Google actualizou o seu formato WebP e poupa terabytes de dados todos os dias.

Se o JPG, PNG e GIF são os formatos mais populares, prepara-te para ver mais um. A Google actualizou o seu formato WebP e os resultados estão a permitir poupar terabytes de dados todos os dias.

webp

O formato alternativo WebP foi introduzido em 2010, e já na altura prometia ser até 40% mais eficiente que o JPEG, com a mesma qualidade, e conseguia igualmente reduzir um PNG em 45%. O seu inconveniente era um tempo de descodificação um pouco superior.

Mas agora com a versão 0.4.0 a Google conseguiu aumentar o tempo de descodificação das imagens em 25%, motivo pelo qual a Google passou a usar este formato no Youtube para a criação dos thumbnails dos diversos vídeos. O resultado é que a página não só carrega agora 10% mais rápido como a poupança em largura de banda tem sido significativa.

Um dos pontos fortes do formato é que ele permite a criação de imagens animadas, tal como o Gif.



Infelizmente só se pode ver o suporte a estas imagens com o uso do Chrome pois este é o único browser que suporta este tipo de formato. No entanto os ganhos de largura de banda quer no servidor, quer para o utilizador são muitos e a Mozilla está convencida prometendo acrescentar o suporte ao seu Firefox.

Mas o apoio de maior peso surge do lado da Apple que, igualmente convencida, pretende acrescentar o suporte ao seu Safari.

Actualmente outros serviços que usam as imagens são a Play Store.

A Google afirma que a poupança na largura de banda tinge os vários terabytes diários, e este é um argumento de peso, particularmente para ligações móveis.



Posts Relacionados