iPhone 6S mais rápido que Galaxy S8? Claro que não!

Apareceu recentemente um video teste que mostra um iPhone 6S a bater um Samsung Galaxy S8 em cargas de apps diversas. Mas será que efectivamente o iPhone 6S é mais rápido que o Galaxy S8? Claro que não!

Naturalmente uma notícia de que um burro bateu um Ferrari numa corrida é sempre motivo de diálogo. Mas naturalmente isto seria efectivamente notícia se as condições da corrida fossem iguais para ambos. Agora o burro ir por o passeio e o carro ir pela estrada em hora de ponta, num percurso de algumas centenas de metros, não é exactamente uma igualdade. Aí não é o burro que bate o Ferrari, são as condições do percurso colocado ao burro que batem as condições colocadas ao Ferrari.

Infelizmente na internet gosta-se muito de tentar demonstrar aquilo que não é verdade. E porque? Porque dá visualizações! Colocar uma notícia de Burro bate Ferrari vai levar as pessoas a ler na esperança de se ter um burro com um jacto colocado na sua traseira…

Isso foi o que aconteceu recentemente com um video muito publicitado onde um youtuber mostra um video de um iPhone a 6S a bater um Galaxy S8 na carga de várias aplicações.

Vamos ver o vídeo em causa!



É fatual que o iPhone 6S bate o Galaxy S6… Assim como será factual que um burro a percorrer 500 metros num passeio livre possa bater um Ferrari na estrada em hora de ponta. Mas isso não torna o burro mais rápido que o Ferrari… nem aqui… nem na china!

Mas em que falha este teste?

Já o dissemos várias vezes que estes testes de cargas são a coisa mais idiota que pode existir. E isto porque a dimensão dos ficheiros que constituem as aplicações em ambos os smartphones não são iguais. Isso quer dizer que no que toca a transferências RAM a velocidade não é a única coisa que conta, e uma memória a metade da velocidade da outra iguala a mais rápida se o ficheiro que tiver de transferir tiver metade do tamanho.

Infelizmente a coisa é bem mais complexa do que isso. É que as aplicações Android são mais pequenas, o que poderia garantir uma vantagem no caso de uso de memórias mais lentas. Mas na realidade não o garante porque o conteúdo ali contído naquele ficheiro mais pequeno é exactamente o mesmo que no ficheiro maior. E o que é que isso quer dizer? Que muitas das aplicação Android, devido à maior diversidade de aparelhos com uma grande variedade de capacidades de armazenamento, optam por comprimir a aplicação, descomprimindo-a na memória em tempo real, de forma a poupar espaço no smartphone.

E isto obriga as leituras a pararem para ir existindo uma descompactação em tempo real que usa CPU, forçando a que no final o tempo necessário para a abertura do ficheiro dependa de muito mais do que a mera performance da RAM. Aliás, mesmo que o iPhone tambem possua compactação parcial, a taxa de compressão é bem menor, usando menos CPU e como tal os resultados finais serão mais próximos da capacidade de transferência da RAM.



E porque motivo isto acontece? Porque o mercado Android é muito menos standarizado do que o mercado iOS, e se atualmente no mercado iOS 32 GB é o minimo de capacidade que encontramos, no Android telefones baratos com 4 GB de armazenamento mas perfeitamente capazes de correrem os jogos, existem em grande quantidade. E há que se alcançar o máximo de mercado possível.

Vendo o video percebem que nas aplicações de pequena dimensão o S8 começa a ganhar uma margem enorme face ao iPhone 6S, mas no entanto começa a ficar para trás quando se chega aos jogos. Neste caso Subway Surfer, Flip Diving, Crossy Road, e Bullet Force!

Vamos ver as dimensões destas aplicações em ambos os aparelhos:

Subway Surfer

Android – 57.71 Megas
iOS – 156 Megas

Basicamente, onde o iOS se limita a carregar para a RAM, o Android está a descomprimir ficheiros em tempo real.

Flip Diving

Android – Varia com o aparelho (descompressão dinâmica)
iOS – 190 Megas

Crossy Road

Android – 53.71 Megas
iOS – 165 Megas

Bullet Force

Android – 228.8 Megas
iOS – 501 Megas

Ora nesta comparação entre o burro e o Ferrari é fácil de ver quem se pretende que seja o burro… Todos aqueles que veem e acreditam no que estão a ver! Omitindo uma realidade como a que expomos, isto é claramente um enganar do pacóvio!

Uma comparação só pode comparar batatas com batatas e laranjas com laranjas… Este tipo de coisa pode, quando muito medir a velocidade de usabilidade do aparelho ou de carga de aplicações, mas isto não mede a performance do smartphone. Mas caso se pretende, mesmo assim, fazer este tipo de comparação então há igualmente que se dizer que o iPhone requer muito mais espaço de armazenamento para se guardar a mesma coisa (pelos exemplos deste teste será mais do dobro). Só dessa forma a comparação é correcta! Ou seja o iPhone 6S ganha este teste particular, revelando-se mais rápido a carregar 20 aplicações seguidas. em compensação o telefone requer  mais do dobro do espaço de armazenamento do Android. E agora sim, com tudo dito, o teste está correcto!



Posts Relacionados

newest oldest
Notify of
Andrio
Visitante
Andrio

Eu não sou fã de produtos samsung, mas a 2 semanas atrás eu fui no shopping pegar um livo na saraiva e lá estava esse bendito S8. Pelo pouco que eu pude mexer nele fiquei encantado….. Mas depois eu voltei a realidade quando vi o preço kkkkkkkkkkk

Vitor Calado
Visitante
Vitor Calado

Não percebi nada deste artigo, os fichiros android são mais pequenos porque estão comprimidos, o que deveria fazer com que o android fosse mais rápido, carregar ficheiros comprimidos e depois descompactar já desde o pentium 3 que é mais rápido que carregar o ficheiros originais, ou seja desde que o tempo em que os CPU descomprimem mais rápido do que a largura de banda da transferência do ficheiro que compensa ter os ficheiros comprimidos. o apple 6s é de facto mais rápido a carregar os ficheiros, e com o mínimo de 32 GB o facto dos ficheiros não serem comprimidos também não é assim tão problemático, o galaxy para ser mais lento e ainda por cima com a vantagem de carregar para a memória ficheiros com metade do tamanho deve estar bem atrofiado em algum ponto: memória lenta, CPU lenta ou softwre de descompressão da idade da pedra, a comparação não me parece lá grande coisa, pois eu acho que o burro é que vai pela estrada engarrafada e o ferrari pelo passeio livre de obstáculos…digo eu