Hideo Kojima abandonou a Konami porque se sentia limitado e queria testar coisas novas

Hideo Kojima abandonou a Konami. O motivo… Hideo sentia-se preso e queria experimentar coisas novas.

hideokojima

Hideo Kojima é um icone da industria e esteve ligado a grandes franchisings da Konami, nomeadamente a série Metal Gear e mais recentemente Silent Hills.

Estes franchisings irão agora continuar sem ele, pois apesar de um apaixonado pela série Metal Gear e de ter participado na criação de algo diferente em Silent Hills, Hideo sentia-se preso e queria experimentar coisas novas, algo que as pressões financeiras da Konami impediam.

Segundo o website Gamecenteronline fontes próximas de Hideo revelaram que este queria ter colocado um ponto final em Metal Gear à algum tempo, mas que a Konami precisava do franchising, pelo que impediu o seu término.

Publicidade

Retomando o nosso artigo

Para agradar a Kojima a Konami terá proposto que o seu estúdio, o Kojima productions, e que era o estúdio mais lucrativo da Konami, se envolvesse no reboot da série Castlevania com o jogo Castlevania: Lords of Shadows, desenvolvido pela MercurySteam, mas no entanto isso não chegou.

A fonte refere que Kojima vê a industria a mudar e que quer crescer mais como criador. Assim haveria uma certa prisão criada pela visão mais economicista da Konami e que levou a que a relação entre as partes chegasse a um estado de rotura.

Publicidade

Posts Relacionados