Hackers não precisam de hackar o teu computador. Podem hackar o monitor!

monitor

Computadores, tablets e smartphones podem ser hackados… mas o monitor?

Sabes se alguém tentou comprometer o teu monitor? Não é um caso comum, mas infelizmente é possível!

O avanço da tecnologia leva a que os processadores estejam presentes em todos os produtos, e os monitores não são excepção. É que ao contrário do que pensas o monitor não é uma peça que se limita a colocar os pixels que o computador manda colocar. Os tempos em que isso acontecia já passaram!

Cui, é o cientista chefe da Red Balloon Security, e liderou a equipa que fez a descoberta que o monitor, tal como todos os aparelhos com microprocessadores podem ser hackados e manipulados. Aliás a sua equipa criou mesmo um hack que faz isso mesmo e a equipa refere:

Podemos agora hackar o teu monitor e não deves ter uma fé extrema nos pixels que saem do teu ecrã.

Como funciona o hack? Bem, tudo passa pela injecção de código malicioso através do firmware do ecrã, o que pode ser conseguido pela visita a websites maliciosos, e a partir daí é possível controlar-se o que aparece no ecrã. Com o código o texto ou icones de botões que existam no ecrã podem ser alterados ou mesmo trocados entre os botões, infligindo assim dano que pode ser físico. Por exemplo, pode-se desligar completamente uma barragem ou uma fábrica trocando o botão de desactivar. No caso de ecrãs ouch a coisa pode ir mais longe, trocando-se mesmo apenas a detecção do dedo.

Apesar de tal, as trocas de imagem são relativamente fáceis de se detectar. A imagem no ecrã não refresca com a mesma velocidade que acontecia antes da troca. Daí que, apesar da dificuldade, é possível notar-se a diferença. Mas numa industria onde o ecrã está basicamente estático… a coisa pode ser bem complicada!

Publicidade

Posts Relacionados