Jogadores de Call of Duty ameaçam rebelarem-se se os torneios deixarem de ser na Xbox One

Como é sabido Call of Duty sempre foi patrocinado pela Microsoft, algo que recentemente mudou, sendo que a Sony possui agora o contrato anteriormente pertença da empresa de Redmond. E agora os jogadores de COD ameaçam com uma rebelião caso os torneios passem a ser feitos na Playstation.

treyarchcod

Após o anuncio de que a Sony tem agora os direitos de exclusividade de Call of Duty (CoD), anteriormente pertença da Microsoft, e que o manterá por alguns anos (como se deixou entender na E3), a comunidade Call of Duty Xbox praticamente estourou de raiva, avançando com um protesto enorme devido a esta decisão de marketing.

Os direitos de exclusividade deste jogos eram pertença da Xbox faz já alguns anos, motivo pelo qual toda a cena de competição relacionada com COD estava focada em torno da Xbox. Uma situação que se prevê venha a mudar pois a Sony não dispensará os mesmos benefícios do contrato que a Microsoft possuía.

Tal levou os jogadores à revolta criando o canal #XboxOrWeRiot, ou traduzido: Xbox ou Rebelamos-nos.

A mensagem está de certa forma clara, seja dada por amadores ou profissionais. Houve quem afundasse centenas (já não queria dizer milhares) de dólares em equipamento de topo para estes torneios de COD sabendo que a sua consola seria sempre a plataforma de preferência e que receberia o conteúdo de Download primeiro. Mas isso alterou-se!

A questão é que caso estes gamers estejam revoltados, não é com a Sony que devem protestar. É isso sim com a Microsoft por ter deixado o contrato fugir, ou com a Treyarch por ter colocado o jogo sob um contrato do gênero (e isto é independente de o contrato estar nas mãos da Sony ou da Microsoft, pois só ver um lado é parcialidade)!

Este tipo de negócios nem sequer deveria existir, mas a partir do momento que existe, há que se viver com ele. Há que se mostrar revolta pela sua existência, mas não porque é uma ou outra empresa fica com o contrato.

Aliás a pergunta que fica no ar é mesmo : Porque raio a Microsoft deixou fugir o contrato?

Naturalmente COD é um título apetecível de se ter sob estes acordos. É dos jogos que mais vende todos os anos, e ter a consola associada a tudo o que envolve este jogo traz claras benesses. Benesses que a Sony viu, e que agora, com o contrato na mão, muito certamente quer beneficiar.

Pessoalmente sou contra estes e outros contratos que pegam em produtos Third Party e criam exclusividades totais, parciais ou temporárias, para um dos lados. E já demonstrei isso quando foi o caso de Tomb Raider e de Street Fighter.

 

Publicidade

Posts Relacionados