazer coisas incríveis, ainda mais nos seus games exclusivos.

      • As ferramentas melhoraram imenso nos últimos dois anos e houveram várias atualizações de API.
        Se perdeu as notícias, houve o vazamento do SDK no final de 2014 expondo várias situações que eram discutidas antes, há os releases das atualizações do unreal engine 4 com os recursos trazidos e há algumas apresentações em PDF de desenvolvedores como por exemplo a da DICE na GDC 2016.
        Basicamente e de forma resumida, o Xbox One foi lançado antes da API ideal ao hardware estar pronta e com isso foi obrigado a utilizar Directx 11 por bastante tempo, estando alguns recursos como computação Assincrona por exemplo restritos a estúdios internos mas ainda sim como releases iniciais e necessitando de melhorias. Por exemplo, o processador de comandos tem características que até o meio do ano ainda não existiam nos PCs, e talvez tenham sido inseridas nas AMD polaris.
        Com a atualização que trouxe o Directx 12 e os novos SDK, os desenvolvedores enfim possuem um API que não os limita no que o hardware pode fazer.
        A questão, que é difícil as vezes de entrar na cabeça de alguns, é que a Sony já tinha a API extremamente competente desde o lançamento do PS4, e por isso a evolução do Xbox One é maior e as vezes parece que os jogos do console dão um salto de qualidade maior.
        O One sempre vai ser inferior ao PS4, o software não compensa a diferença de desempenho de dois hardwares semelhantes, o que acontece é que a tendência é que as diferenças absurdas como 56%, ou 125% desapareçam.
        Só isso.

    • Sem dúvida que Gears of War é uma proeza na Xbox One. Estou a jogar e a ficar de boca aberta.
      Já quanto a Battlefiled 1 ser apenas 16% de diferença, gostava que me indicasses o link onde dizem isso para contextualizar as coisas.
      Até porque quando a Digital Foundry refere que a versão da Xbox One corre entre os 1280×720 e os 1600x900p e a PS4 entre os 1600×900 e os 1824×1026, tenho dificuldade em ver aqui apenas 16% de diferença, visualizando os habituais perto de 40%! Daí que precise de perceber o contexto caso isso tenha sido efectivamente dito.

      Eis o video da Eurogamer

      https://www.youtube.com/watch?v=aExaGlCjQr0

      • NX Gamer, resolução média:

        PS4 – 1780 x 1000
        Xbox One – 1624 x 945

        https://www.youtube.com/watch?v=T-XZbPXfdC8

        É engraçado o quanto a Digital Foundry tem falta de profissionalismo quando convém. É muito fácil de chegar e dizer que vai de 720p até alguma coisa e todo mundo ficar pensando na resolução menor e não fazer a média.
        A versão do PS4 assim como do Xbox One desce abaixo de 720p em um dos modos multiplayer, e isso eles não dizem. Assim como a versão do Xbox One também chega perto de 1080p em algumas ocasiões, que eles não costumam dizer muito.
        Além disso, há uma pequena vantagem de frame-rate ao Xbox One em muitas situações.

        Obs: Já faz um tempo que as análises do NX Gamer estão jogando a digital foundry de canto.

      • Confirmo o que dizes com outros dados…

        Alguns testes de outros revelam o seguinte:

        XBO resolution dynamic, measured 1100X620 to 1780X1000
        PS4 resolution dynamic, measured 1100×620 to 1807X1014

        Estes são apenas os valores máximos e mínimos medidos de cada um (mas em outros locais podem ser diferentes, o que não invalida o que o NX refere), e como se vê são próximos. Isto não indica que percentagem de tempo tens estas resoluções, mas que as tens.
        Ou seja, realmente consegue-se, mesmo que pontualmente, diferenças mínimas. Até menos que 16%!

        A questão depois é quanto tempo tens as resoluções no ecrã. Porque ambas atingirem valores pontuais máximos e minimos semelhantes não revela verdadeiramente nada.

        Quanto aos FPS, a Xbox One tem ligeira vantagem nos modos 64 jogadores devido ao seu melhor CPU. Eis o medido!

        FPS, PS4 average=49.75, XBO average 51.53

        • Luciano S. Carvalho 27 de Outubro de 2016 @ 14:22

          É por isso que não devemos sempre seguir uma só fonte e ter a mesma como inquestionável, a Digital Foundry não é a dona da verdade e não é a primeira vez que ela faz esse tipo de coisa, ela já levou um exposed da NX Gamer antes.
          Concorrência é sempre bem vinda, inclusive em análises técnicas.

  2. Deixando análises técnicas de lado, que game fantástico é Gears 4, que gráfico, na minha opinião pau a pau com o maravilhoso Uncharted 4, e aquele velho clima de terror do Gears 1 de volta, sinceramente não esperava tanto desse jogo, fantástico.

    • Gameplay muito bom, visuais bem acabados. Ação corretamente balanceada. Foi bom não terem tentado reinventar a roda.
      Gostei, mais do que o Halo 5. Isso falando de campanha.

      • Luciano S. Carvalho 27 de Outubro de 2016 @ 18:11

        Adoro Halo, mas infelizmente também não gostei muito da campanha do 5, é boa mas deixou a desejar em comparação as anteriores, para mim o que mais contribuiu para isso foi terem reduzido o protagonismo de Master Chief, ele só deveria ser deixado de lado ou em segundo plano nos spin off. Espero que mudem isso no 6.
        Já o multiplayer dispensa comentários, é soberano.

        • Acho que o problema maior não foi tanto terem reduzido a participação do Chief, apesar de que realmente não era esperado, mas mais por que o Locke não foi bem construído e ficou bem sem graça. Se tivessem feito uma boa história sobre o Locke, com a participação do Chief, seria melhor, porém, foi uma história do Master Chief, com pouca participação do mesmo, e aí descambou. Contudo, o Gameplay é muito bom, o melhor que já criaram em um jogo Halo. Se concertarem o que erraram em Halo 5, o 6 seria fácil o melhor jogo da franquia.
          Isso pra mim é o curioso, em Halo 4 acertaram na campanha, mantiveram o gameplay clássico mas erraram no multiplayer. No 5 fizeram o contrário, será que na terceira eles fazem tudo certo?

  3. Mário , a versão de pc tá muito diferente da do One?

    Quais os defeitos em relação a gráfico da versão do one na sua opinião? Como está o anti aliasing e o filtro AF?

    • A versão PC está melhor. Mas isso é o mesmo que constatar que a água é molhada.
      O que interessa aqui é que a versão Xbox, compararivamente, está fantástica e muito próxima, até porque, a nível de hardware a consola é bastante inferior.

  4. Gears 4 é fantástico, tenho todos os Gears inclusive o ultimate,por isso algo me incomodou: a história… Achei que o drama presente no 2 e 3 fizeram falta aqui sem falar no Del que foi muito mal construído, muito chato.. Pra mim, é o terceiro melhor Gears atrás do 2 e 3 na sequência. Abraço a todos

Os comentarios estao fechados.