iPhone 3G Vs Nokia N95 8Gb vs Htc Diamond – Comparação PCMANIAS

Após o artigo traduzido colocado aqui, resolvemos nós próprios analisar os telefones em questão de forma a verificar as conclusões ai existentes. No entanto na nossa análise resolvemos acrescentar um novo concorrente de peso, o HTC Touch Diamond. Apesar de ser um PDA e não um smartphone é uma alternativa excelente a estes e como tal merece plenamente encontrar-se nesta análise.

Com os 3 na mão, vamos então fazer uma comparação entre estes 3 telefones, iPhone , Nokia N95 e HTC Diamond.

Para esta análise vamos considerar as características do Hardware e o software que é disponibilizado de fábrica.

Não nos esquecemos que é uma realidade que todos os telefones analisados possuem a possibilidade de através da instalação de software extra melhorarem ainda mais as suas funcionalidades. No entanto apenas os programas disponibilizados de fábrica são uma constante em todos os telefones existentes e como tal, excepto em casos muitos especiais devidamente justificados, será apenas por estes que os avaliaremos.



Para estes modelos analisados existe ainda a possibilidade de, através de hacking, aumentar as performances do hardware acedendo mesmo a características anteriormente não disponíveis, mas tal como no caso anterior tal não será uma constante, podendo mesmo invalidar garantias.

Assim a avaliação será feita da seguinte maneira:

Iremos subdividir a avaliação pelos diversos componentes do telemóvel.

Antes de analisar um componente será atribuída a esta uma nota de 1 a 2 que atribuirá a avaliação de 1 – Pouco Importante ou 2 – Importante.

Esta classificação parece de todo o interesse pois determinadas características, não possuem o mesmo peso na decisão de compra. Um telefone Triband não verá as suas vendas largamente afectadas face a um Quadband, mas um telefone com elevadas capacidades multimédia será sempre mais interessante do que outro da mesma gama de preços mais limitado. Assim será considerado “Pouco importante” um factor que não seja tão decisivo no factor de compra do equipamento e “Importante” todo aquele que se revele como factor de vendas.

De seguida esta componente será analisada atribuindo-se uma nota de 0 a 4 seguindo os seguintes critérios de comparação com aquilo que é actualmente o resto do mercado de telefones:

0 – Não possui

1 – As características estão abaixo daquilo que é considerado como sendo actualmente normal.

2 – As características são actualmente consideradas como standard

3 – As características são acima da média

4 – É pura e simplesmente a actual referência do mercado.

A nota final em cada teste será atribuída multiplicado o factor de importância pelo valor da avaliação.

Como se constata pelo tipo de avaliação a comparação não é directa entre os 3 telefones, mas abrange no fundo a totalidade do mercado. Ao compararmos com as características médias dos restantes equipamentos do mercado ficaremos com uma ideia do valor destes telefones.

A escolha

iPhone 3G


Os motivos porque o iphone se encontra nesta análise são evidentes. É o telefone mais esperado dos últimos tempos e com o lançamento da versão Europeia e 3G gerou-se um mediatismo tremendo em volta do mesmo que analisaremos aqui.

Será que efectivamente este telefone justifica tudo aquilo que se diz dele, ou será que a concorrência oferece mais e melhor?

Nokia N95 8Gb

O N95 foi lançado pela Nokia como o modelo que viria arrasar o iPhone. É actualmente o topo de gama da Nokia e possui características extremamente interessantes que efectivamente o tornam um concorrente esmagador. Encontra-se no mercado já há 6 meses e como tal surge a dúvida de como será que se comporta face à concorrência com produtos acabados de lançar?

HTC Diamond

O HTC Diamond é um PDA. Possui muitas das características do iPhone, e é baseado no novo Windows Mobile 6.1. Possui uma interface completamente remodelada e é efectivamente neste momento o melhor a nível de PDA’s que se pode adquirir.

Características

Antes da análise propriamente dita aos produtos vamos colocar aqui uma lista sumária de características dos mesmos.

iPhone 3G

N95 8gb

Diamond

Processador

Arm 11 modelo 1176JZ(F)-S a 412 Mhz + IVA (imaging and video accelerator)

Ti Omap 2420 – Arm 11 modelo ARM1136J(F)-S a 332 Mhz + Ti C55x DSP a 220 Mhz + IVA (Imaging and vídeo accelerator)

Qualcomm MSM 7201A @ 528MHz

Placa gráfica 3D

PowerVR MBX

PowerVR MBX

Apenas aceleração por software.

Ecrã

3.5” 480*320 touchscreen multitouch c/ saída para TV.

Horizontal e vertical de acordo com a inclinação do telefone (acelerómetros)

2.8” 240*320 c/ saída para TV

Horizontal e vertical de acordo com a inclinação do telefone (acelerómetros)

2.8” 640*480 touchscreen

Horizontal e vertical de acordo com a inclinação do telefone (acelerómetros)

Conectividade

USB 2.0

Bluetooth 2.0 (apenas auricular – mono)

Wi-Fi

HSDPA 3.6 Mb

USB 2.0

Bluetooth 2.0 (todos os perfis)

Infravermelhos

Wi-Fi UPnP

HSDPA 3.6 Mb

USB 2.0

Bluetooth 2.0 (todos os perfis)

Wi-Fi UPnP

HSDPA 7.2 Mb

Memória

128 MB + 8 ou 16 GB

160 MB + 8 GB

192 MB+4 GB

Câmara

Traseira de 2 Megapixels s/ auto focus ou flash.

Sem câmara frontal.

Sem capacidade vídeo.

Traseira de 5 Megapixels com auto focus lentes Carl Zeiss e flash. Frontal 640*480.

Vídeo a 640*480 30 fps

3.2 megapixels c/ auto focus.

Frontal 640*480.

Vídeo a 320*240 30 fps

Messaging

SMS, EMAIL

SMS, MMS, EMAIL, Instant Messaging

SMS, MMS, EMAIL, Instant Messaging

Rede

Triband

Quadband

Triband

Plataforma

iPhone OS 2.0

Symbian

Windows Mobile 6.1

Extras

GPS

Rádio FM

GPS

Infravermelhos

Rádio FM

GPS

Multimédia

Vídeo Player, Mp3 Player, Mãos livres, calendário, Browser s/ suporte Flash

Vídeo Player, Mp3 Player, Mãos livres, calendário, Browser c/ suporte Flash

Vídeo Player, Mp3 Player, Mãos livres, calendário, Browser c/ suporte Flash

Acessibilidade

Touchscreen

Teclas dedicadas para todas as funções. Navegação por voz. Chamada por voz.

Touchscreen e teclas de navegação

Chamada por voz

Dimensões (mm)

115,5*62,1*12,3

99*53*21

102*51*11,5

Bateria (média)

300 horas stand-by

5h 30m conversação

280 horas stand-by

6 horas conversação

285 horas stand-by

5h 30m conversação

Preço (mais baixo)

499.90 € – 8 GB

499,90 € (Vodafone)

a 565€ (Livre)

565 €

A coluna da esquerda, em termos gerais reflecte os componentes a serem comparados na secção que se segue:

Segue-se uma lista destes componentes e do valor atribuído à importância de cada um:

Processador – 2 – Só um bom processador pode permitir acesso a funções multimédia mais pesadas e ao tratamento gráfico exigido em muitas aplicações. É um factor primordial para um telefone de topo.

Placa Gráfica – 2 – A aceleração gráfica por hardware permite melhor desempenho do sistema em todo o tipo de aplicações, libertando o processador central para outras tarefas. Quase se pode dizer que com uma boa placa gráfica temos mais processador.

Ecr㠖 2 – Uma boa resolução e uma boa dimensão de ecrã são pontos fulcrais num aparelho que se pretende capaz de funções multimédia.

Conectividade – 2 – A capacidade do telefone poder conectar-se por diversos meios a outro hardware ou à internet é cada vez mais um factor de extrema importância. Transferências de ficheiros, auriculares sem fios, acesso wi-fi ou 3G são cada vez mais considerados como normais.

Memória – 1 – Apesar do interesse da memória seria injusto atribuir uma pontuação de Importante a este elemento. Como é sabido as aplicações variam de tamanho conforme o sistema operativo para que são desenvolvidas. Quem já não encontrou um utilitário de 200 KB para mac que na versão PC pesa 1 ou 2 MB? Pelo facto de os sistemas operativos desta avaliação serem todos diferentes (iPhone OS 2.0, Symbian 9.1 e Windows Mobile 6.1) a comparação directa seria injusta.

Câmaras – 2 – As máquinas fotográficas são uma realidade em quase todos os telefones. Poder conciliar a sua existência com fotos de qualidade é um factor a ter em conta, especialmente em equipamentos caros.

Messaging – 2 – Se os MMS são pouco ou nada usados, os SMS são actualmente a forma de comunicação mais utilizada pelas camadas mais jovens. O Messenger também é usado diariamente por muitos.

Rede – 1 – Um factor de pouca relevância, dado que acaba por ser pouco importante para a maioria das pessoas que um telefone seja QuadBand (Uso a nível Mundial) ou Triband (Uso apenas na Europa).

Plataforma – 1 – A plataforma de um telefone não é um verdadeiro factor de compra. Inúmeros telefones possuem sistemas operativos proprietários, o que não impede de serem perfeitamente funcionais. Por outras palavras, desde que o telefone possa fazer aquilo que se pretende quase é irrelevante em que plataforma trabalha. A maior parte dos que preferem um sistema operativo preferem-no pelas características que oferece e não pelo sistema em si. Desde que outro ofereça igual ou melhor, a mudança ocorre.

Extras – 2 – A existência de rádio, GPS, câmara fotográfica, etc são sempre factores tomados em conta.

Multimédia – 2 – Em telefones como estes pretende-se que sejam verdadeiras estações multimédia capazes de tocar MP3, reproduzir filmes, aceder à internet, etc. A não existência destes factores em telefones desta gama de preços é quase garantia de fracas vendas.

Acessibilidade – 2 – Um telefone tem de ser simples de ser utilizado, com as opções claras e de fácil acesso. Ninguém pretende possuir um telefone em que a dificuldade de se aceder às suas opções é extrema.

Factor Cool – 2 – A dimensão, estética do aparelho e a beleza da interface gráfica são naturalmente factores que se revelam primordiais para muitos. É um ponto fulcral de vendas.

Valor pelo dinheiro – 2 – Pagar para se obter um telefone ou pagar para se obter um telefone com um centro multimédia nas palmas das mãos é algo bem diferente. Quanto mais funções o telefone tiver mais justifica o dinheiro que se paga por ele.

Considerando estes valores, na avaliação seguinte, conclui-se que o utópico telefone perfeito possuiria 100 pontos (valor máximo atingível neste teste), sendo em valores mais realistas, um excelente topo de gama atingirá valores entre os 75 (pontuação que se obtém com um 3 em todos os testes) e os 80 pontos (valor máximo que se pensa pode ser realisticamente atingido). No entanto considera-se um muito bom topo de gama um telefone com valores entre os 70 e os 75.

A Análise:

Processador: (Importância – 2)

Quem adquire um telefone desta gama está naturalmente interessado nas suas especificações. Assim sendo a velocidade de processamento é extremamente importante. Se para uns essa velocidade é mais importante para aceder e trabalhar com documentos Office, para outros será mais importante para outras funções, mas a sua importância é sempre extrema. A qualidade no acesso à Internet e as capacidades multimédia são dependentes da capacidade de processamento do processador.

Em qualquer dos casos, estamos perante os melhores exemplos de processadores existentes no mercado, sem que se possa afirmar com toda a certeza que o processador de A é melhor que o de B ou vice-versa. Sem existir a comparação directa dado que o hardware e o software é diferente cm exigências de processamento igualmente diferentes, estamos perante um nítido caso de empate, em que todos justificam levar um 3 pelas características bem acima da média de mercado.

iPhone

N95 8GB

Diamond

Nota

3*2

3*2

3*2

Somatório

6

6

6

Placa Gráfica 3D: (Importância – 2)

Nenhum dos possuidores destes telefones poderão negar que a componente gráfica do mesmo foi uma das decisões de compra. O iPhone cativa pelo seu interface e manipulações, assim como o faz o HTC Diamond que sofreu uma lavagem de cara face ao Windows Mobile tradicional. O N95 possui uma interface mais conhecida, com alguns anos de existência e que se pode tornar mais monótona, sendo que será o caso em que o comprador compra mais pela real especificação do que pelo que imediatamente vê no interface.

O HTC apesar de possuir uma interface gráfica bastante apelativa, é conseguida à custa de processamento sem ajuda de qualquer tipo de hardware. Assim nunca poderemos ver efectivamente efeitos gráficos 3D como os que podem ser conseguidos nos restantes modelos. Acresce ainda que se no uso do telefone o processador pode ser dispensado para lidar com essas tarefas outras situações há em que ele é necessário e caso tenha de lidar com uma componente gráfica abrandará tremendamente.

Vamos assim ver aqui notas completamente diferentes:

iPhone

N95 8GB

Diamond

Nota

4*2

4*2

2*2

Somatório

14

14

10

Ecrã: (Importância – 2)

Mais uma vez o ecrã se revela como um factor decisivo. Não tivessem eles a dimensão e resolução que têm e estes telefones não teriam grandes vendas. De todos o modelos analisados aquele que possui um ecrã mais standarizado é o N95 com um ecrã 2.8” e resolução QVGA (320*240), sendo que a nível da resolução o vencedor é o HTC com uma resolução VGA (640*480) apesar de o ecrã se revelar demasiado pequeno para esta (2.8”). A dimensão do ecrã do iPhone (3.5”) compensa a sua falta de resolução (480*320) face ao HTC, sendo contudo que esta se revela mais do que suficiente.

N95:

iPhone

N95 8GB

Diamond

Nota

3*2

2*2

3*2

Somatório

20

18

16

Conectividade: (Importância – 2)

Todos os três telefones possuem Bluetooth, wi-fi e HSDPA. O HTC e o que oferece uma possibilidade de ligação HSDPA mais elevada com 7.2 Mbits/s contra 3.6 dos restantes. O N95 oferece um emissor/receptor de infravermelhos não existente em mais nenhum dos telefones aqui analisados.

Relativamente ao Bluetooth todos os telefones podem usar auriculares, mas o emparelhamento com outros telemóveis para troca de ficheiros e o uso de teclados bluetooth não estão acessíveis ao iPhone. Tal factor poderia revelar-se com grande pesoneste item para uma pior avaliação do iPhone, mas tal seria ignorar o conceito por detrás deste telefone. O iPhone apenas suporta auriculares por Bluetooth porque efectivamente é apenas disto que necessita. Lamenta-se contudo que o mesmo esteja limitado a um perfil mono, que se revela irrelevante em conversações, mas fraco para escutar musica sem fios, obrigando ao uso do auricular no jack de 3.5” para a obtenção de som Stereo.

O conceito do iPhone passa obrigatoriamente por uma utilização da internet com a troca de ficheiros a ser feita pelos métodos usados na mesma. Tal acaba por limitar os utilizadores dado que ficheiros de grande dimensão gastam tráfego que é pago, e a conectividade não pode ser feita com a maior parte dos telefones do mercado.

Por esse motivo o iPhone terá de ser penalizado aqui, sendo que apenas não levará um 1 devido ao facto que na utilização Internet o telefone se revela bastante acima da média. Assim ponderando todos estes factores em que alguns componentes são abaixo da média de mercado e outros acima, vamos dar um 2 – Características são consideradas como standard, a este telefone.

iPhone

N95 8GB

Diamond

Nota

2*2

3*2

3*2

Somatório

24

24

22

Memória (Importância – 1)



A quantidade de memória de armazenamento revela-se aqui, nestes casos específicos, como um factor secundário devido a que em todos os casos esta existe em quantidade suficiente. A prova está no facto que a Vodafone possui ainda em stock iPhones 16 GB! 4, 8 ou 16 GB apenas limitam o número de coisas que se pode ter em simultâneo no interior do telefone, mas no entanto são todas memória em quantidade mais do que suficiente para um funcionamento eficaz. O 1º iPhone vendeu com 4 GB de Ram e o 1º N95 apenas suportava cartões até 2GB e nada disto foi impeditivo do sucesso destes aparelhos.

No entanto, não deixa de ser uma realidade que quanto mais memória, melhor, mas aqui não estamos a comparar os telefones entre si, mas sim com a média de mercado, até porque programas iguais não ocupam o mesmo nos três telefones pelas plataformas diferentes (iPhone OS 2.0, Symbian e Windows Mobile 6.1). Fica porém aqui a referência que o HTC apenas possui 4 GB enquanto que os outros 2 telefones possuem pelo menos 8 GB (o dobro).

Dado que o actual standard se fica pelas expansões oferecidas pelos tradicionais cartões SD com capacidade máxima de 2 GB (o HCSD não é de uso standard ainda), todos os telefones merecem um:

iPhone

N95 8GB

Diamond

Nota

3*1

3*1

3*1

Somatório

27

27



25

Câmara: (Importância – 2)

Com maior importância para uns e menor para outros, a realidade é que as câmaras fotográficas dos telemóveis são dos equipamentos de fotografia actualmente mais usados. Uma boa câmara acaba por ser muitas vezes um factor decisivo de compra, especialmente quando esta pode fotografar e filmar com grande qualidade. Quer se queira quer não, existem inúmeras situações em que a câmara do telefone é a única presente.

A câmara existente no iphone é meramente mediana a nível de especificações com 2 megapixels sem auto focus ou flash, pecando seriamente pela ausência da capacidade de filmagem. O HTC apresenta uma boa câmara de 3.2 megapixels com auto focus, mas o N95 excede tudo o que já foi visto com uma extraordinária câmara de 5 megapixels com lentes de qualidade profissional, auto focus e flash.

Desvaloriza-se a inexistência de uma câmara frontal no iPhone. As vídeo-chamadas não são uma realidade comum, mas no entanto não deixa de ser uma característica a menos!

iPhone

iPhone

N95 8GB

Diamond

Nota

1*2

4*2

3*2

Somatório

29

35

31

Messaging: (Importância – 2)

Se calhar nem todos dão a verdadeira importância ao instant messaging e aos SMS que deveriam. Os MMS são efectivamente um serviço de uso quase nulo que pelo seu custo afasta muitos utilizadores dos mesmos. Por esse motivo não se pode considerar uma verdadeira lacuna o facto do iPhone não suportar MMS. Os SMS’s esses sim são um factor de extrema importância, especialmente para a malta mais jovem, sendo que nos três telefones em causa um E-mail com HTML será sempre mais completo do que um MMS.

Pelo facto de estes três telefones poderem aceder a SMS, EMAIL com suporte total de HTML e acesso banda larga à Internet, as capacidades de messaging são levadas ao máximo.

N95 e HTC possuem software Instant Messaging (MSN) que está ausente do iPhone. Mas este pode sempre recorrer a uma versão online.

iPhone

N95 8GB

Diamond

Nota

3*2

3*2

3*2

Somatório

35

41

37

Rede: (Importância – 1)

Apesar de o Nokia 95 ser o único Quad Band aqui presente não vamos considerar essa vantagem pelo facto de essa característica não ser, para a maioria dos utilizadores, válida no dia a dia, mas apenas em utilizações no mercado Americano. A nota 2 – As características são actualmente consideradas como standard, aplicar-se-à a todos os casos.

iPhone

N95 8GB

Diamond

Nota

2*1

2*1

2*1

Somatório

37

43

39

Plataforma: (Importância – 1)

A poucos verdadeiramente interessa a plataforma em que os telefones funcionam desde que as funcionalidades, o software e as características que se procuram estejam lá. No entanto este é um ponto que será bastante discutível dado que estas plataformas se encontram associadas a determinadas características.

Assim, o HTC ao possuir Windows Mobile será visto como uma boa ferramenta de escritório para o operacional, o N95 com o seu Symbian como um telefone de executivo e o iPhone como um telefone para aqueles que lidam diariamente com a internet.

Dizer que A é melhor que B é difícil, mas no entanto, pela quantidade de funcionalidades que todos eles apresentam poderemos aplicar aqui um 3 – Possui, com características acima da média, a todos eles.

Pelo facto de a nota ser igual para todos os telefones, este ponto, talvez o mais polémico de todos, acaba por não influenciar o resultado final.

iPhone

N95 8GB

Diamond

Nota

3*2

3*2

3*2

Somatório

43

49

45

Extras: (Importância – 2)

O GPS é standard em todos estes modelos, sendo que actualmente se começa a considerar a sua existência como algo normal em telefones daste gama. Já o Rádio só está presente no N95e no HTC. O GPS embutido é um factor de escolha primordial na compra destes equipamentos e que não pode ser descuidado.

O iPhone não possui qualquer software de GPS tendo por isso de se valer do Google Maps para o seu uso, o que requer a presença de uma ligação Internet para download dos mapas, e como tal custos acrescidos.

Já o N95 e o HTC trazem software de navegação sendo que o software do N95 apenas permite localizar no mapa o utilizador, uma vez que a navegação “turn-by-turn”, com as indicações de onde virar para alcançar o destino é um serviço apenas gratuito pelo período de 6 meses, após o que a licença terá de ser comprada.

O HTC possui um GPS com mapas Ndrive, 100% funcional e sem custos e com actualizações gratuitas.

Os softwares extras como o TOMTOM, GARMIN, ROUTE 66, não serão tomados em conta aqui uma vez que apenas consideramos nesta comparação o que é oferecido de fábrica, ficando contudo a nota que para o iphone as opções deste género são extremamente limitadas ou mesmo inexistentes.

Todos os telefones possuem acelerómetros, mas apenas o N95 e o iPhone inclinam o visor de acordo com a posição do telefone.

Teremos assim as seguintes notas:

iPhone

N95 8GB

Diamond

Nota

2*2

2*2

3*2

Somatório

47

53

51

Multimédia: (Importância – 2)

O iPhone é visto como a plataforma multimédia por excelência, mas será que o é efectivamente? A reprodução de filmes e de mp3 é uma realidade em qualquer dos 3 telefones sendo que o iphone apenas ganha na dimensão do ecrã. No tocante à navegação Internet o iPhone dá igualmente pontos sendo contudo o único dos três a não suportar Flash. Todos os telefones possuem uma resolução baixa para navegação, e contornam esse factor com browsers que adaptam de forma excelente as páginas às características do telefone. No global, com maiores os menores vantagens para um ou para outro, os três telefones são excelentes postos multimédia, contando o iPhone e o N95 com saída TV para visualização de filmes.

Assim mais uma vez a nota será igual para todos.

iPhone

N95 8GB

Diamond

Nota

3*2

3*2

3*2

Somatório

53

59

57

Acessibilidade: (Importância – 2)

Quem quer um telefone difícil de se mexer? Neste ponto o iPhone torna-se rei e senhor ao apresentar menus claros e simples de mexer com movimentos de toque lógicos e claros para os efeitos pretendidos. Um acesso inovador em todos os sentidos.

Já o N95 necessita da navegação tradicional com o uso das teclas e com a simplicidade reconhecida dos sistemas Nokia. No entanto esta diferença de acessibilidade é compensada pelo facto de o telefone poder ser totalmente operado só com 1 mão e de existir a possibilidade de o operar totalmente por voz, quer seja a fazer chamadas, quer seja a navegar nos menus principais da mesma forma.

O HTC é um caso especial. Apresenta-se como capaz de reconhecer o toque do dedo, e apesar de não conseguir a excelência do iPhone faz exactamente o mesmo com o seu teclado touchscreen, mas no fundo apenas o faz na zona abrangida pela sua nova interface gráfica. Todo o restante acesso ao sistema e software que venha a ser instalado, ao não prever as suas novas características mas sim as da plataforma base (Windows mobile) acabam por ter uma acessibilidade tradicional com o estilete, e por vezes dificultada.

Efectivamente ao apresentar uma resolução de 640*480, sendo o standard nesta plataforma de 320*240, muito software apresenta-se com textos em tamanho reduzidíssimo e de difícil leitura.

As dimensões do ecrã também não são as ideais para o toque com o dedo que este telefone apresenta como inovação de simplicidade para se revelar como alternativa ao iPhone, o que acaba por não dispensar a tradicional caneta e confundir o utilizador que a tem de usar umas vezes e outras não. A simples marcação de um número pode ser uma tarefa árdua de se realizar com os dedos para alguns utilizadores face às reduzidas dimensões do ecrã, à elevada resolução e reduzida dimensão das zonas de toque.

O utilizador deste telefone acaba por contar com um acesso táctil simples que no entanto se revela complexo pois terá de alternar obrigatoriamente com o estilete.

Convêm também esclarecer que não é nossa pretensão falar aqui das características dos telefones com software que não venha de fábrica, mas aqui estamos perante um caso especial que não pode ser ignorado! O software adicional a ser instalado não acrescenta funcionalidade mas tira-as ao criar dificuldade na acessibilidade, e tal facto tem de ser levado em conta.

No global, com excepção do HTC que acaba por confundir o utilizador e como tal leva um 1 os restantes telefones inserem-se no 3.

iPhone

N95 8GB

Diamond

Nota

3*2

3*2

1*2

Somatório

59

65

59

A dimensão não é um ponto que justifique avaliação. Estes telefones valem pelas características e a sua dimensão acaba por não ser um factor que os separa dos restantes por se enquadrarem perfeitamente na média.

Factor Cool

Este é um ponto polémico, mas que tem de ser equacionado. A estética dos aparelhos, e as animações da interface que tornam o uso do telefone mais agradável tem de ser algo que necessita de avaliação. Aqui o Iphone é rei e senhor, seguido do HTC pelas suas bonitas animações e estética e finalmente do N95 que se revela um telefone mais tradicional.

iPhone

N95 8GB

Diamond

Nota

4*2

2*2

3*2

Somatório

67

69

65

Valor pelo dinheiro

Analisando o que é obtido pelo que é pago, o N95 é o telefone com mais características no global, e é actualmente o mais completo do mercado. Apesar de o iPhone se encontrar limitado em muitas das suas características seria injusto aqui dizer que este se encontra abaixo do HTC pois na realidade acaba por ser superior em muitos outros pontos que justificam plenamente o seu preço.

Existe contudo aqui uma diferença! O custo base dos 3 concorrentes é bastante aproximado, mas o iPhone OBRIGA a que se possua Internet. A maior parte das suas funcionalidades são dependentes da Internet e para se usufruir em pleno do mesmo não basta o acesso esporádico que pode ser feito nos outros 2 modelos, mas requer-se uma ligação a tempo inteiro. Essa ligação pesa e bastante no custo do telefone, fazendo-o, a nível monetário o mais caro dos 3 sem que com isso o telefone ofereça efectivamente mais características do que os outros. O interface táctil excelente e o software é de qualidade superior, mas a realidade é que os outros fazem o mesmo, pode é não ser tão bonito.

iPhone

N95 8GB

Diamond

Nota

2*2

4*2

3*2

Somatório

71

76

71

Conclusões

O Nokia N95 é actualmente o telefone mais completo do mercado, o que neste caso acaba por lhe conferir a vitória com uma pontuação ideal para um extraordinário topo de gama.

O Apple iPhone acaba empatado com o HTC Diamond com valores que os enquadram igualmente na categoria de topos de gama, sem contudo passarem os 75 pontos.

Entre os dois a escolha pode ser difícil para muitos, e fácil para outros. Há aqueles para os quais o iPhone é superior, outros para os quais o Windows Mobile é indispensável. Pessoalmente, a escolher não teria dúvidas na escolha do iPhone, dado que a comprar um telefone com Windows Mobile apenas o faria se as especificações de Hardware fossem únicas, mas esta não é uma opinião partilhada por todos.

Apesar da supremacia do N95, a realidade é que esta é uma análise global, sendo que para muitos utilizadores as partes podem ser decisivas. Para muitos poderá importar pouco uma boa câmara face ao interface do iPhone, para outros o facto de existir um pocket Excel e Word poderá ser o factor primordial, e para outros o facto de ser um telefone de uma marca super conceituada, com capacidades de harware e software de topo podem ser o factor decisivo.

A conclusão a tirar desta análise é que as três alternativas são excelentes, sendo que a mais completa é efectivamente o N95 8GB.

Dado todo o “hype” pelo telefone da Apple, o que este teste mostra é que o iPhone não é efectivamente um arrasador de mercado, mas antes um telemóvel que prima por se colocar num nicho onde as alternativas não oferecem a mesma qualidade de serviços (relacionado apenas pela qualidade e simplicidade de uso de algum do seu software porque todos os serviços disponíveis no iPhone existem igualmente nos outros 2 telefones). Efectivamente não é pelas características de telefone que o iPhone se destaca, até porque nesse aspecto é claramente o pior dos três, mas sim pela sua capacidade de acesso à Internet oferecendo uma interface que facilita e simplifica em muito o acesso à mesma oferecendo dentro de um esquema diferente uma liberdade de acções com uma simplicidade muito próxima das de um computador de secretária.

Apple iPhone, Nokia N95 ou HTC Touch Diamond, são comparáveis ao ponto de ser difícil definir claramente qual o melhor. Todos são bons o suficiente para que a escolha fica ao gosto pessoal de cada um, sendo claro que qualquer que seja a escolha acaba por ficar muito bem servido.



Posts Relacionados