iPhone 5, o primeiro contacto

Eis o iPhone 5. Criticado por uns, aclamado por outros, eis as nossas primeiras impressões após o contacto com este novo telefone da Apple.

Tal como vem sendo apanágio desde o primeiro iPhone, a embalagem do novo iPhone 5 é esteticamente simples, bonita, organizada e eficaz. Vamos então conhece-la e abri-la:

Publicidade

Retomando o nosso artigo

No seu interior, encontramos o novo iPhone 5, os habituais manuais, o carregador, o novo cabo Lightning-USB, e os novos auriculares.

Os novos auriculares agora designados de “earpods” são uma mudança radical face ao design tradicional deste tipo de produtos.

As alterações no desenho e espaçamento interior permitem agora uma melhor qualidade audio, que a Apple afirma estar ao nível de auriculares de preços extremamente superiores. Da mesma forma, foram optimizado para maximizar o som de saída e minimizar a entrada de sons exteriores e perda de som. A geometria do canal auditivo foi igualmente tomada em conta de forma a que estes se adaptem de forma mais confortável aos ouvidos.

Mas concentremos-nos agora no elemento principal, o novo iPhone 5.

Curiosamente, mal se pega no telefone há uma característica que é imediatamente notória, o seu peso.

O telefone é de uma leveza incrível, e tal é notório desde o primeiro contacto. Esta foi uma situação que nos surpreendeu, uma vez que não acreditávamos que uma dezena de gramas pudesse fazer tanta diferença, mas o certo é que, incrivelmente, faz.

Mas há outro ponto que se torna imediatamente perceptível com o manuseamento do telefone. A sua espessura.

O iPhone 5 é fino, e isso já sabíamos. Mas sentir nas mãos um telefone tão fino é uma experiência que se torna algo estranha. Apesar de estarmos a falar de uma diferença inferior a 2mm face ao iPhone 4/4S, a verdade é que este factor, conjugado com o peso, dão uma agradável e estranha sensação onde tudo aparenta estarmos perante um produto extremamente frágil, mas que na realidade se revela bem forte e robusto.

A nível estético, a frente do telefone parece-nos bastante familiar. No entanto, quando o manuseamos e visualizamos, apercebemos-nos de que efectivamente este telefone não faz mais do que aparentar semelhanças com o iPhone 4/4S. O telefone segue as mesmas linhas básicas, mas é, simultaneamente, radicalmente diferente, particularmente se visualizado pelas suas traseiras ou laterais.

A parte frontal do telefone é onde as semelhanças com os modelos anteriores são maiores. Mas quando o telefone é ligado a percepção de que há grandes diferenças é notória devido à inclusão da quinta fiada de ícones no ecrã.

A qualidade de construção do novo iPhone 5 está a um nível superior. Os materiais são nobres, apesar de sujeitos a riscos, o que força à utilização de cuidados redobrados no cuidado do aparelho.

Estamos claramente perante um produto de topo, um telefone que, justificadamente, arrasta multidões. Leve, esbelto, elegante, bonito e funcional, com o maior suporte do mercado e características de hardware de topo. Que mais se pode querer?

Fiquem com mais duas fotos do telefone:

Publicidade

Posts Relacionados