i5 2500k vs i7 4770k. 110 euros de diferença para 5% de performance adicional.

Um processador que custa 190 euros contra um que anda perto dos 300. Será uma comparação justa? Na realidade é…

Entre um i7 e um i5 há diferenças. Mas entre um i5 2500k é um i5 pouco potente, ao passo que o i7 4770k é visto como um monstro. Mas será que no que toca a jogos a diferença se revela assim tão grande? Sim… e não!

O WCCFTECH resolveu pegar no seguinte hardware e testar:

Motherboard: Asus Maximus V Gene, Maximus VI Gene
Memoria: G.Skill RipjawZ DDR3-1600 4GB × 2 (9-9-9-24-1T)
Placa gráfica: ASUS Radeon HD 7970 Matrix 1100/1650MHz HDD: OCZ Octane 512GB Sistema:
Windows 7 x64 Driver: Catalyst 13.6

Eis os resultados apresentados entre os dois sistemas:



Crysis 3

Crysis 3 Test

Call of Duty Black Ops 2

Call of Duty Black Ops 2

Bioshock infinite test

bioshock infinite test

Battlefield 3

Battlefield 3

 

Apesar de resultados semelhantes, o website apresenta ainda mais testes que comprovam as conclusões a que chegaremos de seguida:

Quando a placa gráfica está longe de ser usada ao seu máximo (720p), as diferenças entre os dois processadores em jogos bastante intensivos no processamento gráfico, chegam a rondar, pontualmente, os 20%, mas com uma média inferior aos 10%.

Mas quando a placa gráfica é levada aos seus extremos (1080p) o que constatamos é que a diferença entre os dois sistemas anda em média perto dos 5%. Uma diferença que não justifica de forma alguma, na presente fase, o investimento superior no CPU.

Infelizmente o teste apenas seria conclusivo se mostrasse igualmente o que aconteceria a 1080p com uma placa gráfica mais potente, de forma a podermos verificar se a diferença voltaria a aumentar.

Seja como for, dado o elevado número de fps que os jogos apresentam a 720p, para a placa usada no teste, o investimento no i7 não justifica.



Posts Relacionados