Gears of War 4: correrá a 1080p com fotogramas variáveis conforme o modo de jogo e um alerta sobre as imagens do jogo.

A política generaliza-se. Melhor gráficos no single e mais fluidez no multi.

1080p 60 fps e 1080p 30 fps.

A The Coalition, a equipa responsável pelo novo jogo da série Gears, confirmou que o Gears of War 4 irá correr a 1080p na Xbox One, mas que terá diferentes níveis de fotogramas conforme estamos no modo jogador ou multi-jogador.

Assim, na versão de jogador único, o jogo correrá a 30 fotogramas por segundo, mas na multi jogador o criador espera atingir os 60 fps.

A versão PC deste jogo disponível em simultâneo com a versão Xbox é uma probabilidade que o produtor não descarta, mas que tambem não confirma. Mas nessa plataforma o limite de 30 fps no modo de jogador único só existirá se forçado!



Sobre as imagens divulgadas:

Dado que tem circulado algumas novas imagens de Gears of War 4 que foram divulgadas pelo website Gameinformer, gostava de partilhar uma situação curiosa que foi notada com as mesmas..

São um total de 5 imagens, mas entres as quais é de destacar algumas diferenças na nomenclatura da designação que podem ser muito importantes para se perceber o que esperar exactamente do jogo.

A primeira imagem é a de cima, e pouco pode ser concluído sobe a mesma. Está apenas designada como um screenshot ou captura de ecrã, mas muito certamente reflecte a qualidade real dos interiores que poderemos encontrar neste jogo. Eis a parte relevante do seu nome:

screenshot_environment_church_interior_final.jpg

A segunda imagem em cima, mostra ser uma imagem ingame, mostrando a qualidade real do grafismo que efectivamente poderemos ver no jogo. Eis o nome da mesma que comprova isso mesmo:

gameplay_storm_wall_final.jpg

A imagem de cima é a última do artigo, e tal como a anterior, é representativa da qualidade do grafismo visualizado durant o gameplay, como mostra o seu nome:

gameplay_vault_final.jpg

Já na imagem de cima, terceira do artigo é que surgem as dúvidas sobre o que temos. Muito certamente trata-se de uma cutscene não passada em tempo real, pelo que não se tome a mesma como referência. Eis o nome que leva a crer tal situação e que inclui o termo “render” normalmente associado ao processamento de imagens não obtidas em tempo real:

render_juvie_closeup.jpg

O mesmo se passa com a imagem de cima, como o nome o comprova.

render_execution_final.jpg

Fica assim a chamada de atenção para que se possa ajudar a perceber o que efectivamente é ingame e o que não é, evitando-se assim que surjam bocas a gritar DOWNGRADE!



Posts Relacionados