Intel preocupada com os CPUs Ryzen da AMD?

Segundo alguns relatos a Intel está preocupada com os CPUs Ryzen da AMD, e prepara umas versões com overclock de fábrica dos seus atuais CPUs para combater a AMD.

Não sabemos ainda o que valem os novos Ryzen da AMD, mas a acreditarmos numa tabela que circula, estes CPUs serão bastante potentes e combaterão os topos de gama da Intel.

Eis essa lista:

Na lista vemos uma série de CPUS da AMD com denominações desde o R3 ao R7, e várias sub designações como o PRO (o modelo mais basico), o modelo acima (sem qualquer designação especial), e os X, os topos de gama, apresentando-se igualmente algumas equiparações aos modelos da Intel bem nossos conhecidos.



Não podemos de achar curiosa a designação R3, R5 e R7, em tudo semelhante à anteriormente usada nos GPUs AMD, o que nos leva a questionar se a AMD não reservará uma surpresa com uma gama R9 toda poderosa que somente dará a conhecer mais tarde!

Entretanto, website Francês CPCHARDWARE dá a conhecer que a Intel prepara uma versão em overclock do seu atual processador i7 7700K, bem como um i5 melhorado, em resposta ao que se refere serem os CPUs AMD.

Assim, segundo este website o novo CPU Kaby Lake da Intel será o Core i7 7740K. Ele será um i7 7700 standard, mas com mais 100 Mhz de velocidade de relógio de fábrica, ficando-se pelos 4300 Mhz. Esta subida paga porém uma penalização nos consumos que sobem dos 91 W para os 100 W. O possível boost dinâmico destes CPUs é ainda desconhecido.

O rumor refere ainda que haverá um i5 7600K mais rápido, denominado de Core i5 7640K que será igualmente uma versão em overclock de 200MHz do i5 7600K que ficará assim a 4GHz. No entanto neste CPU a coisa não deverá ficar-se por aqui, sendo que a Intel planeia acrescentar-lhe uma característica que não vemos nos i5, o Hyper Thread.

A ser verdade, esta parece uma medida desesperada da Intel, que arrisca quebrar com um dos fatores separadores dos dois segmentos de forma a manter-se concorrêncial neste segmento, e mostra a preocupação da Intel com os Ryzen de forma clara.

Parece assim que o futuro será bom para nós consumidores! Caso a AMD entre numa guerra de performances, os seus preços baixos vão garantir que todos saímos a ganhar!

 

 



Posts Relacionados

Readers Comments (4)

  1. É melhor eles ficarem preocupados mesmo por que a AMD está chegando com os dois pés no peito.
    O Ryzen que bateu no i7-7700 nem é o de topo da linha.

    http://www.pcgamer.com/new-amd-ryzen-details-and-pricing-leaks/?utm_content=bufferebbee&utm_medium=social&utm_source=twitter&utm_campaign=buffer-pcgamertw

    • Valério Fernandes 16 de Fevereiro de 2017 @ 3:07

      @Fernando
      Preocupados? É para rir ou chorar? Rysen é relativo! Que Rysen? A1800X? Caso não saibas um i7-7700K custa aproximadamente 350€ e um A1800X custa 500€! Para não falar que é um 4/8 contra um 8/16! Eu não percebo para que o pessoal fala sem as coisas estarem cá fora!…
      Essa teoria AMD não cola! AMD é bom a nivel de preço-qualidade, mas entusiastas vão escolher sempre Intel quer tu queiras quer nâo!

      • Neste mercado há pelo menos três tipos de pessoa.
        Os ricos, os entusiastas e os fanboys. E convem não confundir os três.
        Os ricos compram o melhor e mais caro. Não ligam a marcas ou a preços.
        Os entusiastas compram o melhor, mas tomam a relação qualidade preço em consideração tentando equilibrar os dois lados. Isso nos últimos anos não tem sido possível pelo desiquilibrio existente, quer nos CPUs, quer nos GPUs, e que só foi perturbado pela RX 480. Esperava-se uma 490 que, essa sim, desiquilibra-se a coisa com iguais caracteristicas e relação qualidade preço, mas a Polaris acabou por ser apenas um GPU para segurar o mercado até às Vega.
        Por esse motivo o entusiasta nos últimos tempos tem-se confundido com os ricos.
        Da mesma forma os dois se cima tem-se confundido com um terceiro tipo de pessoas, os fanboys. Porque tudo tem ido para o mesmo lado.
        Mas esses mesmo que a AMD seja melhor, seja no global ou na relação qualidade preço, fixaram-se de tal forma naquilo que foi o mercado Nvidia e Intel que tem dificuldade em ver seja o que for.
        Os Ryzen prometem arrasar com a Intel, ao ponto de a empresa levar o Hyperthread para os I5 para ter preços e de ir lançar um novo i7 7740 que se distingue apenas por overclock de fábrica para ter performances.
        E a Intel nunca faria isso se não estivesse preocupada com os Ryzen, que mais potentes ou não, custam 1/3…

      • Entusiastas devem ser menos de 1% do mercado. Na geração 7, a intel ainda não lançou nada acima do 7700K e ele ta perdendo comparativo pra um CPU de 250 dólares… Não foi o 1800x que ganhou dele, ta sendo o 1600, 1700… O 1800x deve simplesmente esmagar.
        Se o CPU da AMD tem 8 nucleos e o da Intel apenas 4, problema da Intel que por causa do seu “monopólio” coloca o preço que ela acha que vale. O consumidor vai comprar o que tem melhor custo benefício, e é óbvio que a Intel vai se preocupar.
        O entusiasta é o tipo de consumidor mais descartável que exise, e para quem está pensando em montar um PC para games, um I7-7700 é suficiente para 4k e 60fps ou um pouco mais no ultra.
        Imagina que alguém pode conseguir isso optando por AMD com 1/3 do valor da dobradinha Intel/Nvidia.
        E pode esperar, o próximo produto com custo benefício imbatível são as gráficas da linha Vega.
        Agora, eu entendo os motivos que existem fans que tendem para o lado de alguma marca em consoles de video game ou por que preferem o PC, isso está relacionado à jogos, serviços, features exclusivas… Mas eu não entendo nem um pouco o motivo pelo qual existe fanboy de marca de componente eletrônico.
        AMD, Intel, Nvidia?
        Tanto faz, levará meu dinheiro quem tiver o melhor custo benefício, e nos últimos 4 anos a AMD é a quem tem feitoo maior esforço para melhorar os produtos. Intel e Nvidia se acomodaram com o conforto da liderança.

Os comentarios estao fechados.